Batalha pelo PROS e SDD

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/09/2013 às 02:55:00

Desde a terça-feira à noite que o Brasil passou a ter 32 partidos mediante o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter concedido o registro reconhecendo como siglas partidárias o Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e o Solidariedade (SDD). O PROS é o 31º partido no país e o SDD o 32º.

Com o registro, os partidos estão aptos a lançar candidatos às eleições de 2014, desde que os mesmos cumpram os requisitos eleitorais necessários, como filiação partidária e domicílio eleitoral no Estado onde pretende concorrer, ambos há pelo menos um ano antes do pleito, entre outros dispositivos legais. Para concorrer às eleições gerais de 2014, os partidos em formação necessitam ter registro no TSE até o dia 5 de outubro deste ano.

O PROS, que será identificado na urna eletrônica pelo número 90, será presidido nacionalmente pelo ex-vereador de Planaltina (GO) Eurípedes Júnior. O partido nasce evangélico e fiel ao Palácio do Planalto.
Já o Solidariedade, que terá na urna o número 77, terá como presidente nacional o deputado federal Paulinho da Força (PDT-SP). Paulinho já declarou que se depender dele o partido será de oposição à presidente Dilma Rousseff nas eleições.

Com a aprovação dos registros dessas duas agremiações partidárias, lideranças políticas de Sergipe intensificaram as negociações para conseguirem o comando desses partidos no Estado. Vem atuando nessa direção os irmãos Amorim e o deputado federal Rogério Carvalho, que é o presidente estadual do PT.
O senador Eduardo Amorim (PSC) e o seu irmão Edvan Amorim (PTB) lideram um bloco de 12 partidos e pretendem ampliar esse leque, visando não só o fortalecimento do grupo como adquirir um tempo significativo no programa eleitoral, uma vez que os 12 partidos são nanicos e dispõem de pouco tempo na TV.

Já Rogério, como presidente estadual do PT, quer evitar que as duas novas legendas caiam nas mãos dos Amorim, fazendo com que cheguem a 14 partidos. Ele tá focado no PROS.
Em Sergipe, a disputa vai ser boa pelo PROS e SDD ...

Conflito
Os irmãos Amorim estão trabalhando nacionalmente para que o PRB, que no Estado é presidido pelo prefeito de Canindé do São Francisco, Heleno Silva, passe a integrar o seu bloco político. Isso porque Heleno afirmou que a legenda em Sergipe só decidirá em 2014 quem vai apoiar para o governo e eles colocaram o PRB e mais 11 partidos no convite para realização da II Plenária Partidária do bloco, que acontece nessa sexta-feira, na Assembleia Legislativa.

Uma versão 1
Ontem, inclusive, a assessoria do senador Eduardo Amorim (PSC) enviou release a imprensa anunciando a união entre o PRB e o seu agrupamento político. No release, acompanhado de uma foto das lideranças do PRB em Sergipe com Eduardo, o irmão Edvan Amorim, o presidente nacional e o senador do PRB, Marcos Pereira e Eduardo Lopes respectivamente, foi dito que na reunião ficou acertado um entendimento de apoio para o pleito eleitoral do próximo ano.

Uma versão 2
O release diz ainda que tanto Marco Pereira quanto Eduardo Lopes estavam felizes com a iniciativa de união entre o PSC e o PRB porque os dois partidos caminham na mesma direção no Senado, tem o propósito de olhar para o povo e almeja as políticas públicas chegando para quem mais precisa. "Sergipe anseia por mudanças, por algo sério e novo, por isso estamos juntos", afirmou o presidente nacional do PRB.

Uma versão 3
O release finaliza dizendo que Pereira esteve recentemente no gabinete do senador Amorim para acordar a união. E que na ocasião estavam presentes Jony Marcos, Antônio dos Santos, Edvan Amorim, Heleno Silva, Eduardo Lopes, Marcos Pereira e o próprio Eduardo Amorim.

Outra versão 1
Heleno Silva disse ontem à coluna que não fechou nenhum acordo político com os Amorim para 2014 e que não gostou do release encaminhado à imprensa por sua assessoria não representar a verdade. Revelou que a reunião em que estão todos juntos na foto aconteceu há cerca de três meses em Brasília e foi para fechar uma parceria do vereador Jony (PRB) para federal com o deputado estadual Antônio dos Santos (PSC) para deputado estadual. "Nesse momento se iniciou uma conversa sobre governo, o que não tem nada demais, pois todo mundo vem conversando com todo mundo. Dai a definir apoio tem uma grande diferença".

Outra versão 2
Para Heleno, é amadorismo anunciar um ano antes das eleições apoio político a quem quer que seja. "Em Sergipe, o PRB vai decidir as questões do governo em 2014. Se quiserem vir de cima para baixo venham. Estou tranquilo, posso perder a eleição, mas não a vergonha. O PRB está no governo e precisa respeitar o governo que participa. Se for para apoiar Eduardo Amorim vai ter de sair do governo pela porta da frente", disse.

Outra versão 3
Revelou ainda Heleno que não gostou do que foi feito pela assessoria do senador e como não conseguiu falar com Eduardo Amorim mandou mensagem demonstrando a sua insatisfação. Afirmou que nem ele nem o vereador Jony, que é o presidente do Diretório Municipal do PRB, vão participar do ato político dessa sexta-feira na Assembleia.
Tranquilo
Ontem, em conversa com a coluna, o governador em exercício Jackson Barreto (PMDB) disse que não está preocupado por filiações partidárias por ter na sua base aliada 10 partidos, sendo alguns de grande representatividade e bom tempo no programa eleitoral, como o PT, PSB e o seu PMDB. "Não vou entrar no desespero de transformar partido em mercadoria. Não vou deixar de me preocupar com a administração, pois seria a derrota por antecipação".   

Prioridades
"Tenho que cuidar da administração e não tenho motivo para estar angustiado. Vou continuar trabalhando por Sergipe. A minha cabeça está voltada para a administração e os olhos para a administração e a política. Não colocarei a política na frente da administração, senão a vaca vai para o brejo", avalia Jackson Barreto, sobre essa correria final para filiações partidárias e comando de partidos.

No interior 1
Jackson Barreto ressalta a sua agenda de inaugurações hoje. Disse que pela manhã vai a Boquim assinar ordem de serviço para a reforma do Colégio Estadual Cleonice Soares Fonseca e inaugurar o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp). Depois irá a Itabaianinha para assinatura da ordem de serviço para as obras de concessão da Adutora Integrada da Deso, que atende o abastecimento de água das cidades de Umbaúba, Itabaianinha e Tomar do Geru, e vai ampliar a oferta de água na região.

No interior 2
Pela tarde, também em Itabaianinha, JB vai inaugurar a pavimentação e sinalização das rodovias SE-295 e SE-497, que liga os municípios de Itabaianinha a Tomar do Geru, que lançou com o governador Marcelo Déda (PT). De lá irá para Tomar do Geru para entregar a população a pavimentação asfáltica de sete ruas da cidade e uma Clínica de Saúde da Família.

Esclarecimento 1
A assessoria do senador Eduardo Amorim encaminhou ontem nota a coluna informando que não procede a informação publicada a titulo de especulação de que o grupo dos Amorim está torcendo pela cassação do mandato de Lila Fraga para que o deputado estadual Gustinho Ribeiro (PSC) venha a ser candidato a prefeito e Valmir Monteiro candidato a deputado estadual com o seu apoio.  

Esclarecimento 2
"Não procede a informação que o senador Eduardo Amorim tenha essa intenção, nem para com o mandato do prefeito Lila, nem muito menos com qualquer outro prefeito sergipano. O termo costurado o acordo para que o deputado estadual Gustinho Ribeiro venha a ser o candidato a prefeito em uma nova eleição corre por conta da coluna e não por informações passadas por qualquer membro do grupo liderado pelo senador".

Esclarecimento 3
A nota finaliza dizendo que ao contrário da abordagem especulativa envolvendo os nomes de Ricardo Franco e Marcos Franco para vice de Eduardo Amorim, foi dito que não há definição alguma do grupo para escolha de vice, assim como a chapa majoritária. "Vale ressaltar que os nomes citados pela colunista são nomes respeitados, conceituados em Sergipe e preparados para ocupar qualquer função".

Outro esclarecimento 1
Também ontem o deputado Gustinho Ribeiro (PSD) usou o pequeno expediente da Assembleia para negar informações de que poderia ser candidato a prefeito de Lagarto com o apoio dos Amorim, caso haja cassação do mandato do prefeito Lila Fraga. "Essa é uma notícia sem qualquer noção. Estou no Governo, sou o líder na Assembleia e o nosso grupo está satisfeito com o espaço que ocupa. Agora, se houve uma nova eleição, este mesmo grupo apresentará candidato. Mas antecipar nomes ou dizer que teremos apoio da oposição chega a ser até leviano".  
 
Outro esclarecimento 2
Ainda através da nota enviada por sua assessoria, Gustinho nega que Jackson Barreto tenha pedido na reunião com a bancada aliada, que ele fosse mais incisivo como líder do governo. "Algumas pessoas acompanharam a reunião de ontem [anteontem], que não teve pauta específica. Nós discutimos sobre os contextos políticos, administrativos do Estado de Sergipe e não houve nenhuma cobrança do governador em exercício Jackson Barreto a mim ou a qualquer outro deputado".

Não vem
A ex-senadora Marina Silva cancelou a vinda hoje a Sergipe para proferir uma palestra no Centro de Convenções, a convite do Conselho de Contabilidade.  Segundo Natalia Dalto, coordenadora geral da Rede em Sergipe, novo partido que Marina tenta criar, por conta disso ficou para sábado a reunião que faria hoje às 21h, na Somede, com Marina e futuros filiados do novo partido que aguarda registro no TSE.

Correndo atrás
Marina Silva está em Brasília trabalhando pela aprovação do registro do partido Rede Sustentabilidade até o dia 1º de outubro. Anteontem ela reuniu-se com o ministro Dias Toffoli, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Supremo Tribunal Federal (STF). Marina é a fundadora do partido.

Curtas
A convite de Jackson Barreto, o deputado federal Almeida Lima deixou o PTB, resgatado por Edvan Amorim, e se filou ao PMDB.

O bispo de Propriá, Dom Mário, declarou apoio para que o Campus da UFS no Sertão seja implantado em Poço Redondo. Acha que o Campus contribuirá para o desenvolvimento do município.

Como vice-presidente da Associação Brasileira do Meio Ambiente (Abema), o secretário Genival Nunes (Meio Ambiente) proferiu palestra ontem na Confederação Nacional do Comércio, em Brasília. Falou sobre o "Licenciamento do Pós-Consumo da Logística Reversa".

O calendário de pagamento dos servidores públicos do Estado de Sergipe começa nesta sexta-feira, com o pagamento dos servidores da Secretaria de Educação e demais secretarias.

Na segunda-feira, 30, os aposentados, pensionistas e funcionários de autarquias e fundações receberão o salário do mês de setembro. Depois de um atraso na folha, o Governo volta a pagar a folha de pagamento dentro do mês para satisfação dos servidores.