CBMSE realiza mapeamento das áreas de acesso e riscos na Serra de Itabaiana

Geral


  • CBMSE realiza mapeamento das áreas de acesso e riscos na Serra de Itabaiana para salvamento

 

A fim de realizar um mapeamento das áreas de risco e trilhas existentes no Parque Nacional da Serra Itabaiana, localizado entre os municípios de Areia Branca e Itabaiana, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) realizou uma Instrução Técnica na área.
Segundo o diretor operacional do CBMSE, tenente-coronel Fábio Cardoso, o objetivo é conhecer as áreas de acesso e riscos das serras, além de identificar possíveis pontos para instalação de base de apoio em uma ocorrência de busca e resgate. "O mapeamento também vai auxiliar no gerenciamento operacional em uma ocorrência real e preventiva. Esse conjunto de ações garantirá maior segurança aos bombeiros que atuarão em caso de resgate, por exemplo, e maior celeridade durante o atendimento de uma ocorrência".
Com as informações coletadas por meio do mapeamento, os militares criarão um Plano Preventivo de Ação em situação de sinistro no local. O mapeamento é fundamental para definir os processos em modelos de fluxogramas, onde visualmente se tem a facilidade de identificação das atividades a serem desenvolvidas.
A iniciativa é, a priori, voltada à área da Serra de Itabaiana, mas o objetivo é mapear toda área de serra e mata do Estado que seja exploradora por atividades ecológicas.

A fim de realizar um mapeamento das áreas de risco e trilhas existentes no Parque Nacional da Serra Itabaiana, localizado entre os municípios de Areia Branca e Itabaiana, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) realizou uma Instrução Técnica na área.
Segundo o diretor operacional do CBMSE, tenente-coronel Fábio Cardoso, o objetivo é conhecer as áreas de acesso e riscos das serras, além de identificar possíveis pontos para instalação de base de apoio em uma ocorrência de busca e resgate. "O mapeamento também vai auxiliar no gerenciamento operacional em uma ocorrência real e preventiva. Esse conjunto de ações garantirá maior segurança aos bombeiros que atuarão em caso de resgate, por exemplo, e maior celeridade durante o atendimento de uma ocorrência".
Com as informações coletadas por meio do mapeamento, os militares criarão um Plano Preventivo de Ação em situação de sinistro no local. O mapeamento é fundamental para definir os processos em modelos de fluxogramas, onde visualmente se tem a facilidade de identificação das atividades a serem desenvolvidas.
A iniciativa é, a priori, voltada à área da Serra de Itabaiana, mas o objetivo é mapear toda área de serra e mata do Estado que seja exploradora por atividades ecológicas.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS