Prefeito assina ordem de serviço para pavimentação de 19 ruas no Rosa Maria

Geral


  • O prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana

 

O prefeito Marcos Santana assinou no último dia dois a ordem de serviço nº 002/2020 que autoriza as obras de pavimentação asfáltica e granítica de 19 ruas no bairro Rosa Maria, que faz parte do grande Rosa Elze. As obras custarão pouco mais de R$ 4.103 milhões e devem ser executadas em 12  meses.
Os serviços de drenagem fluvial também serão feitos em todas as ruas e o prazo para início da obra já está contando desde a assinatura da ordem de serviço. Há duas semanas o prefeitura assinou outra ordem de serviço para pavimentação de mais 16 ruas do Alto da Divineia. 
A administração segue sua programação de pavimentar o máximo possível de ruas no município, melhorando a mobilidade urbana e proporcionando mais qualidade de vida aos sancristovenses. O prefeito Marcos Santana diz que "a região ficou carente por muito tempo e agora vai receber a estrutura que merece. Estamos atendendo a demandas históricas". 
 "Grande parte das 19 ruas são grande corredores, o que vai melhorar de forma significativa a mobilidade urbana da comunidade porque vai permitir que uma nova linha de ônibus passe a trafegar pelo Rosa Maria, compromisso assumido no início dessa gestão.", explica o prefeito. É mais conforto para o povo do bairro, que hoje precisa se deslocar, em alguns casos, por mais de mil metros da casa até ponto de ônibus mais próximo.
Marcos Santana reconhece que existem outras ruas a serem feitas. "Essa é uma primeira etapa, focada nos grandes corredores e no Conjunto José Batalha de Goes. É uma etapa que vai beneficiar todo o bairro porque vai ampliar de forma significativa a mobilidade urbana e a acessibilidade das pessoas", esclarece o prefeito. 
O Rosa Maria - O Rasa Maria é um loteamento do início da década de 1980, foi regularizado como lotes de chácaras e nunca recebeu infraestrutura adequada. As ruas não tinham calçamento, drenagem, muitas delas nem água. 
A região se desenvolveu com a Universidade Federal de Sergipe e com a construção do Conjunto Eduardo Gomes.
É uma área que, ao mesmo tempo que tem algumas comunidades carentes, conta também com condomínios mais estruturados. 
De acordo com o diretor de obras da Secretária Municipal de Infraestrutura, Vicente Maia, o município vai fazer uma grande obra de pavimentação asfáltica, complementando as ruas que faltam, mas também criará outros eixos e outras ruas com pedra de paralelepípedos.  "Vamos realizar a drenagem, as águas serão colhidas com boca de lobo. Toda a estrutura será completada. Nós já temos outros sistemas como coleta de lixo, água encanada e iluminação no bairro e agora vamos completar com toda infraestrutura", esclarece.

O prefeito Marcos Santana assinou no último dia dois a ordem de serviço nº 002/2020 que autoriza as obras de pavimentação asfáltica e granítica de 19 ruas no bairro Rosa Maria, que faz parte do grande Rosa Elze. As obras custarão pouco mais de R$ 4.103 milhões e devem ser executadas em 12  meses.
Os serviços de drenagem fluvial também serão feitos em todas as ruas e o prazo para início da obra já está contando desde a assinatura da ordem de serviço. Há duas semanas o prefeitura assinou outra ordem de serviço para pavimentação de mais 16 ruas do Alto da Divineia. 
A administração segue sua programação de pavimentar o máximo possível de ruas no município, melhorando a mobilidade urbana e proporcionando mais qualidade de vida aos sancristovenses. O prefeito Marcos Santana diz que "a região ficou carente por muito tempo e agora vai receber a estrutura que merece. Estamos atendendo a demandas históricas". 
 "Grande parte das 19 ruas são grande corredores, o que vai melhorar de forma significativa a mobilidade urbana da comunidade porque vai permitir que uma nova linha de ônibus passe a trafegar pelo Rosa Maria, compromisso assumido no início dessa gestão.", explica o prefeito. É mais conforto para o povo do bairro, que hoje precisa se deslocar, em alguns casos, por mais de mil metros da casa até ponto de ônibus mais próximo.
Marcos Santana reconhece que existem outras ruas a serem feitas. "Essa é uma primeira etapa, focada nos grandes corredores e no Conjunto José Batalha de Goes. É uma etapa que vai beneficiar todo o bairro porque vai ampliar de forma significativa a mobilidade urbana e a acessibilidade das pessoas", esclarece o prefeito. 

O Rosa Maria - O Rasa Maria é um loteamento do início da década de 1980, foi regularizado como lotes de chácaras e nunca recebeu infraestrutura adequada. As ruas não tinham calçamento, drenagem, muitas delas nem água. 
A região se desenvolveu com a Universidade Federal de Sergipe e com a construção do Conjunto Eduardo Gomes.
É uma área que, ao mesmo tempo que tem algumas comunidades carentes, conta também com condomínios mais estruturados. 
De acordo com o diretor de obras da Secretária Municipal de Infraestrutura, Vicente Maia, o município vai fazer uma grande obra de pavimentação asfáltica, complementando as ruas que faltam, mas também criará outros eixos e outras ruas com pedra de paralelepípedos.  "Vamos realizar a drenagem, as águas serão colhidas com boca de lobo. Toda a estrutura será completada. Nós já temos outros sistemas como coleta de lixo, água encanada e iluminação no bairro e agora vamos completar com toda infraestrutura", esclarece.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS