Uma noite em 67

Geral


  • O tom é emocionado

 

"Gilberto Gil se emociona ao confessar o medo da morte; Caetano Veloso se emociona ao confessar o protagonismo do amigo baiano sobre a inovação da tropicália; Chico Buarque se emociona ao confessar que não se lembra das reuniões que formaram o movimento, pois estava bêbado". Na descrição do crítico Rafael Gregório para a Folha de São Paulo, o tom emocionado e confessional predomina no documentário 'Uma noite em 67', disponibilizado pelos canais do Sesc São Paulo na internet.
Resgate histórico do 3º Festival de Música Popular Brasileira, em outubro de 1967. Entre os candidatos aos principais prêmios figuravam os compositores já mencionados, além de Os Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo, dentre outros. 
Com imagens de arquivo e apresentações de músicas hoje clássicas, o filme registra o momento do tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos.
#EmCasaComSesc -A programação de filmes em streaming do Sesc São Paulo, na plataforma Sesc Digital, que reserva a cada semana um espaço exclusivo para as sessões.
Esta semana, além do documentário de Ricardo Kalil e Renato Terra, a plataforma exibe o clássico documentário Os Palhaços, do italiano Frederico Fellini que, a partir de seu sonho de infância, revisita a arte do palhaço, ao retratar a primeira ida de um garotinho ao circo. Outra opção é o espanhol Academia das Musas, de José LuisGuerín, que narra a história de um professor de filologia e sua relação com a mítica figura das musas que inspiram escritores.
Já a animação infantil Garoto Cósmico, de Ale Abreu, conta a história de três amigos que vivem em um mundo futurista, onde as vidas são inteiramente programadas. Uma noite eles se perdem no espaço, enquanto buscam obter mais pontos para ganhar um bônus na escola.
Para conferir o acervo completo basta acessar o Cinema Em Casa, com acesso gratuito a qualquer hora do dia para ver e rever, sem necessidade de cadastro. No ar desde 4 de junho, o novo serviço de streaming já ultrapassou 100 mil visualizações, atendendo ao público de diversas regiões do país.

"Gilberto Gil se emociona ao confessar o medo da morte; Caetano Veloso se emociona ao confessar o protagonismo do amigo baiano sobre a inovação da tropicália; Chico Buarque se emociona ao confessar que não se lembra das reuniões que formaram o movimento, pois estava bêbado". Na descrição do crítico Rafael Gregório para a Folha de São Paulo, o tom emocionado e confessional predomina no documentário 'Uma noite em 67', disponibilizado pelos canais do Sesc São Paulo na internet.
Resgate histórico do 3º Festival de Música Popular Brasileira, em outubro de 1967. Entre os candidatos aos principais prêmios figuravam os compositores já mencionados, além de Os Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo, dentre outros. 
Com imagens de arquivo e apresentações de músicas hoje clássicas, o filme registra o momento do tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos.

#EmCasaComSesc -A programação de filmes em streaming do Sesc São Paulo, na plataforma Sesc Digital, que reserva a cada semana um espaço exclusivo para as sessões.
Esta semana, além do documentário de Ricardo Kalil e Renato Terra, a plataforma exibe o clássico documentário Os Palhaços, do italiano Frederico Fellini que, a partir de seu sonho de infância, revisita a arte do palhaço, ao retratar a primeira ida de um garotinho ao circo. Outra opção é o espanhol Academia das Musas, de José LuisGuerín, que narra a história de um professor de filologia e sua relação com a mítica figura das musas que inspiram escritores.
Já a animação infantil Garoto Cósmico, de Ale Abreu, conta a história de três amigos que vivem em um mundo futurista, onde as vidas são inteiramente programadas. Uma noite eles se perdem no espaço, enquanto buscam obter mais pontos para ganhar um bônus na escola.
Para conferir o acervo completo basta acessar o Cinema Em Casa, com acesso gratuito a qualquer hora do dia para ver e rever, sem necessidade de cadastro. No ar desde 4 de junho, o novo serviço de streaming já ultrapassou 100 mil visualizações, atendendo ao público de diversas regiões do país.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS