Estabelecimentos comerciais do bairro São Conrado são fiscalizados

Geral


  • Fiscais da PMA em atuação no bairro São Conrado

 

A Prefeitura de Aracaju realizou mais uma fiscalização aos estabelecimentos comerciais localizados na avenida Gasoduto, no bairro São Conrado. A ação averiguou o cumprimento das medidas emergenciais, estabelecidas por meio de decretos estaduais e municipais, para conter a propagação do novo coronavírus.
Na ocasião, a Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec) reuniu seus órgãos operacionais e intensificou as vistorias nos locais de maior fluxo comercial da região.
"Temos adotados todas as providências necessárias tanto em relação aos serviços essenciais, para que sejam cumpridas as medidas de biossegurança adequadamente, quanto para os não autorizados, resultando no fechamento imediato", detalhou o secretário da pasta, Luís Fernando Almeida.
Na ação desta sexta (5), 18 estabelecimentos foram visitados, dos quais três foram interditados e cinco receberam notificação. Os demais, que possuíam autorização para funcionamento, receberam as devidas orientações. Foi possível constatar que parte desses empreendimentos se tratava de salões de beleza e barbearias.
"Nós trabalhamos ininterruptamente para que as medidas, que estão alinhadas às recomendações das autoridades sanitárias, sejam cumpridas. Essas estratégias objetivam, principalmente, reduzir o fluxo de pessoas nas ruas e assim conter o avanço da covid-19. Estamos fazendo a nossa parte. É fundamental que a população se comprometa e faça também a sua, para que juntos possamos vencer essa pandemia", destacou Luís Fernando.
Fazem parte dessa força-tarefa a Defesa Civil, o Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), Guarda Municipal de Aracaju (GMA), com o apoio da Secretaria da Indústria Comércio e Turismo (Semict).

A Prefeitura de Aracaju realizou mais uma fiscalização aos estabelecimentos comerciais localizados na avenida Gasoduto, no bairro São Conrado. A ação averiguou o cumprimento das medidas emergenciais, estabelecidas por meio de decretos estaduais e municipais, para conter a propagação do novo coronavírus.
Na ocasião, a Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec) reuniu seus órgãos operacionais e intensificou as vistorias nos locais de maior fluxo comercial da região.
"Temos adotados todas as providências necessárias tanto em relação aos serviços essenciais, para que sejam cumpridas as medidas de biossegurança adequadamente, quanto para os não autorizados, resultando no fechamento imediato", detalhou o secretário da pasta, Luís Fernando Almeida.
Na ação desta sexta (5), 18 estabelecimentos foram visitados, dos quais três foram interditados e cinco receberam notificação. Os demais, que possuíam autorização para funcionamento, receberam as devidas orientações. Foi possível constatar que parte desses empreendimentos se tratava de salões de beleza e barbearias.
"Nós trabalhamos ininterruptamente para que as medidas, que estão alinhadas às recomendações das autoridades sanitárias, sejam cumpridas. Essas estratégias objetivam, principalmente, reduzir o fluxo de pessoas nas ruas e assim conter o avanço da covid-19. Estamos fazendo a nossa parte. É fundamental que a população se comprometa e faça também a sua, para que juntos possamos vencer essa pandemia", destacou Luís Fernando.
Fazem parte dessa força-tarefa a Defesa Civil, o Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), Guarda Municipal de Aracaju (GMA), com o apoio da Secretaria da Indústria Comércio e Turismo (Semict).

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS