Prefeitura realiza feira dos pescados em novo formato para prevenção da covid-19

Geral


  • PRIMEIRO DIA DA FEIRA DE PESCADOS NA ÁREA DO MERCADO TEVE POUCO MOVIMENTO, DEVIDO AS RESTRIÇÕES

  • A feira de pescados na praça dos mercados

 

Mantendo a tradição da Semana Santa, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), iniciou, nesta quarta-feira, na praça de eventos dos mercados centrais, a realização da feira dos pescados.
 Este ano, a estrutura foi montada em novo formato para atender as medidas de distanciamento social e de higienização, por conta da necessidade de cumprimento das recomendações sanitárias e dos decretos municipais de enfrentamento da covid-19.
De acordo com o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas, essa medida foi aprovada pelo Comitê de Operações Emergenciais para atender as necessidades dos consumidores que frequentam todos os anos essa feira que é tradição na capital. 
"De forma a atender as orientações da Organização Mundial da Saúde, e dos governos federal, estadual e municipal no que se diz respeito às normas de higienização e distanciamento, mudamos toda a estrutura da feira. Com isso os corredores ficaram mais largos, com espaçamento entre as bancas, estamos controlando o número de acesso das pessoas, tanto na entrada, quanto na saída. Além disso, estamos orientando os feirantes que utilizem máscaras e também os consumidores, para que façam uso dos dispositivos para a higienização das mãos, como o álcool em gel e o lavatório instalado no corredor principal da feira.", explicou o presidente.
Segundo Luiz Roberto Dantas, no decorrer da semana, mais dois espaços como este estarão em funcionamento, sendo um no Bugio e outro no bairro América, com horários de funcionamento das 5h30 às 13h30.
Para a limpeza diária desses locais, a empresa municipal direcionou cerca de 40 agentes da Diretoria de Operações. Aliado a isso, para promover o descarte regular dos resíduos, esses espaços contarão com contentores de 240 litros e caixa estacionária de 5m³, distribuídos estrategicamente.
"Nossos agentes estarão auxiliando e orientando as pessoas nas filas, de forma que seja mantido o distanciamento social, como também em qualquer outro tipo de situação que seja necessária nossa intervenção. Além disso, estaremos acompanhando as feiras que irão acontecer nos bairros América e Bugio, nos próximos dias", afirmou o diretor geral da Guarda Municipal de Aracaju, subinspetor Fernando Mendonça, ao explicar a forma de atuação dos agentes.
Mercados - Além das feiras dos pescados os consumidores terão outras opções para a compra dos produtos para a Semana Santa. Os mercados Maria Virgínia Leite Franco, assim como os setoriais (nos bairros), irão funcionar no horário estabelecido para o período de quarentena, das 5h30 às 13h30. 
Os mercados Thales Ferraz e Antônio Franco permanecem fechados. Já as feiras livres permanecem suspensas, atendendo o decreto nº 6.111/2020, que estabelece medidas de enfrentamento de emergência da saúde pública decorrentes da pandemia do coronavírus.

Mantendo a tradição da Semana Santa, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), iniciou, nesta quarta-feira, na praça de eventos dos mercados centrais, a realização da feira dos pescados.
 Este ano, a estrutura foi montada em novo formato para atender as medidas de distanciamento social e de higienização, por conta da necessidade de cumprimento das recomendações sanitárias e dos decretos municipais de enfrentamento da covid-19.
De acordo com o presidente da Emsurb, Luiz Roberto Dantas, essa medida foi aprovada pelo Comitê de Operações Emergenciais para atender as necessidades dos consumidores que frequentam todos os anos essa feira que é tradição na capital. 
"De forma a atender as orientações da Organização Mundial da Saúde, e dos governos federal, estadual e municipal no que se diz respeito às normas de higienização e distanciamento, mudamos toda a estrutura da feira. Com isso os corredores ficaram mais largos, com espaçamento entre as bancas, estamos controlando o número de acesso das pessoas, tanto na entrada, quanto na saída. Além disso, estamos orientando os feirantes que utilizem máscaras e também os consumidores, para que façam uso dos dispositivos para a higienização das mãos, como o álcool em gel e o lavatório instalado no corredor principal da feira.", explicou o presidente.
Segundo Luiz Roberto Dantas, no decorrer da semana, mais dois espaços como este estarão em funcionamento, sendo um no Bugio e outro no bairro América, com horários de funcionamento das 5h30 às 13h30.
Para a limpeza diária desses locais, a empresa municipal direcionou cerca de 40 agentes da Diretoria de Operações. Aliado a isso, para promover o descarte regular dos resíduos, esses espaços contarão com contentores de 240 litros e caixa estacionária de 5m³, distribuídos estrategicamente.
"Nossos agentes estarão auxiliando e orientando as pessoas nas filas, de forma que seja mantido o distanciamento social, como também em qualquer outro tipo de situação que seja necessária nossa intervenção. Além disso, estaremos acompanhando as feiras que irão acontecer nos bairros América e Bugio, nos próximos dias", afirmou o diretor geral da Guarda Municipal de Aracaju, subinspetor Fernando Mendonça, ao explicar a forma de atuação dos agentes.

Mercados - Além das feiras dos pescados os consumidores terão outras opções para a compra dos produtos para a Semana Santa. Os mercados Maria Virgínia Leite Franco, assim como os setoriais (nos bairros), irão funcionar no horário estabelecido para o período de quarentena, das 5h30 às 13h30. 
Os mercados Thales Ferraz e Antônio Franco permanecem fechados. Já as feiras livres permanecem suspensas, atendendo o decreto nº 6.111/2020, que estabelece medidas de enfrentamento de emergência da saúde pública decorrentes da pandemia do coronavírus.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS