Com antecipação da campanha contra Influenza, Prefeitura já vacinou 32% dos idosos

Cidades

 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou, oficialmente, em todo o Brasil, nesta segunda-feira, 23. No entanto, como forma de atender grupos de risco do novo coronavírus (covid-19) e evitar aglomerações, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), antecipou a campanha e, no último sábado (21), atendeu idosos e profissionais da saúde. Ao todo, 32% dos idosos foram vacinados, somente no primeiro dia. A vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade.
A antecipação atendeu, ainda, a medidas previstas no Plano de Contingência de Aracaju, o qual reúne diversas ações para prevenir a proliferação do vírus na capital, como reforçou a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza.
 "Em Aracaju, preferimos adiantar para o último sábado, um dia no qual as pessoas têm mais condições de irem às unidades, com o intuito de diluir ainda mais a população, além de dar mais tempo. Foram consumidas 21 mil doses de vacina, 50% do estoque que foi recebido pelo Estado, isto somente no sábado. Hoje, estamos fazendo o remanejamento do restante das doses e vamos solicitar ao Estado a reposição do estoque, já que a campanha segue até maio. Reforçamos o pedido para que os cidadãos não se aglomerem, tenham calma, e redobrem todos os cuidados", enfatizou.
O objetivo da administração municipal, ao garantir um dia a mais para imunização, foi permitir que o fluxo de pessoas seja diluído ainda mais, na busca por evitar aglomerações. Assim como, ao antecipar, evitar o deslocamento no período provável de maior circulação do vírus no país. No entanto, a partir desta segunda, a SMS seguirá o cronograma vacinal do Ministério da Saúde (MS). 
A vacinação também tem como objetivo possibilitar aos aracajuanos que se enquadram no grupo de risco da pandemia que possam estar seguros em relação à gripe comum, de maneira que, caso os sintomas causados pelo coronavírus venham a se apresentar, eles estejam resguardados e cientes de que provavelmente estão sendo atingidos pelo Convid-19, o que também facilita o processo de diagnóstico para os médicos.   
O calendário nacional vai até o dia  22 de maio e terá sua ação intensificada no dia 9 de maio, com o dia "D" de mobilização nacional.
Ele é dividido em três fases. A primeira, que já está acontecendo, vai até o dia 16 de abril e é voltada prioritariamente aos idosos e profissionais da saúde. 
Na segunda fase, a partir do dia 16 de abril, haverá um novo encaminhamento de insumos e vacinas, para que se passe a imunizar os professores da rede pública e privada, as forças de segurança e as pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.  A terceira fase da Campanha, que acontecerá dia 9 de maio.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começou, oficialmente, em todo o Brasil, nesta segunda-feira, 23. No entanto, como forma de atender grupos de risco do novo coronavírus (covid-19) e evitar aglomerações, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), antecipou a campanha e, no último sábado (21), atendeu idosos e profissionais da saúde. Ao todo, 32% dos idosos foram vacinados, somente no primeiro dia. A vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade.
A antecipação atendeu, ainda, a medidas previstas no Plano de Contingência de Aracaju, o qual reúne diversas ações para prevenir a proliferação do vírus na capital, como reforçou a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza.
 "Em Aracaju, preferimos adiantar para o último sábado, um dia no qual as pessoas têm mais condições de irem às unidades, com o intuito de diluir ainda mais a população, além de dar mais tempo. Foram consumidas 21 mil doses de vacina, 50% do estoque que foi recebido pelo Estado, isto somente no sábado. Hoje, estamos fazendo o remanejamento do restante das doses e vamos solicitar ao Estado a reposição do estoque, já que a campanha segue até maio. Reforçamos o pedido para que os cidadãos não se aglomerem, tenham calma, e redobrem todos os cuidados", enfatizou.
O objetivo da administração municipal, ao garantir um dia a mais para imunização, foi permitir que o fluxo de pessoas seja diluído ainda mais, na busca por evitar aglomerações. Assim como, ao antecipar, evitar o deslocamento no período provável de maior circulação do vírus no país. No entanto, a partir desta segunda, a SMS seguirá o cronograma vacinal do Ministério da Saúde (MS). 
A vacinação também tem como objetivo possibilitar aos aracajuanos que se enquadram no grupo de risco da pandemia que possam estar seguros em relação à gripe comum, de maneira que, caso os sintomas causados pelo coronavírus venham a se apresentar, eles estejam resguardados e cientes de que provavelmente estão sendo atingidos pelo Convid-19, o que também facilita o processo de diagnóstico para os médicos.   
O calendário nacional vai até o dia  22 de maio e terá sua ação intensificada no dia 9 de maio, com o dia "D" de mobilização nacional.
Ele é dividido em três fases. A primeira, que já está acontecendo, vai até o dia 16 de abril e é voltada prioritariamente aos idosos e profissionais da saúde. 
Na segunda fase, a partir do dia 16 de abril, haverá um novo encaminhamento de insumos e vacinas, para que se passe a imunizar os professores da rede pública e privada, as forças de segurança e as pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.  A terceira fase da Campanha, que acontecerá dia 9 de maio.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS