Governo do Estado cria o \"Parque Estadual do Aquífero Marituba\"

Geral


  • Marituba está localizado entre os municípios de Barra dos Coqueiros e Santo Amaro das Brotas

 

Já é uma realidade a cri
ação do 'Parque Esta
dual Aquífero Marituba', um pedacinho do litoral sergipano que é conhecido por suas belas praias, dunas, lagoas e restingas e seu vasto ecossistema costeiro. O ambiente rico em biodiversidade agora é protegido através do decreto 40.515/2020, que autoriza a criação do parque. O decreto foi publicado na última quarta-feira (22), no Diário Oficial do Estado e nesta quarta-feira (29), o governador Belivaldo Chagas recebe representantes dos municípios beneficiados para uma solenidade de assinatura, um ato simbólico no Palácio dos Despachos. 
Localizada entre os municípios de Barra dos Coqueiros e Santo Amaro das Brotas a unidade de conservação e proteção integral será um espaço de amparo aos recursos naturais e a ações na recuperação de danos ambientais presentes na extensão territorial. Além disso, a reserva detém uma grande quantidade de água doce, tendo como uma de suas principais funções o monitoramento dos lençóis freáticos do aquífero. 
Segundo Valdelice Leite Barreto, Bióloga e Coordenadora das Unidades de Conservação da Superintendência Estadual de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Serhma), o Parque Estadual é uma categoria de Unidade de Conservação da categoria de proteção integral. De antemão os moradores da região devem ficar atentos aos benefícios da ação que visa promover a educação ambiental, estimular à pesquisa e aproveitamento do ecoturismo.  
No centro do ecossistema costeiro, no município de Barra dos Coqueiros, o restaurante 'Meu Veio' é destaque na região por conceber uma conexão singular com a natureza e o ser vivo. Construído há 12 anos, às margens do manguezal, o estabelecimento é conduzido por seu Raildo Correia, filho do dono, que ao saber sobre o Parque Estadual Aquífero Marituba detalhou sobre os benefícios dessa empreitada. "Logo quando construímos este estabelecimento a ideia era justamente valorizar o nosso bioma e, consequentemente, promover aos visitantes uma experiência fora do comum. Por isso, acredito que o surgimento do parque será um ponto positivo para intensificação nos cuidados com os nossos mangues", relatou. 

Já é uma realidade a cri ação do 'Parque Esta dual Aquífero Marituba', um pedacinho do litoral sergipano que é conhecido por suas belas praias, dunas, lagoas e restingas e seu vasto ecossistema costeiro. O ambiente rico em biodiversidade agora é protegido através do decreto 40.515/2020, que autoriza a criação do parque. O decreto foi publicado na última quarta-feira (22), no Diário Oficial do Estado e nesta quarta-feira (29), o governador Belivaldo Chagas recebe representantes dos municípios beneficiados para uma solenidade de assinatura, um ato simbólico no Palácio dos Despachos. 
Localizada entre os municípios de Barra dos Coqueiros e Santo Amaro das Brotas a unidade de conservação e proteção integral será um espaço de amparo aos recursos naturais e a ações na recuperação de danos ambientais presentes na extensão territorial. Além disso, a reserva detém uma grande quantidade de água doce, tendo como uma de suas principais funções o monitoramento dos lençóis freáticos do aquífero. 
Segundo Valdelice Leite Barreto, Bióloga e Coordenadora das Unidades de Conservação da Superintendência Estadual de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Serhma), o Parque Estadual é uma categoria de Unidade de Conservação da categoria de proteção integral. De antemão os moradores da região devem ficar atentos aos benefícios da ação que visa promover a educação ambiental, estimular à pesquisa e aproveitamento do ecoturismo.  
No centro do ecossistema costeiro, no município de Barra dos Coqueiros, o restaurante 'Meu Veio' é destaque na região por conceber uma conexão singular com a natureza e o ser vivo. Construído há 12 anos, às margens do manguezal, o estabelecimento é conduzido por seu Raildo Correia, filho do dono, que ao saber sobre o Parque Estadual Aquífero Marituba detalhou sobre os benefícios dessa empreitada. "Logo quando construímos este estabelecimento a ideia era justamente valorizar o nosso bioma e, consequentemente, promover aos visitantes uma experiência fora do comum. Por isso, acredito que o surgimento do parque será um ponto positivo para intensificação nos cuidados com os nossos mangues", relatou. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS