Feira atrai milhares de visitantes ao Parque da Sementeira

Geral


  • Feira abre espaço para a divulgação da cultura sergipana

 

A Feira de Sergipe segue atraindo milhares de visitantes ao Parque da Sementeira para acompanhar as apresentações culturais e conhecer um pouco mais do artesanato produzido no estado. Somente nos três primeiros dias do evento, mais de dez mil pessoas já visitaram o espaço.
Aberto na última terça-feira, o evento conta nesta edição com mais de 80 estandes dedicados ao artesanato e à economia criativa. Nesses locais o público pode ter acesso ao trabalho desenvolvido por mais de 150 artesãos, com destaque para produtos como a renda irlandesa, peças em madeira, bordados, patchwork e cerâmica.
As atividades acontecem sempre das 16 ás 21h, com entrada gratuita. Entre os expositores o clima é de satisfação. O artesão Mestre Tonho, do município de Poço Redondo, trouxe para a Feira peças feitas com a imburama (uma árvore nativa da caatinga) que retratam o sertanejo e o cangaço. Ele conta que somente no primeiro dia vendeu os três maiores artigos que tinha no estande.
Até o dia 26 o público terá ainda a oportunidade de presenciar as apresentações de  Chico Queiroga e Antônio Rogério, Sergival, São Gonçalo do Amarante, Luiz Fontineli, Grupo Parafusos, Quadrilha Junina Balança mas não cai e Caceteira do Rindu. A programação completa está disponível no www.feiradesergipe.com.br
Quem visitar o Parque da Sementeira pode provar também os pratos preparados pelos seis estabelecimentos que compõem o Polo Gastronômico de Sergipe. Na Feira é possível conhecer ainda o Espaço Saber Fazer, local onde diariamente os artesãos apresentam ao público o processo de criação dos seus produtos, o Espaço Sabores de Sergipe, uma área dedicada à exposição de produtos da agricultura familiar e itens típicos da culinária local, e o Game Café, local dedicado aos fãs de jogos de tabuleiro, produtos de cultura pop e animes.

A Feira de Sergipe segue atraindo milhares de visitantes ao Parque da Sementeira para acompanhar as apresentações culturais e conhecer um pouco mais do artesanato produzido no estado. Somente nos três primeiros dias do evento, mais de dez mil pessoas já visitaram o espaço.
Aberto na última terça-feira, o evento conta nesta edição com mais de 80 estandes dedicados ao artesanato e à economia criativa. Nesses locais o público pode ter acesso ao trabalho desenvolvido por mais de 150 artesãos, com destaque para produtos como a renda irlandesa, peças em madeira, bordados, patchwork e cerâmica.
As atividades acontecem sempre das 16 ás 21h, com entrada gratuita. Entre os expositores o clima é de satisfação. O artesão Mestre Tonho, do município de Poço Redondo, trouxe para a Feira peças feitas com a imburama (uma árvore nativa da caatinga) que retratam o sertanejo e o cangaço. Ele conta que somente no primeiro dia vendeu os três maiores artigos que tinha no estande.
Até o dia 26 o público terá ainda a oportunidade de presenciar as apresentações de  Chico Queiroga e Antônio Rogério, Sergival, São Gonçalo do Amarante, Luiz Fontineli, Grupo Parafusos, Quadrilha Junina Balança mas não cai e Caceteira do Rindu. A programação completa está disponível no www.feiradesergipe.com.br
Quem visitar o Parque da Sementeira pode provar também os pratos preparados pelos seis estabelecimentos que compõem o Polo Gastronômico de Sergipe. Na Feira é possível conhecer ainda o Espaço Saber Fazer, local onde diariamente os artesãos apresentam ao público o processo de criação dos seus produtos, o Espaço Sabores de Sergipe, uma área dedicada à exposição de produtos da agricultura familiar e itens típicos da culinária local, e o Game Café, local dedicado aos fãs de jogos de tabuleiro, produtos de cultura pop e animes.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS