Mobilização do Nordeste

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) interditou ontem os lixões dos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo por não estarem obedecendo às políticas nacionais do Meio Ambiente e de Resíduos Sólidos. A ação aconteceu com o apoio d
A Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) interditou ontem os lixões dos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo por não estarem obedecendo às políticas nacionais do Meio Ambiente e de Resíduos Sólidos. A ação aconteceu com o apoio d

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 07/11/2019 às 00:22:00

 

Vivendo a pão e água no governo 
Jair Bolsonaro os governadores 
do Nordeste estão sempre se reunindo visando discutir medidas que fortaleçam seus Estados e a região, renegada à própria sorte por um presidente que ainda hoje não digeriu ter sido derrotado nas eleições 2018 em todos os nove estados nordestinos. Em março deste ano eles chegaram a criar o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste.
O último golpe sofrido pela região são as manchas de óleo que chegaram as praias do litoral dos nove estados, provocando não só prejuízo ao meio ambiente, mas a economia, ao turismo e aos pescadores. Já foram retirados do mar ou das praias mais de 5 mil toneladas do óleo. Foram atingidos mais de 100 municípios, quase 300 localidades e pelo menos 14 unidades de conservação numa faixa que se estende por 2.500 Km.
Ontem ocorreu mais uma reunião, com as presenças do governador Belivaldo Chagas (PSD) e da vice Eliane Aquino (PT), onde os chefes estaduais discutiram essa tragédia ambiental e cobraram medidas efetivas para combater esse desastre no litoral nordestino, a exemplo da implantação do PNC - Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por óleo.
Trataram também de questões que já vêm sendo debatidas pelo colegiado, como a permanência do Fundeb e a reforma tributária. Assim como as mudanças no Pacto Federativo, propostas pelo Governo Federal e entregues na terça-feira ao Congresso, a cessão onerosa e o leilão do pré-sal realizado ontem.
Ainda na reunião, foi feito um planejamento e organização da missão que os governadores nordestinos farão na Europa no período de 18 a 22 de novembro próximo, visando atração de investimentos para a região. Belivaldo Chagas e os outros chefes estaduais vão à França, Itália e Alemanha levando o nome e as potencialidades do Nordeste, mostrando que essa parte do Brasil tem se desenvolvido e que precisa receber investimentos de fora para que possam ultrapassar essa crise econômica.
Os governadores do Nordeste estão certos em se organizar e buscar investimentos fora do país. Se ficarem esperando por ajuda do governo Bolsonaro os estados nordestinos vão continuar sendo sacrificados junto com seu povo.
A reunião do Consórcio do Nordeste, que é a primeira após o vazamento de óleo que atinge o litoral nordestino, aconteceu no Palácio do Campo das Princesas.

Vivendo a pão e água no governo  Jair Bolsonaro os governadores  do Nordeste estão sempre se reunindo visando discutir medidas que fortaleçam seus Estados e a região, renegada à própria sorte por um presidente que ainda hoje não digeriu ter sido derrotado nas eleições 2018 em todos os nove estados nordestinos. Em março deste ano eles chegaram a criar o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste.
O último golpe sofrido pela região são as manchas de óleo que chegaram as praias do litoral dos nove estados, provocando não só prejuízo ao meio ambiente, mas a economia, ao turismo e aos pescadores. Já foram retirados do mar ou das praias mais de 5 mil toneladas do óleo. Foram atingidos mais de 100 municípios, quase 300 localidades e pelo menos 14 unidades de conservação numa faixa que se estende por 2.500 Km.
Ontem ocorreu mais uma reunião, com as presenças do governador Belivaldo Chagas (PSD) e da vice Eliane Aquino (PT), onde os chefes estaduais discutiram essa tragédia ambiental e cobraram medidas efetivas para combater esse desastre no litoral nordestino, a exemplo da implantação do PNC - Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por óleo.
Trataram também de questões que já vêm sendo debatidas pelo colegiado, como a permanência do Fundeb e a reforma tributária. Assim como as mudanças no Pacto Federativo, propostas pelo Governo Federal e entregues na terça-feira ao Congresso, a cessão onerosa e o leilão do pré-sal realizado ontem.
Ainda na reunião, foi feito um planejamento e organização da missão que os governadores nordestinos farão na Europa no período de 18 a 22 de novembro próximo, visando atração de investimentos para a região. Belivaldo Chagas e os outros chefes estaduais vão à França, Itália e Alemanha levando o nome e as potencialidades do Nordeste, mostrando que essa parte do Brasil tem se desenvolvido e que precisa receber investimentos de fora para que possam ultrapassar essa crise econômica.
Os governadores do Nordeste estão certos em se organizar e buscar investimentos fora do país. Se ficarem esperando por ajuda do governo Bolsonaro os estados nordestinos vão continuar sendo sacrificados junto com seu povo.
A reunião do Consórcio do Nordeste, que é a primeira após o vazamento de óleo que atinge o litoral nordestino, aconteceu no Palácio do Campo das Princesas.

Clima

Antes da reunião ontem do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste, iniciada no final da manhã no Palácio das Princesas, os governadores participaram da Conferência Brasileira de Mudanças do Clima, realizada na Arcádia Paço Alfândega. A conferência, que ocorre até essa sexta-feira, busca demonstrar experiências, negócios, soluções, tecnologias e políticas brasileiras que contribuem para frear o aquecimento global.

Vai voltar

O prefeito cassado de Ilha das Flores, Cristiano Cavalcante (PSC), vai reassumir a prefeitura municipal. É que o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Sérgio Silveira Banhos, deferiu ontem pedido liminar apresentado pela sua defesa para que fosse reconduzido ao cargo junto com a sua vice Eleni Lisboa até que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SE) publique uma decisão sobre os embargos de declaração.

Registro

Cristiano, que ainda foi condenado a inelegibilidade por oito anos, foi cassado por 4 x 3 por abuso de poder econômico nas eleições 2016 durante sessão do pleno do TRE-SE do último dia 15 de outubro. A denúncia partiu da Procuradoria Regional Eleitoral. Com a sua cassação e afastamento imediato, está como prefeito interino de Ilha das Flores o presidente da Câmara, Serginho (PSC), que é aliado.

Abaixo do esperado 1

 O direito de explorar 4,55 bilhões de barris de petróleo no pré-sal foi a leilão ontem e arrecadou cerca de dois terços do total esperado, com a Petrobras dominando o megaleilão praticamente sem concorrência. O governo Bolsonaro esperava a arrecadação R$ 106,56 bilhões, mas o valor obtido foi de R$ 69,96 bilhões. Esses recursos serão divididos entre a Petrobras, a União, estados e municípios até 27 de dezembro.

Abaixo do esperado 2

A Petrobras receberá a maior parte, R$ 34,6 bilhões, já que precisa ser ressarcida pelo contrato de Cessão Onerosa assinado em 2010. Municípios receberão R$ 5,3 bilhões e outra fatia de mesmo valor será repartida entre as unidades da federação. O estado do Rio de Janeiro, que é o estado produtor, terá uma parcela adicional de R$ 1,1 bilhão, e a União arrecadará os R$ 23 bilhões restantes.

Grande perda

O Estado de Sergipe, que tinha uma previsão de ser beneficiado com R$ 298 milhões, deverá receber R$ 146,6 milhões segundo cálculo do Poder360. Receberá a mais somente dos estados de Tocantins (R$ 141,2 milhões), Rondônia (R$ 134,4 milhões), Amapá (R$ 130,6 milhões), Mato Grosso do Sul (R$ 124,3 milhões), Roraima (R$ 111,4 milhões), Santa Catarina (R$ 92,9 milhões) e o Distrito Federal (R$ 31,6 milhões).

Na Alese 1

Vinte e seis projetos deixaram de ser votado ontem no plenário da Assembleia Legislativa pela ausência de alguns parlamentares, por motivo de viagem. Entre eles o que trata do 2º turno da votação que reduz o recesso parlamentar de 90 para 55 dias e a proposta do governo estadual que reduz o IPVA dos veículos de grande porte movidos à gás natural veicular (GNV) ou gás natural liquefeito (GNL). Eles voltarão a pauta na próxima quarta-feira, 13.

Na Alese 2

E como não poderia deixar de ser diferente, o assunto debatido ontem entre os deputados estaduais foi a PEC do Pacto Federativo, enviada pelo Governo Federal ao Senado, propondo a extinção de municípios com menos de 5 mil habitantes e arrecadação própria menor de 10% da receita total. Isso porque, aprovando essa PEC 11 municípios de Sergipe deixam de existir, assim como mais 1.254 municípios em todo o país.

Na Alese 3

Ainda este mês de ser apresentado na Assembleia um Projeto de Lei (PL) de incentivo a aposentadoria dos servidores. Ele propõe oferecimento de  oito gratificações para que possam requerer sua aposentadoria.

Na Câmara 1

Após sofrer desidratação foi aprovado na Câmara dos Deputados, com  283 votos favoráveis e 140 contrários, projeto de lei conhecido como PL das Armas, permitindo o porte de armas apenas para atiradores, caçadores e colecionadores de armas (CACs).  Votaram sim os deputados federais de Sergipe: Fábio Reis (MDB), Fábio Henrique (PDT), Laércio Oliveira (PP), Gustinho Ribeiro (SD) e Bosco Costa (PL). Votaram não João Daniel (PT) e Valdevan Noventa (PSC). O deputado Fábio Mitidieri (PSD) se recupera de uma cirurgia.

Na Câmara 2

A oposição comemorou o resultado e afirmou que, com as mudanças, o governo sofreu uma derrota. Isso porque, com as alterações ao projeto do governo Bolsonaro milhões de brasileiros não terão acesso às armas. Foram retiradas do texto mudanças quanto ao porte de arma para guardas municipais, agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e da segurança do presidente da República.

Veja essa ...

Assim que a Conmebol anunciou na quarta-feira à tarde a mudança de local da final da Copa Libertadores entre Flamengo e River Plate, de Santiago para Lima, as passagens aéreas para a capital do Peru, entre os dias 22 e 24 de novembro, tiveram um aumento de preço explosivo, chegando a custar mais de R$ 17 mil na noite da quarta-feira. Ontem à noite a passagem Aracaju/Lima, com partida dia 22 e retorno dia 24, estava variando de R$ 17.993,00 a R$ 22.783,00, conforme horário e paradas. O Procon decidiu notificar as companhias aéreas a fim de solicitar uma justificativa pelo crescimento repentino dos valores. Não vai dar em nada.

Curtas

Quem chega aos 60 anos hoje é o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana (MDB).  Vai comemorar amanhã ao lado de amigos, familiares, aliados e correligionários no povoado Cabrita. Ele está trabalhando para buscar a reeleição. 

A ex-vereadora de São Cristovão, Gedalva Umbaubá, continua trabalhando para viabilizar seu nome como candidata a prefeita do município em 2020. Tem visitado as comunidades, discutido os principais problemas e buscando informações diretamente com o povo para fazer o Plano de Governo que apresentará quando for oficializada sua candidatura.

O Senado aprovou ontem o relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) da PEC Paralela, que muda pontos da reforma da Previdência, incluindo estados e municípios nas novas regras da aposentadoria. O texto seguirá para análise da Câmara.

O Senado instalou uma comissão externa para avaliar as ações de enfrentamento aos problemas provocados pelas manchas de óleo no litoral nordestino. Parlamentares pretendem visitar as áreas afetadas nos dias 8 e 9 deste mês.