Clubes definem como será o Sergipão 2020

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O presidente Milton Dantas comandou a reunião arbitral, que definiu os destinos do Sergipão 2020
O presidente Milton Dantas comandou a reunião arbitral, que definiu os destinos do Sergipão 2020

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 01/11/2019 às 21:34:00

 

Reunidos em Conse
lho Arbitral, os diri
gentes das oito equipes sergipanas que disputarão o campeonato estadual, definiram como será o Sergipão 2020. A competição começa no dia 11 de janeiro com dois jogos e vai até o dia 25 de abril, quando será conhecido o campeão estadual. A competição contará com oito equipes, sendo que o América campeão da Divisão A2 é a equipe caçulinha da competição.
A pedido dos dirigentes das duas equipes, o clássico entre Confiança e Sergipe será realizado na primeira rodada. O jogo acontece no dia 12 de janeiro, na Arena Batistão com mando de campo do Confiança, porém com renda dividida.  
- Sempre agimos com democracia. Me reuni com os dirigentes das duas agremiações e o clássico na rodada de abertura foi uma solicitação de Ernan Sena pelo Sergipe e Hyago França pelo Confiança. Eles admitem que é a oportunidade de fazer caixa, pois este ano, esse clássico na abertura do campeonato representou a melhor arrecadação do campeonato e pagou uma boa parte das despesas das duas equipes depois de um bom tempo sem arrecadação mês - justificou Milton Dantas.
Por sorteio, ficou definido que as equipes do Confiança, América, Dorense e Boca Junior farão quatro jogos em casa e três fora. Por sorteio também ficou definida a primeira rodada da competição que começa no dia 11 de janeiro com dois jogos. Boca Junior e Freipaulistano farão o jogo de abertura em Carmópolis, sede do Boca Junior este ano. Ainda no dia 11 jogam Dorense e Lagarto em Dores.  No domingo dia 12 de janeiro teremos dois jogos completando a rodada: Confiança e Sergipe às 16h00 na Arena Batistão e América e Itabaiana encerram a primeira rodada jogando na cidade de Pedrinhas.
Fórmula de disputa - Duas fórmulas foram colocadas em discussão. Uma apresentada pela Associação dos Cronistas Desportivos de Sergipe (ACDS) e outra pela Federação Sergipana Futebol (FSF), sendo aprovada a fórmula dois, que utiliza 13 datas, com uma fase de classificação e uma fase final. 
Na fase de classificação as oito equipes jogam entre si no sistema de ida. As quatro melhores classificadas farão um quadrangular com ida e volta.  Quem chegar à frente será o campeão estadual de 2020 e conquistará o troféu Walter Franco, além de vaga na Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Brasileiro da Série D, se não for o Confiança, que disputará a Série B. As duas últimas colocadas na fase de classificação serão rebaixadas.
Na segunda fase, as quatro equipes vão se enfrentar em jogos de ida e volta. Ao final das seis rodadas, os dois primeiros colocados da fase se sagram campeão e vice, sem a realização de finais. O campeão assegura vaga direta na Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D de 2021.
O campeão simbólico da primeira fase terá direito a escolher representar o Estado no Brasileiro da Série D ou na Copa do Brasil. Caso uma mesma equipe venha a ser campeã das duas fases, a segunda vaga da Série D, será da equipe que apresentar maior pontuação em todo o campeonato somando as duas fases.
A reunião do conselho arbitral foi comandada pelo presidente da FSF, Milton Dantas, contou com as presenças dos dirigentes e representantes das oito equipes, Confiança, Sergipe, Itabaiana, Lagarto, Freipaulistano, Dorense América e Boca Junior. Prestigiaram o evento o promotor Deijaniro Jonas, o presidente do TJD Ramon Rocha, o presidente do Sindicato dos Atletas, Carlos Memera e o presidente da ACDS, Adel Ribeiro.
Confira a primeira rodada:
11 de janeiro
Boca Júnior x Freipaulistano
Dorense x Lagarto
12 de janeiro
Confiança x Sergipe
América de Pedrinhas x Itabaiana

Reunidos em Conse lho Arbitral, os diri gentes das oito equipes sergipanas que disputarão o campeonato estadual, definiram como será o Sergipão 2020. A competição começa no dia 11 de janeiro com dois jogos e vai até o dia 25 de abril, quando será conhecido o campeão estadual. A competição contará com oito equipes, sendo que o América campeão da Divisão A2 é a equipe caçulinha da competição.
A pedido dos dirigentes das duas equipes, o clássico entre Confiança e Sergipe será realizado na primeira rodada. O jogo acontece no dia 12 de janeiro, na Arena Batistão com mando de campo do Confiança, porém com renda dividida.  
- Sempre agimos com democracia. Me reuni com os dirigentes das duas agremiações e o clássico na rodada de abertura foi uma solicitação de Ernan Sena pelo Sergipe e Hyago França pelo Confiança. Eles admitem que é a oportunidade de fazer caixa, pois este ano, esse clássico na abertura do campeonato representou a melhor arrecadação do campeonato e pagou uma boa parte das despesas das duas equipes depois de um bom tempo sem arrecadação mês - justificou Milton Dantas.
Por sorteio, ficou definido que as equipes do Confiança, América, Dorense e Boca Junior farão quatro jogos em casa e três fora. Por sorteio também ficou definida a primeira rodada da competição que começa no dia 11 de janeiro com dois jogos. Boca Junior e Freipaulistano farão o jogo de abertura em Carmópolis, sede do Boca Junior este ano. Ainda no dia 11 jogam Dorense e Lagarto em Dores.  No domingo dia 12 de janeiro teremos dois jogos completando a rodada: Confiança e Sergipe às 16h00 na Arena Batistão e América e Itabaiana encerram a primeira rodada jogando na cidade de Pedrinhas.

Fórmula de disputa - Duas fórmulas foram colocadas em discussão. Uma apresentada pela Associação dos Cronistas Desportivos de Sergipe (ACDS) e outra pela Federação Sergipana Futebol (FSF), sendo aprovada a fórmula dois, que utiliza 13 datas, com uma fase de classificação e uma fase final. 
Na fase de classificação as oito equipes jogam entre si no sistema de ida. As quatro melhores classificadas farão um quadrangular com ida e volta.  Quem chegar à frente será o campeão estadual de 2020 e conquistará o troféu Walter Franco, além de vaga na Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Brasileiro da Série D, se não for o Confiança, que disputará a Série B. As duas últimas colocadas na fase de classificação serão rebaixadas.
Na segunda fase, as quatro equipes vão se enfrentar em jogos de ida e volta. Ao final das seis rodadas, os dois primeiros colocados da fase se sagram campeão e vice, sem a realização de finais. O campeão assegura vaga direta na Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D de 2021.
O campeão simbólico da primeira fase terá direito a escolher representar o Estado no Brasileiro da Série D ou na Copa do Brasil. Caso uma mesma equipe venha a ser campeã das duas fases, a segunda vaga da Série D, será da equipe que apresentar maior pontuação em todo o campeonato somando as duas fases.
A reunião do conselho arbitral foi comandada pelo presidente da FSF, Milton Dantas, contou com as presenças dos dirigentes e representantes das oito equipes, Confiança, Sergipe, Itabaiana, Lagarto, Freipaulistano, Dorense América e Boca Junior. Prestigiaram o evento o promotor Deijaniro Jonas, o presidente do TJD Ramon Rocha, o presidente do Sindicato dos Atletas, Carlos Memera e o presidente da ACDS, Adel Ribeiro.

Confira a primeira rodada:
11 de janeiro

Boca Júnior x Freipaulistano
Dorense x Lagarto

12 de janeiro
Confiança x Sergipe
América de Pedrinhas x Itabaiana