Rejeitado projeto que ordenaria obras e trânsito em Aracaju

Cidades

 

Foi reprovado na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) o Projeto de Lei 312/2019, de autoria do vereador Elber Batalha (PSB) que dispõe sobre a não interrupção do tráfego nas vias públicas de Aracaju e das avenidas e ruas de grande fluxo, mesmo em caráter intermitente, para a realização de obras públicas ou privadas nos horários das 6h às 9h e 18h às 20h, durante os dias úteis.
Por 12 x 5, o vereadores de oposição encaminharam e fecharam o bloco de apoio ao prefeito Edvaldo Nogueira contra o projeto que tinha objetivo de dar fluidez e organizar o trânsito de Aracaju durante períodos de obras. "Eu não estava pedindo que não houvessem obras em Aracaju, pelo contrário, o objetivo do nosso projeto era ordenar e organizar o trânsito e a forma como estão sendo feitas as obras na cidade. Uma coisa simples que se houvesse bom senso por parte da Prefeitura de Aracaju, não precisaria nem de projeto de lei. O que estão fazendo com o trânsito e a mobilidade da cidade nesses último mês é inacreditável e absurdo. O caos que a Prefeitura tem gerado é um grande transtorno para os aracajuanos. Aracaju não é mais uma cidade pequena de outrora em que se podia bloquear grandes avenida sem grandes impactos", justificou.
Elber ainda falou sobre a responsabilidade do projeto, que abria exceção para obras de caráter emergencial e de extrema necessidade, no caso de uma ponte que desabe e etc. "Era um projeto técnico, replicado de outras cidades. Ontem tivemos um engarrafamento monstruoso que ia da ponte do Bairro Industrial até a ponte do Shopping Riomar. As pessoas demoraram mais de 2h para cruzar a Beira Mar. Esse projeto visava atender um anseio e clamor da sociedade. Aracaju em proporção ao número de habitantes e de veículos é a 4ª do Brasil, então não dá para continuar pensando Aracaju como uma cidade pequena em que se pode interromper o trânsito a qualquer momento. Lamento muito essa perda que vai afetar diretamente a vida dos aracajuanos", lamentou Elber.

Foi reprovado na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) o Projeto de Lei 312/2019, de autoria do vereador Elber Batalha (PSB) que dispõe sobre a não interrupção do tráfego nas vias públicas de Aracaju e das avenidas e ruas de grande fluxo, mesmo em caráter intermitente, para a realização de obras públicas ou privadas nos horários das 6h às 9h e 18h às 20h, durante os dias úteis.
Por 12 x 5, o vereadores de oposição encaminharam e fecharam o bloco de apoio ao prefeito Edvaldo Nogueira contra o projeto que tinha objetivo de dar fluidez e organizar o trânsito de Aracaju durante períodos de obras. "Eu não estava pedindo que não houvessem obras em Aracaju, pelo contrário, o objetivo do nosso projeto era ordenar e organizar o trânsito e a forma como estão sendo feitas as obras na cidade. Uma coisa simples que se houvesse bom senso por parte da Prefeitura de Aracaju, não precisaria nem de projeto de lei. O que estão fazendo com o trânsito e a mobilidade da cidade nesses último mês é inacreditável e absurdo. O caos que a Prefeitura tem gerado é um grande transtorno para os aracajuanos. Aracaju não é mais uma cidade pequena de outrora em que se podia bloquear grandes avenida sem grandes impactos", justificou.
Elber ainda falou sobre a responsabilidade do projeto, que abria exceção para obras de caráter emergencial e de extrema necessidade, no caso de uma ponte que desabe e etc. "Era um projeto técnico, replicado de outras cidades. Ontem tivemos um engarrafamento monstruoso que ia da ponte do Bairro Industrial até a ponte do Shopping Riomar. As pessoas demoraram mais de 2h para cruzar a Beira Mar. Esse projeto visava atender um anseio e clamor da sociedade. Aracaju em proporção ao número de habitantes e de veículos é a 4ª do Brasil, então não dá para continuar pensando Aracaju como uma cidade pequena em que se pode interromper o trânsito a qualquer momento. Lamento muito essa perda que vai afetar diretamente a vida dos aracajuanos", lamentou Elber.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS