ONDE ESTÁ O QUEIROZ? DESESTABILIZA O PRESIDENTE!

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/10/2019 às 22:10:00

 

* Rômulo Rodrigues
Manhã de sábado, nas imediações do palácio do Planalto, durante conversa entre Bolsonaro e apoiadores, um ciclista presente fez a pergunta fatal: Bolsonaro, onde está o Queiroz? A resposta veio bem ao gosto do que há de pior no submundo onde habitam seus seguidores. Está com sua mãe!
Por que, uma pergunta tão simples de responder, acabou desestabilizando um Presidente da República, aparentemente entre aliados e depois gerou ameaça de morte por um de seus abnegados seguidores, contra um ciclista curioso?
Não creio que haja um só motivo; porque, pouco depois, ao ser inquirido por um Jornalista sobre a proximidade da sabatina do seu filho no Senado, respondeu; "tu é chato pra caramba, hein"?
Estes e outros episódios semelhantes, aparentemente cheios de tolices, ainda servem para mobilizar um número indefinido de idiotas e para alimentar as esperanças vazias de setores importantes do jornalismo sem caráter que não assumem que foram todos eles que colocaram o Brasil para cheirar o odor de um esgoto sem tampa.
Do ponto de vista de ser um ser humano, Bolsonaro está além da série D de qualquer divisão a que queira participar dos debates e embates nacionais.  A qualquer questionamento normal, parte para a ignorância.
O pior para ele é que sua agonia cresce em escala acelerada. Deve ser angustiante terminar a semana sabendo que Lula foi homenageado com o título de cidadão honorário de Paris e ele com um título em Rio das Pedras, capital do milicianismo.
As homenagens a Lula não param por aí; foi eleito Presidente de honra da juventude do Partido Trabalhista do Reino Unido, ovacionado no Congresso da Central Argentina dos Trabalhadores, com um sonoro "Lula Livre" e com o futuro Presidente da Argentina declarando que vai adotar o Programa "Fome Zero".
Os Socialistas saíram mais fortalecidos nas eleições de Portugal, enquanto os bolsonaristas amargaram um medíocre 0,3% dos votos e cresce muito as expectativas de Lula ganhar o Nobel da Paz.
Antecipo minha análise com respeito à premiação; acho que não é um prêmio que venha a ser destinado a nenhum brasileiro, torço para estar errado. Se estiver, e Lula for merecidamente levado ao topo da Paz Mundial, muda consideravelmente sua estatura política perante o universo político; ele passa a ser postulante ao cargo de Secretário Geral da ONU.
Diante do gigantismo do Ex-presidente, é visível o estado agudo de inquietação dos Partidos, da Justiça, do Ministério Público, da Mídia e do Militarismo que terão que prestar contas a seus patrocinadores, ao constatarem que perderam o Trem da História ao não encontrarem a saída que os salve do dilema que é, como inocentar e soltar Lula, sem serem desmoralizados?
Destruíram a Economia do Brasil ao aderirem a um Neoliberalismo que afunda aqui pelas vizinhanças do Equador e da Argentina e se assustam ao verem Macri prestes a ser escurraçado e o Lenin Moreno sendo obrigado a mudar a sede do governo de Quito para Guayaquil para não ser esmagado por uma avalanche popular, depois de sucumbir e entregar o destino do País ao FMI.
Uma constatação que pode ser exibida como página infeliz de nossa história; se as crises pelos dois países sul-americanos são mais graves do que aqui, em compensação, os povos de lá são muito mais valentes e patriotas. Neste quesito, incluindo bolivianos, venezuelanos e uruguaios, estamos na lanterna dos afogados.
O certo é que no juridiquês gilmariano, a Lava Jato produziu chorume do mais alto grau de toxicologia que se tem notícia.
As afirmações do Ministro Gilmar Mendes de que hoje se sabe de maneira muito clara, e o Intercept está aí para confirmar, e nunca foi desmentido que, usava-se a prisão provisória como elemento de tortura, a conclusão é que são bandidos de alta periculosidade..
  
Quando Lula reafirma do alto de sua dignidade moral que não a troca por sua liberdade; a juizeca, Moro Lebbos, determina que ele tem que pagar R$ 4,9 milhões pela estadia em um cárcere forçado e é, em seguida, desmoralizada pelo CNJ que diz que ele tem que ficar até Janeiro de 2021, fica claro que a Moro de Saia, sabendo que, a militância arrecadaria tal soma num piscar de olho, a grana teria como destinatário o tal fundo do Dallagnol para fazer caixa dois e eleger uma bancada para o futuro Congresso Nacional.
Tudo indica que o inferno astral de Bolsonaro e toda a trupe de golpistas está bem caracterizado no laranjal do PSL, que Moro, como bom capacho, tenta ocultar.
Dentro do seu estilo de louvor ao ódio e à mediocridade os fuzilamentos se intensificam nos estamentos militares Brasil à fora e os recentes ataques com volumes exagerados de Pixe às Praias do Nordeste, onde Bozo não se cria, são provas das mais contundentes.
Aproveitando o resgate dos 52 anos da prisão e assassinato de Che Guevara, ficam dois ensinamentos apropriados para os que resistem; 1) A única luta que se perde é a que se abandona e;  2) Se hoje estamos em luta, o futuro nos pertence.
* Rômulo Rodrigues é militante político 

* Rômulo Rodrigues

Manhã de sábado, nas imediações do palácio do Planalto, durante conversa entre Bolsonaro e apoiadores, um ciclista presente fez a pergunta fatal: Bolsonaro, onde está o Queiroz? A resposta veio bem ao gosto do que há de pior no submundo onde habitam seus seguidores. Está com sua mãe!
Por que, uma pergunta tão simples de responder, acabou desestabilizando um Presidente da República, aparentemente entre aliados e depois gerou ameaça de morte por um de seus abnegados seguidores, contra um ciclista curioso?
Não creio que haja um só motivo; porque, pouco depois, ao ser inquirido por um Jornalista sobre a proximidade da sabatina do seu filho no Senado, respondeu; "tu é chato pra caramba, hein"?
Estes e outros episódios semelhantes, aparentemente cheios de tolices, ainda servem para mobilizar um número indefinido de idiotas e para alimentar as esperanças vazias de setores importantes do jornalismo sem caráter que não assumem que foram todos eles que colocaram o Brasil para cheirar o odor de um esgoto sem tampa.
Do ponto de vista de ser um ser humano, Bolsonaro está além da série D de qualquer divisão a que queira participar dos debates e embates nacionais.  A qualquer questionamento normal, parte para a ignorância.
O pior para ele é que sua agonia cresce em escala acelerada. Deve ser angustiante terminar a semana sabendo que Lula foi homenageado com o título de cidadão honorário de Paris e ele com um título em Rio das Pedras, capital do milicianismo.
As homenagens a Lula não param por aí; foi eleito Presidente de honra da juventude do Partido Trabalhista do Reino Unido, ovacionado no Congresso da Central Argentina dos Trabalhadores, com um sonoro "Lula Livre" e com o futuro Presidente da Argentina declarando que vai adotar o Programa "Fome Zero".
Os Socialistas saíram mais fortalecidos nas eleições de Portugal, enquanto os bolsonaristas amargaram um medíocre 0,3% dos votos e cresce muito as expectativas de Lula ganhar o Nobel da Paz.
Antecipo minha análise com respeito à premiação; acho que não é um prêmio que venha a ser destinado a nenhum brasileiro, torço para estar errado. Se estiver, e Lula for merecidamente levado ao topo da Paz Mundial, muda consideravelmente sua estatura política perante o universo político; ele passa a ser postulante ao cargo de Secretário Geral da ONU.
Diante do gigantismo do Ex-presidente, é visível o estado agudo de inquietação dos Partidos, da Justiça, do Ministério Público, da Mídia e do Militarismo que terão que prestar contas a seus patrocinadores, ao constatarem que perderam o Trem da História ao não encontrarem a saída que os salve do dilema que é, como inocentar e soltar Lula, sem serem desmoralizados?
Destruíram a Economia do Brasil ao aderirem a um Neoliberalismo que afunda aqui pelas vizinhanças do Equador e da Argentina e se assustam ao verem Macri prestes a ser escurraçado e o Lenin Moreno sendo obrigado a mudar a sede do governo de Quito para Guayaquil para não ser esmagado por uma avalanche popular, depois de sucumbir e entregar o destino do País ao FMI.
Uma constatação que pode ser exibida como página infeliz de nossa história; se as crises pelos dois países sul-americanos são mais graves do que aqui, em compensação, os povos de lá são muito mais valentes e patriotas. Neste quesito, incluindo bolivianos, venezuelanos e uruguaios, estamos na lanterna dos afogados.
O certo é que no juridiquês gilmariano, a Lava Jato produziu chorume do mais alto grau de toxicologia que se tem notícia.
As afirmações do Ministro Gilmar Mendes de que hoje se sabe de maneira muito clara, e o Intercept está aí para confirmar, e nunca foi desmentido que, usava-se a prisão provisória como elemento de tortura, a conclusão é que são bandidos de alta periculosidade..  Quando Lula reafirma do alto de sua dignidade moral que não a troca por sua liberdade; a juizeca, Moro Lebbos, determina que ele tem que pagar R$ 4,9 milhões pela estadia em um cárcere forçado e é, em seguida, desmoralizada pelo CNJ que diz que ele tem que ficar até Janeiro de 2021, fica claro que a Moro de Saia, sabendo que, a militância arrecadaria tal soma num piscar de olho, a grana teria como destinatário o tal fundo do Dallagnol para fazer caixa dois e eleger uma bancada para o futuro Congresso Nacional.
Tudo indica que o inferno astral de Bolsonaro e toda a trupe de golpistas está bem caracterizado no laranjal do PSL, que Moro, como bom capacho, tenta ocultar.
Dentro do seu estilo de louvor ao ódio e à mediocridade os fuzilamentos se intensificam nos estamentos militares Brasil à fora e os recentes ataques com volumes exagerados de Pixe às Praias do Nordeste, onde Bozo não se cria, são provas das mais contundentes.
Aproveitando o resgate dos 52 anos da prisão e assassinato de Che Guevara, ficam dois ensinamentos apropriados para os que resistem; 1) A única luta que se perde é a que se abandona e;  2) Se hoje estamos em luta, o futuro nos pertence.

* Rômulo Rodrigues é militante político