Seleção de GAF estreia no Mundial de Stuttgart

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Na busca da vaga Olímpica a Seleção Brasileira de Ginástica Artística Feminina (GAF) estreia neste sábado no Mundial em Stuttgart
Na busca da vaga Olímpica a Seleção Brasileira de Ginástica Artística Feminina (GAF) estreia neste sábado no Mundial em Stuttgart

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 04/10/2019 às 22:20:00

 

Chegou o momento mais esperando na temporada para a Ginástica Artística do Brasil. Com a disputa do qualificatório feminino por equipes, a Seleção Brasileira estreia neste sábado (5) no Campeonato Mundial de Stuttgart (ALE). A competição será realizada no Hanns Martin Schleyer Halle e as meninas brasileiras iniciarão sua apresentação a partir das 15h (horário de Brasília).
O Brasil integra a subdivisão 12, a última do dia, onde fará suas séries ao lado dos Estados Unidos, Finlândia e ginastas da Nova Zelândia e Cingapura. A principal meta da equipe brasileira na competição será a de ficar entre as nove mais bem classificadas no geral, nota de corte para assegurar a classificação à Olimpíada de Tóquio-2020.
Como Estados Unidos, Rússia e China carimbaram a vaga no Mundial do ano passado, é possível que uma posição entre os 12 melhores assegure para o Brasil a classificação para Tóquio. Avançarão para a final por equipe, que será disputada na próxima terça-feira (8), as seleções que ficarem nas oito primeiras colocações do qualificatório.

Chegou o momento mais esperando na temporada para a Ginástica Artística do Brasil. Com a disputa do qualificatório feminino por equipes, a Seleção Brasileira estreia neste sábado (5) no Campeonato Mundial de Stuttgart (ALE). A competição será realizada no Hanns Martin Schleyer Halle e as meninas brasileiras iniciarão sua apresentação a partir das 15h (horário de Brasília).
O Brasil integra a subdivisão 12, a última do dia, onde fará suas séries ao lado dos Estados Unidos, Finlândia e ginastas da Nova Zelândia e Cingapura. A principal meta da equipe brasileira na competição será a de ficar entre as nove mais bem classificadas no geral, nota de corte para assegurar a classificação à Olimpíada de Tóquio-2020.
Como Estados Unidos, Rússia e China carimbaram a vaga no Mundial do ano passado, é possível que uma posição entre os 12 melhores assegure para o Brasil a classificação para Tóquio. Avançarão para a final por equipe, que será disputada na próxima terça-feira (8), as seleções que ficarem nas oito primeiras colocações do qualificatório.