Peleja sem fim no País do Forró

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Sem rabo preso
Sem rabo preso

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 03/10/2019 às 22:26:00

 

04/10/19
9h- Carlos Leal
Tema: CLEMILDA MUITO ALÉM DO TALCO NO SALÃO
Jornalista formado pela Universidade Tiradentes, especialista em Marketing Digital pela Universidade Estácio de Sá, produtor cultural, roteirista, co-autor do livro Cem Anos de Dorival Caymmi (EdUfba). Integrante do grupo de pesquisa Canto de Cada Canto, da Universidade Federal da Bahia(UFBA), atualmente pesquisa a vida e obra de Clemilda para uma biografia que deverá ser lançada em breve.
9:20h- Paulo Corrêa
Tema: Forró na mídia.
* Natural de Lagarto, Sergipe, radialista, jornalista, produtor cultural, pesquisador da música popular brasileira e da música nordestina.
Prestou consultoria para a gravadora Revivendo de Curitiba, Paraná, para seleção de repertório de CD's de Luiz Gonzaga.
Criou em 2001, os projetos "Marinete do Forró" e Fórum de Forró de Aracaju (do qual fez a coordenação de treze das quinze edições do projeto).
Apresenta há doze anos, o Programa "Nação Nordestina" na Rádio Aperipê FM, 104,9, nas manhãs de domingo, das 08h às 10h.
Integra desde 2015, como representante de Sergipe, a Comissão Nacional do Fórum de Forró, responsável pelo registro do processo do Forró como Patrimônio Imaterial do Brasil, e é autor e coordenador do projeto Fórum Nacional da Música Nordestina.
9:40h- Maria Augusta Mundim Vargas
Tema- Festejos Juninos: abordagens e percursos metodológicos sobre as manifestações e a Sergipanidade.
Doutora em Geografia pela UNESP/1999. Professora do Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Federal de Sergipe. Atua e participa de redes de estudos culturais (RETEC - rede internacional sobre Território e Cultura; INTERCULTURA- Rede de estudos sobre festa, nação e Cultura). Coordena o grupo de estudos e pesquisa do CNPq Sociedade e Cultura.
10h- Gilson Souza
Tema - Quadrilhas juninas: espaço de tradição para o fortalecimento do forró enquanto expressão cultural.
É jornalista, escritor e pesquisador da cultura popular. Mestre em Comunicação pela UFS.
10:20h- Thiago Paulino
Tema- Palco de Disputas no "País do Forró" -
* Jornalista, mestre em mídia e Cultura pela UFPE, doutor em Sociologia pela Universidade Federal de Sergipe.
RESUMO: a palestra será a respeito da pesquisa que estudou as disputas identitárias em torno das programações juninas do ForroCaju. Trazendo também informações sobre artistas forrozeiros tradicionais e como eles observam essas disputas.
10:40h- Vinícius Dejair
Tema: FORRÓ, DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO E SUSTENTABILIDADE: ESTRATÉGIAS DE DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO PARA AS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS ENVOLVIDAS COM EVENTOS DE FORRÓ EM ARACAJU/SE.
* Professor Efetivo do Instituto Federal de Sergipe - IFS; Administrador de Empresas; Doutorando em Administração de Empresas; Mestre em Administração de Empresas; Especialização em Estratégia e Gestão de Pessoas; Professional Coach; Coordenou e Ministrou aulas de Graduação e Pós-Graduação na Estácio Sergipe, Fanese e FAMA; Compositor e Músico há 23 anos; 9 CDs e 2 DVDs autorais com as Bandas "Os Humildes" e "Xotebaião".
11h- Lucas Nascimento Bispo - LUKINHA NASCIMENTO
Tema:Tema: Forró Caju 2015 e 2016: A Economia Política da cultura para o conceito de indústria Cultural.
Integrante da Orquestra Sanfônica de Aracaju - 2010-2017 / Sanfoneiro do Forró Maturi - campeão do Festival Nacional de Forró de Itaúnas - FENFIT 2019 / Bacharel em Ciências Econômicas - Universidade Federal de Sergipe - UFS 2017
14h- Perguntas & Respostas (temáticas dos palestrantes)
15h- Forró no coração, De geração a Geração.
Mediador - Paulo Corrêa
Convidados: Erivaldo de Carira & Lourinho do Acordeon
15:30h- Mesa Feminina - mulheres no forró - mediadora: Antônia Amorosa.
Convidadas - Cidinha du Aracaju, Virgínia Fontes, Madrinha Geunice, Luiza Lu, Karmem Corrêa, Nana Trio
16:15h- Forró Criativo - projetos permanentes pelo Forró.
Mediador - José Paulino
Convidados: Alberto Marcelino, Bob Lelis, Chiquinho do Além Mar e Vicente do Capunga.
16:40h - Henrique Sampaio
Tema: Os Fóruns de Forró: objetivos, formas de organização, mobilização e estratégias de ação.
Gestor do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa e Extensão em Educação Popular e Economia Solidária - Nuplar/COEP/PRAC/UFPB, onde
desenvolve projetos de extensão e pesquisa, tendo sido um dos coordenadores do I
Encontro Nacional de Forrozeiros e II Fórum Forró de Raiz.Graduado em História e
Mestre em Sociologia pela UFPB.
Encerramento com entrega de certificados, às 22h- Casa de Forró Cariri ( vivência em espaço destinado ao forró, como consumo social - dança e música).
05/10
10h- Passeio na Feira
Rural do Forró (acolhimento)

Amorosa chamou o doutor para a roda e ele não se fez de rogado. Embora não seja exatamente um forrozeiro de chapéu e gibão, o jornalista e pesquisador Tiago Paulino comeu a poeira de muita estrada para tentar entender os conflitos gerados pela exploração comercial do forró. A sua tese deu origem a um livro precioso, capaz de restaurar a seriedade subtraída a um debate o mais necessário, interditado por interesses de muitos milhões em moeda corrente.

Fala-se aqui, melhor dizer de uma vez por todas, da degeneração de Cultura em produto, com o controverso patrocínio do dinheiro público. 'Palco de Disputas e Disputas pelo Palco no País do Forró', o título adianta, se atém aos grandes eventos realizados sob o pretexto dos festejos juninos em Sergipe. E, sendo assim, tem o potencial de futucar as feridas de muita gente graúda, como só o bom jornalismo faz.

Em busca dos depoimentos da brava gente forrozeira, Thiago se mostrou um profissional diligente, atento à função social tantas vezes desprezada no exercício do jornalismo. O danado não tem rabo preso. O próprio tema eleito para a sua pesquisa de doutorado, base da publicação, atesta a sua cepa, a matéria da pena empenhada em tão delicada tarefa. Só quem não compactua com os podres poderes nos serões da província conhece o preço cobrado por um mínimo de ética e independência num meio tão caduco.

Segundo Paulino, o livro pega o fio da meada, atento aos laços de uma história já muito antiga, para fazer uma pergunta que não quer calar. 

"Este é um livro sobre o forró. Entendemos o forró aqui como dança, ritmos (xote, baião, arrasta-pé) e estilos (forró eletrônico, forró pé de serra, universitário). Uma bela colcha de retalhos costuradas por muitas mãos ao longo do tempo. Mãos de compositores, músicos, produtores, empresários, comunicadores. A musicalidade do forró também ajudou a atribuir sentidos para o nordeste e enriquecer o patrimônio cultural brasileiro. Mas até que ponto o forró tradicional com suas histórias consegue espaço para subir aos palcos financiados pelo dinheiro público e se mostrar ao povo nas festas juninas?".

O leitor habitual talvez estranhe o tom complacente destas linhas, que chegam ao cúmulo de opinar, esbanjando adjetivos, sobre um livro de cunho científico. Mas é assim mesmo. A bem da verdade, a ousadia de Paulino me torna menos solitário e lava a alma de qualquer um com coragem para tomar partido na peleja.

Confira a programação da I Roda Sergipana de Forró,

na Escola do Legislativo (Praça Fausto Cardoso)

04/10/19
9h- Carlos Leal

Tema: CLEMILDA MUITO ALÉM DO TALCO NO SALÃO
Jornalista formado pela Universidade Tiradentes, especialista em Marketing Digital pela Universidade Estácio de Sá, produtor cultural, roteirista, co-autor do livro Cem Anos de Dorival Caymmi (EdUfba). Integrante do grupo de pesquisa Canto de Cada Canto, da Universidade Federal da Bahia(UFBA), atualmente pesquisa a vida e obra de Clemilda para uma biografia que deverá ser lançada em breve.

9:20h- Paulo Corrêa
Tema: Forró na mídia.
* Natural de Lagarto, Sergipe, radialista, jornalista, produtor cultural, pesquisador da música popular brasileira e da música nordestina.
Prestou consultoria para a gravadora Revivendo de Curitiba, Paraná, para seleção de repertório de CD's de Luiz Gonzaga.
Criou em 2001, os projetos "Marinete do Forró" e Fórum de Forró de Aracaju (do qual fez a coordenação de treze das quinze edições do projeto).
Apresenta há doze anos, o Programa "Nação Nordestina" na Rádio Aperipê FM, 104,9, nas manhãs de domingo, das 08h às 10h.
Integra desde 2015, como representante de Sergipe, a Comissão Nacional do Fórum de Forró, responsável pelo registro do processo do Forró como Patrimônio Imaterial do Brasil, e é autor e coordenador do projeto Fórum Nacional da Música Nordestina.

9:40h- Maria Augusta Mundim Vargas
Tema- Festejos Juninos: abordagens e percursos metodológicos sobre as manifestações e a Sergipanidade.
Doutora em Geografia pela UNESP/1999. Professora do Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Federal de Sergipe. Atua e participa de redes de estudos culturais (RETEC - rede internacional sobre Território e Cultura; INTERCULTURA- Rede de estudos sobre festa, nação e Cultura). Coordena o grupo de estudos e pesquisa do CNPq Sociedade e Cultura.

10h- Gilson Souza
Tema - Quadrilhas juninas: espaço de tradição para o fortalecimento do forró enquanto expressão cultural.
É jornalista, escritor e pesquisador da cultura popular. Mestre em Comunicação pela UFS.

10:20h- Thiago Paulino
Tema- Palco de Disputas no "País do Forró" -
* Jornalista, mestre em mídia e Cultura pela UFPE, doutor em Sociologia pela Universidade Federal de Sergipe.
RESUMO: a palestra será a respeito da pesquisa que estudou as disputas identitárias em torno das programações juninas do ForroCaju. Trazendo também informações sobre artistas forrozeiros tradicionais e como eles observam essas disputas.

10:40h- Vinícius Dejair
Tema: FORRÓ, DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO E SUSTENTABILIDADE: ESTRATÉGIAS DE DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO PARA AS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS ENVOLVIDAS COM EVENTOS DE FORRÓ EM ARACAJU/SE.
* Professor Efetivo do Instituto Federal de Sergipe - IFS; Administrador de Empresas; Doutorando em Administração de Empresas; Mestre em Administração de Empresas; Especialização em Estratégia e Gestão de Pessoas; Professional Coach; Coordenou e Ministrou aulas de Graduação e Pós-Graduação na Estácio Sergipe, Fanese e FAMA; Compositor e Músico há 23 anos; 9 CDs e 2 DVDs autorais com as Bandas "Os Humildes" e "Xotebaião".

11h- Lucas Nascimento Bispo - LUKINHA NASCIMENTO
Tema:Tema: Forró Caju 2015 e 2016: A Economia Política da cultura para o conceito de indústria Cultural.
Integrante da Orquestra Sanfônica de Aracaju - 2010-2017 / Sanfoneiro do Forró Maturi - campeão do Festival Nacional de Forró de Itaúnas - FENFIT 2019 / Bacharel em Ciências Econômicas - Universidade Federal de Sergipe - UFS 2017

14h- Perguntas & Respostas (temáticas dos palestrantes)

15h- Forró no coração, De geração a Geração.

Mediador - Paulo CorrêaConvidados: Erivaldo de Carira & Lourinho do Acordeon

15:30h- Mesa Feminina - mulheres no forró - mediadora: Antônia Amorosa.Convidadas - Cidinha du Aracaju, Virgínia Fontes, Madrinha Geunice, Luiza Lu, Karmem Corrêa, Nana Trio

16:15h- Forró Criativo - projetos permanentes pelo Forró.Mediador - José PaulinoConvidados: Alberto Marcelino, Bob Lelis, Chiquinho do Além Mar e Vicente do Capunga.

16:40h - Henrique Sampaio
Tema: Os Fóruns de Forró: objetivos, formas de organização, mobilização e estratégias de ação.
Gestor do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa e Extensão em Educação Popular e Economia Solidária - Nuplar/COEP/PRAC/UFPB, onde
desenvolve projetos de extensão e pesquisa, tendo sido um dos coordenadores do I
Encontro Nacional de Forrozeiros e II Fórum Forró de Raiz.Graduado em História eMestre em Sociologia pela UFPB.
Encerramento com entrega de certificados, às 22h- Casa de Forró Cariri ( vivência em espaço destinado ao forró, como consumo social - dança e música).


05/1010h-
Passeio na FeiraRural do Forró (acolhimento)