Samba, Soul e Funk pedem passagem na quarta-feira do Ilê Akará

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/10/2019 às 23:11:00

 

Quem já conhece o Ilê Akará sabe que música boa e comida da melhor qualidade tem endereço certo nas noites de quarta-feira da capital sergipana. E essa semana a tradição vai se manter com um line-up de tirar o fôlego.
 
A casa abre as portas às 18h com DJ Grau nas pickups, com clássicos do samba para animar o happy hour - que essa semana tem cerveja dobrada até as 19h30. Em seguida, Grau sai dos toca discos e vai para o  violão com o projeto Samba a Dois, formado por ele e Wilyane Corumba. 
No repertório,  sambas de artistas consagrados como Zé Kéti, Roberto Ribeiro, Alcione, Sergio Sampaio e Tom Zé, além de uma seleção de sambas modernos compostos por artistas pouco conhecidos no mainstream, como Douglas Germano, Lucas Santanna, dentre outros.  O show  - que é a estreia do Samba a Dois - conta ainda com a participação da cantora Deby Lima. 
Encerrando a programação, DJ Mazz vem com o set Brasil Funk & Soul, com mixagem ao vivo no vinil, de uma seleção de músicas do Funk e Soul brasileiros, com nomes como Gerson King Combo, Sandra de Sá, Tim Maia, entre outros que fazem parte desse rico universo da música.  
O Ilê Akará é um projeto da Parêa Culinária Artesanal, que promove noites de cultura e gastronomia afrobrasileira no Conjunto Beira Mar I, no Aeroporto. 
"Pra gente é muito importante poder marcar este espaço de resistência cultural, unindo música, a culinária afro e outras expressões de arte e cultura sergipana", explica Raíssa Stefaní que divide com sua companheira Elis Correia o comando da Casa do Acarajé, e assina os pratos do menu.  

Quem já conhece o Ilê Akará sabe que música boa e comida da melhor qualidade tem endereço certo nas noites de quarta-feira da capital sergipana. E essa semana a tradição vai se manter com um line-up de tirar o fôlego. A casa abre as portas às 18h com DJ Grau nas pickups, com clássicos do samba para animar o happy hour - que essa semana tem cerveja dobrada até as 19h30. Em seguida, Grau sai dos toca discos e vai para o  violão com o projeto Samba a Dois, formado por ele e Wilyane Corumba. 
No repertório,  sambas de artistas consagrados como Zé Kéti, Roberto Ribeiro, Alcione, Sergio Sampaio e Tom Zé, além de uma seleção de sambas modernos compostos por artistas pouco conhecidos no mainstream, como Douglas Germano, Lucas Santanna, dentre outros.  O show  - que é a estreia do Samba a Dois - conta ainda com a participação da cantora Deby Lima. 
Encerrando a programação, DJ Mazz vem com o set Brasil Funk & Soul, com mixagem ao vivo no vinil, de uma seleção de músicas do Funk e Soul brasileiros, com nomes como Gerson King Combo, Sandra de Sá, Tim Maia, entre outros que fazem parte desse rico universo da música.  
O Ilê Akará é um projeto da Parêa Culinária Artesanal, que promove noites de cultura e gastronomia afrobrasileira no Conjunto Beira Mar I, no Aeroporto. 
"Pra gente é muito importante poder marcar este espaço de resistência cultural, unindo música, a culinária afro e outras expressões de arte e cultura sergipana", explica Raíssa Stefaní que divide com sua companheira Elis Correia o comando da Casa do Acarajé, e assina os pratos do menu.