Duda e Ágatha largam na frente em Vila Velha-ES

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Duda e Ágatha vibram com a medalha de ouro conquistada na abertura do Circuito Nacional em Vila Velha-ES
Duda e Ágatha vibram com a medalha de ouro conquistada na abertura do Circuito Nacional em Vila Velha-ES

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 01/10/2019 às 08:04:00

 

A sergipana Duda Lisboa e a paranaense Ágatha Rippel começaram bem a temporada 2019-2020. Ágatha e Duda (PR/SE) conquistou na noite deste sábado (28) o título da etapa Vila Velha (ES), primeira parada do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 19/20. Elas superaram na decisão Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) por 2 sets a 0 (21/13, 21/11) na arena montada na Praia da Costa, que ficou lotada.
A paranaense e a sergipana chegaram ao Espírito Santo depois de uma rápida pausa. Elas não estiveram na disputa do Superpraia, em Brasília (DF), no mês passado, vencido por Ana e Rebecca. Elas optaram pelo descanso após um período de seis semanas seguidas, rodando o Circuito Mundial. Mas o retorno às competições em território nacional trouxe bons frutos. O que foi motivo de muita alegria para Ágatha.
As duas duplas chegaram invictas na decisão em Vila Velha, Ana e Rebecca sequer tinham perdido um set. Para Duda, o nível de competição entre os times brasileiros faz com que cada jogo seja definido na estratégia. 
- A Ana e a Rebecca jogam demais. A gente sempre se enfrenta e elas estão fazendo coisas diferentes, surpreendendo. É como em um jogo de xadrez, a estratégia faz a diferença. Estamos muito felizes com o trabalho que vem sido feito pela nossa comissão técnica, e este título eu dedico a eles - disse a sergipana Duda.
A medalha de bronze ficou com Fernanda Berti e Bárbara Seixas (RJ), campeãs brasileiras da temporada 2018/2019, que superaram Taiana e Talita por 2 sets a 0 (21/17 e 21/14). Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.
A segunda parada do Brasileiro ocorre em Cuiabá (MT), de 23 a 27 de outubro. A terceira etapa, em novembro de 2019 e as outras quatro a serem realizadas no primeiro semestre de 2020 ainda terão datas e cidades divulgadas pela CBV.

A sergipana Duda Lisboa e a paranaense Ágatha Rippel começaram bem a temporada 2019-2020. Ágatha e Duda (PR/SE) conquistou na noite deste sábado (28) o título da etapa Vila Velha (ES), primeira parada do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 19/20. Elas superaram na decisão Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) por 2 sets a 0 (21/13, 21/11) na arena montada na Praia da Costa, que ficou lotada.
A paranaense e a sergipana chegaram ao Espírito Santo depois de uma rápida pausa. Elas não estiveram na disputa do Superpraia, em Brasília (DF), no mês passado, vencido por Ana e Rebecca. Elas optaram pelo descanso após um período de seis semanas seguidas, rodando o Circuito Mundial. Mas o retorno às competições em território nacional trouxe bons frutos. O que foi motivo de muita alegria para Ágatha.
As duas duplas chegaram invictas na decisão em Vila Velha, Ana e Rebecca sequer tinham perdido um set. Para Duda, o nível de competição entre os times brasileiros faz com que cada jogo seja definido na estratégia. 
- A Ana e a Rebecca jogam demais. A gente sempre se enfrenta e elas estão fazendo coisas diferentes, surpreendendo. É como em um jogo de xadrez, a estratégia faz a diferença. Estamos muito felizes com o trabalho que vem sido feito pela nossa comissão técnica, e este título eu dedico a eles - disse a sergipana Duda.
A medalha de bronze ficou com Fernanda Berti e Bárbara Seixas (RJ), campeãs brasileiras da temporada 2018/2019, que superaram Taiana e Talita por 2 sets a 0 (21/17 e 21/14). Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.
A segunda parada do Brasileiro ocorre em Cuiabá (MT), de 23 a 27 de outubro. A terceira etapa, em novembro de 2019 e as outras quatro a serem realizadas no primeiro semestre de 2020 ainda terão datas e cidades divulgadas pela CBV.