Os Santos Anjos da Guarda

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/10/2019 às 07:55:00

 

* Raymundo Mello
(publicação de Raymundinho Mello, seu filho)
 
Chegamos em outubro, um mês com mui-
tas celebrações ricas em espiritualidade. 
Citemos algumas: hoje, dia 1.º - Santa Teresinha do Menino Jesus; amanhã, dia 2, faremos memória aos Santos Anjos da Guarda; dia 4 - São Francisco de Assis; dia 5 - São Benedito, o Negro; dia 7 - Nossa Senhora do Rosário; dia 11 - São João XXIII; dia 12 - Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil - e, neste dia tão belo, festejamos outra data muito significativa, o dia das crianças; dia 15 - Santa Teresa d'Ávila - e também o dia do professor; dia 16 - Santa Edviges e Santa Margarida Maria Alacoque; dia 17 - Santo Inácio de Antioquia; dia 18 - São Lucas Evangelista; dia 20 - dia mundial das Missões e da Obra Pontifícia da Infância Missionária; dia 22 - São João Paulo II; dia 25 - Santo Antônio de Sant'Ana Galvão (o nosso Frei Galvão); dia 28 - São Simão e São Judas Tadeu, Apóstolos - quando se festeja também o dia do funcionário público, entre outras igualmente importantes.
Nesta nossa 1.ª publicação do mês, pensei em trazer para os caros amigos leitores que nos acompanham neste artigo semanal das terças-feiras aqui no 'Jornal do Dia', algumas pontuações sobre - talvez - a mais singela das devoções, por ser a primeira que as crianças aprendem, no esplendor da sua inocência - a devoção ao Santo Anjo da Guarda.
Dom Bosco, o Santo fundador dos Salesianos, tinha uma grande devoção aos Santos Anjos da Guarda e ensinava esta devoção aos seus filhos espirituais; chegou a escrever um livro sobre o assunto, intitulado "IL DIVOTO DELL' ANGELO CUSTODE" - "O devoto do Anjo da Guarda", contendo 10 profundas meditações e um exercício de devoção ao Santo Anjo da Guarda.
Deste livro, extraio a Oração n.º 1 do Exercício de Devoção por ele proposto: "Meu Anjo da Guarda, vós que não merecestes cuidar tanto de mim, abominável pecador, por favor, confirma o meu espírito com viva fé, firme esperança e inflamada caridade, de modo que, desprezando o mundo, eu pense só em amar e servir ao meu Deus". Reze-se, em seguida, o "Santo Anjo do Senhor" e o "Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo" (Dom Bosco).
Habituemo-nos a rezar esta oração todos os dias, muitas vezes durante o dia, e, com certeza, estaremos protegidos dos perigos deste mundo. E ensinemos nossas crianças a rezá-la, cultivando - desde pequeninas - a tão bela devoção ao Anjo da Guarda, como tão bem nos instruíram na infância os nossos avôs e avós, pais e mães, tios e tias, padrinhos e madrinhas, babás e - impossível esquecer - as primeiras professoras.
Estes dias, refletindo sobre a beleza desta oração tão simples mas tão confortante, aventurei-me em rabiscar alguns versos lembrando a tão doce devoção ao Anjo da Guarda, e agora partilho-os com os caros amigos, desejando que lhes sejam espiritualmente proveitosos.
Meu Santo Anjo
                    (Raymundinho Mello) 
Santo Anjo do Senhor,
que me protege desde pequenino,
pra ti eu rezo confiante
com uma prece ou um hino
lhe pedindo a proteção
para seguir adiante,
livre da tentação.
És meu zeloso guardador,
e bem fostes o primeiro
pra quem aprendi a rezar.
És do Pai um mensageiro
que estás sempre por perto
para sempre me lembrar
de andar no caminho certo.
Se a ti me confiou
a piedade divina,
nunca dormes na missão.
E em cada rua ou esquina
se tem perigo adiante
seguro por tua mão
vou seguindo confiante.
Minha mãe me ensinou
e eu continuo rezando:
sempre me rege e me guarde
e me faça viver amando,
não só os que me convém,
mas pela fé que em meu peito arde,
ame os inimigos também.
Que me governe, te imploro,
e que eu seja caridoso,
pois o Pai nos deu Seu Filho
como dom mais precioso.
Que Sua luz me ilumine pro bem
e à minha vida dê mais brilho,
por todo o sempre. Amém!
E.T. - Amanhã, 2/10/2019 - precisos 2 anos e meio da Páscoa definitiva de um pai.
* Raymundo Mello é Memorialista
raymundopmello@yahoo.com.br

* Raymundo Mello

(publicação de Raymundinho Mello, seu filho)

Chegamos em outubro, um mês com mui- tas celebrações ricas em espiritualidade.  Citemos algumas: hoje, dia 1.º - Santa Teresinha do Menino Jesus; amanhã, dia 2, faremos memória aos Santos Anjos da Guarda; dia 4 - São Francisco de Assis; dia 5 - São Benedito, o Negro; dia 7 - Nossa Senhora do Rosário; dia 11 - São João XXIII; dia 12 - Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil - e, neste dia tão belo, festejamos outra data muito significativa, o dia das crianças; dia 15 - Santa Teresa d'Ávila - e também o dia do professor; dia 16 - Santa Edviges e Santa Margarida Maria Alacoque; dia 17 - Santo Inácio de Antioquia; dia 18 - São Lucas Evangelista; dia 20 - dia mundial das Missões e da Obra Pontifícia da Infância Missionária; dia 22 - São João Paulo II; dia 25 - Santo Antônio de Sant'Ana Galvão (o nosso Frei Galvão); dia 28 - São Simão e São Judas Tadeu, Apóstolos - quando se festeja também o dia do funcionário público, entre outras igualmente importantes.
Nesta nossa 1.ª publicação do mês, pensei em trazer para os caros amigos leitores que nos acompanham neste artigo semanal das terças-feiras aqui no 'Jornal do Dia', algumas pontuações sobre - talvez - a mais singela das devoções, por ser a primeira que as crianças aprendem, no esplendor da sua inocência - a devoção ao Santo Anjo da Guarda.
Dom Bosco, o Santo fundador dos Salesianos, tinha uma grande devoção aos Santos Anjos da Guarda e ensinava esta devoção aos seus filhos espirituais; chegou a escrever um livro sobre o assunto, intitulado "IL DIVOTO DELL' ANGELO CUSTODE" - "O devoto do Anjo da Guarda", contendo 10 profundas meditações e um exercício de devoção ao Santo Anjo da Guarda.
Deste livro, extraio a Oração n.º 1 do Exercício de Devoção por ele proposto: "Meu Anjo da Guarda, vós que não merecestes cuidar tanto de mim, abominável pecador, por favor, confirma o meu espírito com viva fé, firme esperança e inflamada caridade, de modo que, desprezando o mundo, eu pense só em amar e servir ao meu Deus". Reze-se, em seguida, o "Santo Anjo do Senhor" e o "Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo" (Dom Bosco).
Habituemo-nos a rezar esta oração todos os dias, muitas vezes durante o dia, e, com certeza, estaremos protegidos dos perigos deste mundo. E ensinemos nossas crianças a rezá-la, cultivando - desde pequeninas - a tão bela devoção ao Anjo da Guarda, como tão bem nos instruíram na infância os nossos avôs e avós, pais e mães, tios e tias, padrinhos e madrinhas, babás e - impossível esquecer - as primeiras professoras.
Estes dias, refletindo sobre a beleza desta oração tão simples mas tão confortante, aventurei-me em rabiscar alguns versos lembrando a tão doce devoção ao Anjo da Guarda, e agora partilho-os com os caros amigos, desejando que lhes sejam espiritualmente proveitosos.

Meu Santo Anjo
                    (Raymundinho Mello) 

Santo Anjo do Senhor,
que me protege desde pequenino,
pra ti eu rezo confiante
com uma prece ou um hino
lhe pedindo a proteção
para seguir adiante,
livre da tentação.

És meu zeloso guardador,
e bem fostes o primeiro
pra quem aprendi a rezar.
És do Pai um mensageiro
que estás sempre por perto
para sempre me lembrar
de andar no caminho certo.

Se a ti me confiou
a piedade divina,
nunca dormes na missão.
E em cada rua ou esquina
se tem perigo adiante
seguro por tua mão
vou seguindo confiante.

Minha mãe me ensinou
e eu continuo rezando:
sempre me rege e me guarde
e me faça viver amando,
não só os que me convém,
mas pela fé que em meu peito arde,
ame os inimigos também.

Que me governe, te imploro,
e que eu seja caridoso,
pois o Pai nos deu Seu Filho
como dom mais precioso.
Que Sua luz me ilumine pro bem
e à minha vida dê mais brilho,
por todo o sempre. Amém!

E.T. - Amanhã, 2/10/2019 - precisos 2 anos e meio da Páscoa definitiva de um pai.

* Raymundo Mello é Memorialistaraymundopmello@yahoo.com.br