Náutico já vendeu mais de 4 mil ingressos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/09/2019 às 04:51:00

 

Com o Aflitos como grande arma na disputa do mata-mata da Série C do Brasileiro, o Náutico espera contar novamente com a torcida, agora no primeiro jogo da final contra o Sampaio Corrêa, neste domingo. Conforme a última parcial divulgada pelo clube alvirrubro, no início da tarde desta quinta-feira, mais de 4 mil bilhetes já foram vendidos.
A carga máxima de entradas à disposição é de 16.980, e 10% delas serão destinadas aos visitantes. OS ingressos estão sendo vendidos a R$ 60 inteira e R$ 30 meia para o público geral. Já os sócios pagam no máximo R$ 30. O clube ainda está fazendo uma promoção para o setor de cadeiras, com R$ 50 para sócios e R$ 100 para os torcedores não associados.
Com apoio da Federação Maranhense de Futebol (FMF), o Sampaio Corrêa entrou nesta quarta-feira com um pedido de interdição do Estádio dos Aflitos. O documento redigido por Gabriel Costa, advogado do clube, cita a invasão de torcedores do time pernambucano na partida contra o Paysandu como o principal motivo para a solicitação, alegando falta de segurança.
O caso citado no texto ocorreu no dia 8 de setembro, quando o Náutico venceu o Paysandu nos pênaltis, pela rodada de volta das quartas de final da Série C, e conquistou o acesso à divisão superior. Na euforia da conquista, houve uma invasão generalizada da torcida ao gramado.

Com o Aflitos como grande arma na disputa do mata-mata da Série C do Brasileiro, o Náutico espera contar novamente com a torcida, agora no primeiro jogo da final contra o Sampaio Corrêa, neste domingo. Conforme a última parcial divulgada pelo clube alvirrubro, no início da tarde desta quinta-feira, mais de 4 mil bilhetes já foram vendidos.
A carga máxima de entradas à disposição é de 16.980, e 10% delas serão destinadas aos visitantes. OS ingressos estão sendo vendidos a R$ 60 inteira e R$ 30 meia para o público geral. Já os sócios pagam no máximo R$ 30. O clube ainda está fazendo uma promoção para o setor de cadeiras, com R$ 50 para sócios e R$ 100 para os torcedores não associados.
Com apoio da Federação Maranhense de Futebol (FMF), o Sampaio Corrêa entrou nesta quarta-feira com um pedido de interdição do Estádio dos Aflitos. O documento redigido por Gabriel Costa, advogado do clube, cita a invasão de torcedores do time pernambucano na partida contra o Paysandu como o principal motivo para a solicitação, alegando falta de segurança.
O caso citado no texto ocorreu no dia 8 de setembro, quando o Náutico venceu o Paysandu nos pênaltis, pela rodada de volta das quartas de final da Série C, e conquistou o acesso à divisão superior. Na euforia da conquista, houve uma invasão generalizada da torcida ao gramado.