Torcedor morre após discussão sobre jogo de futebol

Cidades

 

Milton Alves Júnior
Foi sepultado na manhã de ontem o corpo do torcedor José Damião dos Santos, de 47 anos, que foi atingido por tiro no domingo (22), na cidade de Propriá, após discutir sobre futebol com um conhecido. Encaminhado com vida primeiramente para o Hospital Regional São Vicente de Paula - na cidade de origem do crime - a vítima chegou a receber a visita de agentes do 2° Batalhão da Polícia Militar de Sergipe, e relatou o que havia ocorrido nos instantes que antecederam o disparo. Apesar de encontrar forças para prestar depoimento, o quadro clínico seguia grave e a unidade optou por transferir a vítima para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju.
"Ele [José Damião] estava nitidamente debilitado, porém com forças suficientes para conversar com a nossa equipe e relatar com detalhes a briga que resultou no disparo de arma de fogo. Uma discussão simples no primeiro momentos, mas que foi se agravando ao ponto do suspeito sacar uma arma e atirar uma vez contra a vítima", declarou o tenente-coronel Wildes Pereira Cruz, comandante do 2°BPM. Ainda sobre esse episódio, o militar informou que os procedimentos operacionais foram de imediato iniciamos assim que foi protocolado primeiro contato com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).
 "Fomos até o local do crime, ouvimos pessoas que testemunharam a cena, e, em seguida, fomos até a unidade de saúde onde a vítima seguia recebendo os primeiros socorros. Todos os dados que recebemos assim que demos início a essa ocorrência foram repassado para a Secretaria de Estado da Segurança Pública", concluiu o oficial. A SSP, por sua vez, destacou na manhã de ontem que a Polícia Civil, por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), está analisando os acontecimentos a fim de elucidar o caso. Uma perícia também foi realizada por técnicos do Instituto Médico Legal (IML).
Apesar de já haver informações sobre a identidade do suspeito de ter atirado contra José Damião, a Secretaria de Segurança Pública, pede que, caso algum popular possua informações sobre o possível paradeiro do suspeito, entre em contato com Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), 190, e o denuncie. Esse compartilhamento de informações também podem ser realizados através da central de disque denúncia da Polícia Civil, 181. A SSP garante sigilo absoluto sobre a origem das denúncias. Novas informações sobre esse caso devem ser apresentadas após a elucidação do crime.

Milton Alves Júnior

Foi sepultado na manhã de ontem o corpo do torcedor José Damião dos Santos, de 47 anos, que foi atingido por tiro no domingo (22), na cidade de Propriá, após discutir sobre futebol com um conhecido. Encaminhado com vida primeiramente para o Hospital Regional São Vicente de Paula - na cidade de origem do crime - a vítima chegou a receber a visita de agentes do 2° Batalhão da Polícia Militar de Sergipe, e relatou o que havia ocorrido nos instantes que antecederam o disparo. Apesar de encontrar forças para prestar depoimento, o quadro clínico seguia grave e a unidade optou por transferir a vítima para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju.
"Ele [José Damião] estava nitidamente debilitado, porém com forças suficientes para conversar com a nossa equipe e relatar com detalhes a briga que resultou no disparo de arma de fogo. Uma discussão simples no primeiro momentos, mas que foi se agravando ao ponto do suspeito sacar uma arma e atirar uma vez contra a vítima", declarou o tenente-coronel Wildes Pereira Cruz, comandante do 2°BPM. Ainda sobre esse episódio, o militar informou que os procedimentos operacionais foram de imediato iniciamos assim que foi protocolado primeiro contato com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).
 "Fomos até o local do crime, ouvimos pessoas que testemunharam a cena, e, em seguida, fomos até a unidade de saúde onde a vítima seguia recebendo os primeiros socorros. Todos os dados que recebemos assim que demos início a essa ocorrência foram repassado para a Secretaria de Estado da Segurança Pública", concluiu o oficial. A SSP, por sua vez, destacou na manhã de ontem que a Polícia Civil, por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), está analisando os acontecimentos a fim de elucidar o caso. Uma perícia também foi realizada por técnicos do Instituto Médico Legal (IML).
Apesar de já haver informações sobre a identidade do suspeito de ter atirado contra José Damião, a Secretaria de Segurança Pública, pede que, caso algum popular possua informações sobre o possível paradeiro do suspeito, entre em contato com Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), 190, e o denuncie. Esse compartilhamento de informações também podem ser realizados através da central de disque denúncia da Polícia Civil, 181. A SSP garante sigilo absoluto sobre a origem das denúncias. Novas informações sobre esse caso devem ser apresentadas após a elucidação do crime.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS