Gestão Municipal e Polícia Militar discutem ações de segurança para o município

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Aspecto da reunião em São Cristóvão
Aspecto da reunião em São Cristóvão

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 24/09/2019 às 23:27:00

 

O fortalecimento e ampliação das ações de segurança pública no município são preocupações constantes do prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, que mais uma vez se reuniu com o comandante da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral; comandante do Policiamento Militar da Capital, coronel Neto e o comandante do Policiamento do Interior, coronel Rolemberg.
Nesta terça-feira (24), a pauta foi a implantação da Ronda Maria da Penha, atuação em comunidades e plano de segurança da 36° edição do Festival de Artes de São Cristóvão (Fasc), o qual ocorre entre os dias 14 e 17 de novembro.
Ao lado do comandante da Companhia que atua no município, capitão Jamisson e do diretor da SMTT local, Fábio Santos, o prefeito tratou também do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) e destacou a atuação da Corporação no Cardoso.
"A Polícia Militar é uma parceira de nossa gestão, atuou de forma eficaz nas duas edições anteriores do Fasc. A atuação no Cardoso foi importante para contermos os assaltos à ônibus no Cardoso, que estavam impedindo alunos de frequentarem as aulas. Viemos agradecer e solicitar ampliação de ações, a exemplo da Ronda Maria da Penha", declarou o prefeito.
Coronel Marcony informou sobre o planejamento de instalar unidade da PM no IFS, localizado no povoado Cardoso. Com isso, o efetivo atenderia de forma mais ágil a comunidade local. Sobre o Fasc, Marcony falou sobre o compromisso da PM. "O Festival de Artes de São Cristóvão é tradicional e temos um compromisso de realizar um trabalho melhor do que foi realizado nos dois anos anteriores, quando não ocorreu nenhuma ocorrência policial".
Ficou acertado que a Secretaria Municipal de Educação entrará em contato com o comando da PM para viabilizar a realização do Proerd nas escolas municipais.

O fortalecimento e ampliação das ações de segurança pública no município são preocupações constantes do prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, que mais uma vez se reuniu com o comandante da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral; comandante do Policiamento Militar da Capital, coronel Neto e o comandante do Policiamento do Interior, coronel Rolemberg.
Nesta terça-feira (24), a pauta foi a implantação da Ronda Maria da Penha, atuação em comunidades e plano de segurança da 36° edição do Festival de Artes de São Cristóvão (Fasc), o qual ocorre entre os dias 14 e 17 de novembro.
Ao lado do comandante da Companhia que atua no município, capitão Jamisson e do diretor da SMTT local, Fábio Santos, o prefeito tratou também do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) e destacou a atuação da Corporação no Cardoso.
"A Polícia Militar é uma parceira de nossa gestão, atuou de forma eficaz nas duas edições anteriores do Fasc. A atuação no Cardoso foi importante para contermos os assaltos à ônibus no Cardoso, que estavam impedindo alunos de frequentarem as aulas. Viemos agradecer e solicitar ampliação de ações, a exemplo da Ronda Maria da Penha", declarou o prefeito.
Coronel Marcony informou sobre o planejamento de instalar unidade da PM no IFS, localizado no povoado Cardoso. Com isso, o efetivo atenderia de forma mais ágil a comunidade local. Sobre o Fasc, Marcony falou sobre o compromisso da PM. "O Festival de Artes de São Cristóvão é tradicional e temos um compromisso de realizar um trabalho melhor do que foi realizado nos dois anos anteriores, quando não ocorreu nenhuma ocorrência policial".
Ficou acertado que a Secretaria Municipal de Educação entrará em contato com o comando da PM para viabilizar a realização do Proerd nas escolas municipais.