Preso na Bahia homem que roubou gerador em Lagarto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
ROUBADO EM LAGARTO, GERADOR FOI RECUPERADO PELA POLÍCIA NO INTERIOR DA BAHIA; UM DOS MEMBROS DA QUADRILHA ESTÁ PRESO
ROUBADO EM LAGARTO, GERADOR FOI RECUPERADO PELA POLÍCIA NO INTERIOR DA BAHIA; UM DOS MEMBROS DA QUADRILHA ESTÁ PRESO

Aderlan Rigaud é acusado de liderar um grupo receptador de geradores na região da Grande Salvador
Aderlan Rigaud é acusado de liderar um grupo receptador de geradores na região da Grande Salvador

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 19/09/2019 às 21:46:00

 

Milton Alves Júnior
Policiais civis do Com
plexo de Operações 
Policiais Especiais (Cope) e da Polícia Civil do Estado da Bahia prenderam na última quarta-feira, 18, Aderlan Rigaud dos Santos, de 39 anos. A ação policial que resultou na prisão do criminoso ocorreu na cidade de Jaguarari (BA). De acordo com informações apresentadas pelo Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), Aderlan Rigaud é acusado de liderar um grupo receptador de geradores na região da Grande Salvador, e, em Sergipe. No momento da abordagem policial, inclusive, foi encontrado um gerador originalizado da cidade sergipana de Lagarto, cadastrado no sistema integrado de Segurança Pública nacional como item subtraído por criminosos.
Segundo o delegado Felipe Neri, responsável por coordenar a operação policial que encontrou e prendeu o suspeito, há meses peritos da Poícia Civil de quatro estados estavam trabalhando em conjunto a fim de identificar o paradeio de Aderlan Rigaud. Preso em flagrante, ele também tinha mandado de prisão em aberto no Tocantins, bem como respondia a processos na Bahia e no Estado de São Paulo. Cálculos ainda não fechados indicam que o grupo liderado por ele é responsável por já ter causado um prejuízo de mais de R$ 1,5 milhão. Em virtude do acumulado de processos, a Polícia Civil não informou onde o suspeito deve responder pelos atos infracionais.
"Realizamos a nossa missão que foi estudar e monitorar passo-a-passo do suspeito, identificar onde ele costumava se esconder da polícia, e em uma estratégia bem definida em conjunto pela Segurança Pública dos estados, conseguimos encontrá-lo e dar voz de prisão. Todos os procedimentos operacionais foram concluídos, agora Aderlan Rigaud dos Santos segue confinado enquanto aguarda os procedimentos previstos para esse processo. Ele está devidamente à disposição do poder judiciário", declarou. A empresa proprietária do equipamento encontrado não se manifestou sobre a operação. A Secretaria de Estado da Segurança Pública da Bahia também não informou quando o equipamento deve ser transportado de volta para Lagarto.

Milton Alves Júnior

Policiais civis do Com plexo de Operações  Policiais Especiais (Cope) e da Polícia Civil do Estado da Bahia prenderam na última quarta-feira, 18, Aderlan Rigaud dos Santos, de 39 anos. A ação policial que resultou na prisão do criminoso ocorreu na cidade de Jaguarari (BA). De acordo com informações apresentadas pelo Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE), Aderlan Rigaud é acusado de liderar um grupo receptador de geradores na região da Grande Salvador, e, em Sergipe. No momento da abordagem policial, inclusive, foi encontrado um gerador originalizado da cidade sergipana de Lagarto, cadastrado no sistema integrado de Segurança Pública nacional como item subtraído por criminosos.
Segundo o delegado Felipe Neri, responsável por coordenar a operação policial que encontrou e prendeu o suspeito, há meses peritos da Poícia Civil de quatro estados estavam trabalhando em conjunto a fim de identificar o paradeio de Aderlan Rigaud. Preso em flagrante, ele também tinha mandado de prisão em aberto no Tocantins, bem como respondia a processos na Bahia e no Estado de São Paulo. Cálculos ainda não fechados indicam que o grupo liderado por ele é responsável por já ter causado um prejuízo de mais de R$ 1,5 milhão. Em virtude do acumulado de processos, a Polícia Civil não informou onde o suspeito deve responder pelos atos infracionais.
"Realizamos a nossa missão que foi estudar e monitorar passo-a-passo do suspeito, identificar onde ele costumava se esconder da polícia, e em uma estratégia bem definida em conjunto pela Segurança Pública dos estados, conseguimos encontrá-lo e dar voz de prisão. Todos os procedimentos operacionais foram concluídos, agora Aderlan Rigaud dos Santos segue confinado enquanto aguarda os procedimentos previstos para esse processo. Ele está devidamente à disposição do poder judiciário", declarou. A empresa proprietária do equipamento encontrado não se manifestou sobre a operação. A Secretaria de Estado da Segurança Pública da Bahia também não informou quando o equipamento deve ser transportado de volta para Lagarto.