Acidente provoca a morte de motorista na BR-235

Cidades

 

Na manhã de ontem peritos do Instituto Médico Legal (IML/SE), foram acionado para recolher o corpo de um motorista de carro que perdeu o controle do veículo e caiu em um riacho às margens da BR-235, no município de Nossa Senhora do Socorro (SE). Até o final da tarde de ontem identidade da vítima não foi oficialmente revelada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE). Conforme boletim de ocorrência aberto pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), informações conquistadas com testemunhas indicam que o veículo não atingiu outras pessoas, e, antes de se chocar com a água, o carro teria colidido com o meio fio do acostamento e capotado.
O caso será elucidado após conclusão da perícia a ser realizada pela PRF. Um laudo deve ser apresentado em até 30 dias úteis. Ao chegar no local do acidente, enquanto equipes buscavam resgatar o condutor ainda com vida, outros agentes federais tentavam reorganizar o fluxo de veículos na via expressa. Na tentativa de intensificar as ações visando o resgate da vítima, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi encaminhada para o local. Apesar dos esforços a equipe médica de urgência constatou, in loco, o óbito. Populares - em carros que seguiam atrás do automóvel acidentado - também buscaram contribuir com o resgate.
"Algumas pessoas que passavam a pé do outro lado da pista também ajudaram dentro do possível. Foi tudo muito rápido, e se por um acaso fosse no outro extremo, talvez até o carro não caísse no riacho, mas sem duvidas teria atropelado alguém. Justamente essas pessoas que correram para ajudar", declarou Vinícios Góis, um dos motoristas que presenciou o sinistro. Ainda de acordo com a testemunha: "As esquipes da Polícia Rodoviária e do Samu chegaram rápido, passou a impressão de que elas [viaturas] estavam circulando pelas proximidades. Quando os médicos chegaram eu deixei o local e infelizmente soube depois no trabalho que o motorista não resistiu." (Milton Alves Júnior)

Na manhã de ontem peritos do Instituto Médico Legal (IML/SE), foram acionado para recolher o corpo de um motorista de carro que perdeu o controle do veículo e caiu em um riacho às margens da BR-235, no município de Nossa Senhora do Socorro (SE). Até o final da tarde de ontem identidade da vítima não foi oficialmente revelada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE). Conforme boletim de ocorrência aberto pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), informações conquistadas com testemunhas indicam que o veículo não atingiu outras pessoas, e, antes de se chocar com a água, o carro teria colidido com o meio fio do acostamento e capotado.
O caso será elucidado após conclusão da perícia a ser realizada pela PRF. Um laudo deve ser apresentado em até 30 dias úteis. Ao chegar no local do acidente, enquanto equipes buscavam resgatar o condutor ainda com vida, outros agentes federais tentavam reorganizar o fluxo de veículos na via expressa. Na tentativa de intensificar as ações visando o resgate da vítima, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi encaminhada para o local. Apesar dos esforços a equipe médica de urgência constatou, in loco, o óbito. Populares - em carros que seguiam atrás do automóvel acidentado - também buscaram contribuir com o resgate.
"Algumas pessoas que passavam a pé do outro lado da pista também ajudaram dentro do possível. Foi tudo muito rápido, e se por um acaso fosse no outro extremo, talvez até o carro não caísse no riacho, mas sem duvidas teria atropelado alguém. Justamente essas pessoas que correram para ajudar", declarou Vinícios Góis, um dos motoristas que presenciou o sinistro. Ainda de acordo com a testemunha: "As esquipes da Polícia Rodoviária e do Samu chegaram rápido, passou a impressão de que elas [viaturas] estavam circulando pelas proximidades. Quando os médicos chegaram eu deixei o local e infelizmente soube depois no trabalho que o motorista não resistiu." (Milton Alves Júnior)

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS