ITPS comemora 96 anos com entrega da medalha de incentivo à ciência e à tecnologia

Geral


  • Aspecto da solenidade de comemoração ao aniversário do ITPS

 

O Instituto Tecnológico e 
de Pesquisas do Esta
do de Sergipe (ITPS) - autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) e órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) - celebrou nesta quinta-feira, o aniversário de 96 anos da instituição, contando com uma vasta programação festiva, de inaugurações e homenagens.
Entre os homenageados o superintendente executivo da Educação, José Ricardo de Santana, doutor em Economia e ex-presidente do Instituto, foi agraciado com a mais alta honraria da instituição - Medalha de Incentivo à Ciência e Tecnologia 'Professor Antônio Tavares de Bragança' - pelos relevantes serviços prestados ao desenvolvimento tecnológico e pesquisa no estado de Sergipe.
 "É importante registrar que o ITPS é o segundo instituto criado no Brasil e tem uma longa história de incentivo à pesquisa e com resultados efetivos", ressaltou o superintendente, destacando que com os elementos da pesquisa se conduz a potencialidades econômicas, principalmente no momento atual. "Alguns países, nos momentos de crise, a partir de 2008, investiram em pesquisas. A pesquisa não é meramente um ganho acadêmico, mas é um ganho efetivo para a sociedade em termos de emprego e geração de renda. O Instituto tem uma história importante a contar", acrescentou.
Também foram agraciados com a medalha o Governo de Sergipe, Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Embrapa Tabuleiros Costeiros, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Universidade Tiradentes (Unit) e Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec-SE). Personalidades como Marcos Wandir Nery Lobão, doutor em Engenharia Industrial, e José do Patrocínio Hora Alves, doutor em Química, também receberam homenagens.
História e Invocação - O ITPS foi criado em 1923, no Governo Graccho Cardoso, com o objetivo de melhorar os métodos de produção de açúcar em Sergipe, base da economia na época, e formar profissionais capacitados para introdução de formas modernas de cultivo. Naquela época, o Instituto de Química era formado pelo Laboratório de Análises e Pesquisas da Escola de Química de Sergipe, que, anos depois, foi transformada em Escola Superior de Química de Sergipe e tornou-se a melhor do Nordeste e a terceira mais importante do país.
O evento, cujo tema foi 'Inovação em gestão e tecnologia a serviço de Sergipe', contou com a entrega da obra de reforma do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) e da Gerência Executiva de Metrologia (Geremetro), inauguração da Central de Esterilização do ITPS e do Espaço Café com Ciência na Medida Certa, além da assinatura da ordem de serviço para execução da obra das instalações de combate a incêndio e dos sistemas de proteção contra descargas atmosféricas do prédio do ITPS.

O Instituto Tecnológico e  de Pesquisas do Esta do de Sergipe (ITPS) - autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) e órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) - celebrou nesta quinta-feira, o aniversário de 96 anos da instituição, contando com uma vasta programação festiva, de inaugurações e homenagens.
Entre os homenageados o superintendente executivo da Educação, José Ricardo de Santana, doutor em Economia e ex-presidente do Instituto, foi agraciado com a mais alta honraria da instituição - Medalha de Incentivo à Ciência e Tecnologia 'Professor Antônio Tavares de Bragança' - pelos relevantes serviços prestados ao desenvolvimento tecnológico e pesquisa no estado de Sergipe.
 "É importante registrar que o ITPS é o segundo instituto criado no Brasil e tem uma longa história de incentivo à pesquisa e com resultados efetivos", ressaltou o superintendente, destacando que com os elementos da pesquisa se conduz a potencialidades econômicas, principalmente no momento atual. "Alguns países, nos momentos de crise, a partir de 2008, investiram em pesquisas. A pesquisa não é meramente um ganho acadêmico, mas é um ganho efetivo para a sociedade em termos de emprego e geração de renda. O Instituto tem uma história importante a contar", acrescentou.
Também foram agraciados com a medalha o Governo de Sergipe, Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Embrapa Tabuleiros Costeiros, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Universidade Tiradentes (Unit) e Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec-SE). Personalidades como Marcos Wandir Nery Lobão, doutor em Engenharia Industrial, e José do Patrocínio Hora Alves, doutor em Química, também receberam homenagens.

História e Invocação - O ITPS foi criado em 1923, no Governo Graccho Cardoso, com o objetivo de melhorar os métodos de produção de açúcar em Sergipe, base da economia na época, e formar profissionais capacitados para introdução de formas modernas de cultivo. Naquela época, o Instituto de Química era formado pelo Laboratório de Análises e Pesquisas da Escola de Química de Sergipe, que, anos depois, foi transformada em Escola Superior de Química de Sergipe e tornou-se a melhor do Nordeste e a terceira mais importante do país.
O evento, cujo tema foi 'Inovação em gestão e tecnologia a serviço de Sergipe', contou com a entrega da obra de reforma do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) e da Gerência Executiva de Metrologia (Geremetro), inauguração da Central de Esterilização do ITPS e do Espaço Café com Ciência na Medida Certa, além da assinatura da ordem de serviço para execução da obra das instalações de combate a incêndio e dos sistemas de proteção contra descargas atmosféricas do prédio do ITPS.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS