De olho nas torcidas organizadas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Órgãos de segurança estão preocupados com ações das torcidas organizadas do Confiança na Arena Batistão
Órgãos de segurança estão preocupados com ações das torcidas organizadas do Confiança na Arena Batistão

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/09/2019 às 22:24:00

 

Os órgãos públicos 
que cuidam da segu
rança nos estádios de futebol, se reuniram na manhã desta quinta-feira (12), na sede da Federação Sergipana de Futebol (FSF), para definirem o plano de segurança para a partida deste sábado na Arena Batistão, entre Confiança e Sampaio Ca.
Como medidas adotadas em outras partidas de grande porte foram mantidas, as atenções da reunião desta quinta-feira foram voltadas mais para atuação das torcidas organizadas do Confiança, que têm causado muitos problemas nos últimos jogos.
O presidente Milton Dantas, falou sobre a importância de se pensar em medidas de segurança, devido à grande quantidade de torcedores envolvidos, além de garantir um planejamento futuro, para os jogos da Série B do próximo ano. Para isso, ele solicitou apoio das torcidas organizadas, que estavam ali representadas. O presidente ainda indicou a possibilidade de possíveis penalidades para o Confiança, caso haja situações adversas, o que deve ser evitado.
O promotor público Deijaniro Jonas aproveitou o momento para parabenizar o Futebol Sergipano, falando de modo geral das atuais conquistas e do importante papel das torcidas. Segundo ele, é de suma importância pensar na segurança de todos durante os jogos, pois afirmou que "não estamos isentos de sofrer penalidade". O Coronel Neto em seu momento de fala disse que, visando uma maior participação das famílias, se faz necessária uma mudança de comportamento por parte das torcidas organizadas, para não prejudicar o torcedor, nem o time proletário.
O Coronel Magno Silvestre, representante da segurança privada, informou que os torcedores terão à sua disposição 21 entradas nas dependências do estádio. Além da presença de 85 homens da Segurança Privada e 160 homens da Polícia Militar. A partir das 15h, haverá a abertura dos portões e o fechamento das ruas circunvizinhas, dando prioridade à segurança do evento.
No diálogo direto com os representantes das torcidas organizadas, o Coronel Eduardo Brandão lembrou da importância de evitar conflitos na área interna do Batistão e no caminho, citando os terminais de ônibus, como exemplo. O Coronel também frisou a importância do papel da torcida na luta contra possíveis contratempos, envolvendo roubos e furtos por parte de alguns "torcedores" infiltrados no meio da torcida.
Ficou definido na oportunidade, que a Torcida Trovão Azul terá acesso pela entrada da avenida Anízio Azevedo e a Torcida Jovem, pela rua Vila Cristina. "É muito importante para alinharmos os detalhes com as torcidas e os órgãos públicos envolvidos em uma partida de futebol. A expectativa é de Arena Batistão lotada e a Federação Sergipana de Futebol está trabalhando para que tudo ocorra bem, dentro e fora da Arena Batistão. É importante que o torcedor colabore e evite qualquer problema" frisou Milton Dantas.
Estiveram presentes na reunião o promotor do Ministério Público, Deijaniro Jonas. O comandante do policiamento de Aracaju, Coronel Neto, comandante do Bptur, Coronel Brandão e o comandante do Batalhão de Choque, Major Claudionor dos Santos Júnior. Além dos oficiais, Capitães Eron e Dayse. Magno Silvestre, da segurança privada, Sidrack Marinho representou a Superintendência de Esportes e Paulo Suzart foi o representante do Confiança.

Os órgãos públicos  que cuidam da segu rança nos estádios de futebol, se reuniram na manhã desta quinta-feira (12), na sede da Federação Sergipana de Futebol (FSF), para definirem o plano de segurança para a partida deste sábado na Arena Batistão, entre Confiança e Sampaio Ca.
Como medidas adotadas em outras partidas de grande porte foram mantidas, as atenções da reunião desta quinta-feira foram voltadas mais para atuação das torcidas organizadas do Confiança, que têm causado muitos problemas nos últimos jogos.
O presidente Milton Dantas, falou sobre a importância de se pensar em medidas de segurança, devido à grande quantidade de torcedores envolvidos, além de garantir um planejamento futuro, para os jogos da Série B do próximo ano. Para isso, ele solicitou apoio das torcidas organizadas, que estavam ali representadas. O presidente ainda indicou a possibilidade de possíveis penalidades para o Confiança, caso haja situações adversas, o que deve ser evitado.
O promotor público Deijaniro Jonas aproveitou o momento para parabenizar o Futebol Sergipano, falando de modo geral das atuais conquistas e do importante papel das torcidas. Segundo ele, é de suma importância pensar na segurança de todos durante os jogos, pois afirmou que "não estamos isentos de sofrer penalidade". O Coronel Neto em seu momento de fala disse que, visando uma maior participação das famílias, se faz necessária uma mudança de comportamento por parte das torcidas organizadas, para não prejudicar o torcedor, nem o time proletário.
O Coronel Magno Silvestre, representante da segurança privada, informou que os torcedores terão à sua disposição 21 entradas nas dependências do estádio. Além da presença de 85 homens da Segurança Privada e 160 homens da Polícia Militar. A partir das 15h, haverá a abertura dos portões e o fechamento das ruas circunvizinhas, dando prioridade à segurança do evento.
No diálogo direto com os representantes das torcidas organizadas, o Coronel Eduardo Brandão lembrou da importância de evitar conflitos na área interna do Batistão e no caminho, citando os terminais de ônibus, como exemplo. O Coronel também frisou a importância do papel da torcida na luta contra possíveis contratempos, envolvendo roubos e furtos por parte de alguns "torcedores" infiltrados no meio da torcida.
Ficou definido na oportunidade, que a Torcida Trovão Azul terá acesso pela entrada da avenida Anízio Azevedo e a Torcida Jovem, pela rua Vila Cristina. "É muito importante para alinharmos os detalhes com as torcidas e os órgãos públicos envolvidos em uma partida de futebol. A expectativa é de Arena Batistão lotada e a Federação Sergipana de Futebol está trabalhando para que tudo ocorra bem, dentro e fora da Arena Batistão. É importante que o torcedor colabore e evite qualquer problema" frisou Milton Dantas.
Estiveram presentes na reunião o promotor do Ministério Público, Deijaniro Jonas. O comandante do policiamento de Aracaju, Coronel Neto, comandante do Bptur, Coronel Brandão e o comandante do Batalhão de Choque, Major Claudionor dos Santos Júnior. Além dos oficiais, Capitães Eron e Dayse. Magno Silvestre, da segurança privada, Sidrack Marinho representou a Superintendência de Esportes e Paulo Suzart foi o representante do Confiança.