Dois presos por furto de fios de cobre no 17 de Março

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 10/09/2019 às 08:07:00

 

Equipes da 9ª Delegacia Metropolitana (9ª DM) prenderam Jorge Luiz Souza Santos, o "Jorginho", 26 anos, e Anderson Pessoa dos Santos, o "Andinho", 24. Ambos foram detidos em cumprimento a mandado de prisão pela prática de furto qualificado. Eles subtraíram fios de cobre de uma operadora de telefonia.
De acordo com o delegado Gilberto Guimarães, funcionários da empresa prestaram boletim de ocorrência no dia 11 de julho sobre o furto dos cabos, nas proximidades do bairro 17 de Março, na região da Prainha e da Ponta da Asa. Logo após, os policiais receberam denúncias de que um dos suspeitos armazenava fios furtados.
Diante da informação, as equipes iniciaram as buscas e chegaram até a casa de Anderson. No local, os policiais encontraram os fios, além de outros objetos. Ele também confessou que praticava o crime com frequência e que tinha furtado cinco bicicletas. Anderson também indicou que Jorge agia em conjunto com ele.
Os suspeitos já tinham sido presos anteriormente, no último dia 28 de maio, mas foram soltos logo em seguida. Diante das circunstâncias, foram representadas as prisões de Jorge e de Anderson. Com as sentenças expedidas, eles foram presos e encaminhados à unidade policial, onde ficarão à disposição da Justiça

Equipes da 9ª Delegacia Metropolitana (9ª DM) prenderam Jorge Luiz Souza Santos, o "Jorginho", 26 anos, e Anderson Pessoa dos Santos, o "Andinho", 24. Ambos foram detidos em cumprimento a mandado de prisão pela prática de furto qualificado. Eles subtraíram fios de cobre de uma operadora de telefonia.De acordo com o delegado Gilberto Guimarães, funcionários da empresa prestaram boletim de ocorrência no dia 11 de julho sobre o furto dos cabos, nas proximidades do bairro 17 de Março, na região da Prainha e da Ponta da Asa. Logo após, os policiais receberam denúncias de que um dos suspeitos armazenava fios furtados.
Diante da informação, as equipes iniciaram as buscas e chegaram até a casa de Anderson. No local, os policiais encontraram os fios, além de outros objetos. Ele também confessou que praticava o crime com frequência e que tinha furtado cinco bicicletas. Anderson também indicou que Jorge agia em conjunto com ele.
Os suspeitos já tinham sido presos anteriormente, no último dia 28 de maio, mas foram soltos logo em seguida. Diante das circunstâncias, foram representadas as prisões de Jorge e de Anderson. Com as sentenças expedidas, eles foram presos e encaminhados à unidade policial, onde ficarão à disposição da Justiça