Ex-deputado Rosendo Ribeiro Filho é velado na Alese

Geral


  • O corpo foi velado na Assembleia Legislativa

 

Durante todo domingo, 
autoridades, familia
res e amigos estiveram na Assembleia Legislativa de Sergipe, participando do velório do ex- deputado estadual Rosendo Ribeiro Filho. No final da tarde, o corpo seguiu para o município de Lagarto, onde foi sepultado ontem de manhã, no Cemitério Senhor do Bonfim.
Representando a família, o deputado federal Gustinho Ribeiro, neto de Ribeirinho, falou que o momento é de dor e saudade, mas sobretudo de reconhecimento, valorização e orgulho do legado construído e deixado pelo avô.
 "Ribeirinho construiu sua trajetória política pautada no cuidado com os mais pobres. Ele carrega essa marca desde início da sua trajetória política, com mais de 50 anos de atuação", frisou Gustinho acrescentando "foi o único sergipano que exerceu todos os cargos da Mesa Diretora da Alese, um homem que construiu muitas amizades por onde passou. Coração bondoso, carismático e amigo. É gratificante ouvir as histórias dos amigos e de pessoas que conviveram com ele".
A inquietação do político Ribeirinho foi destacada pelo ex- governador Albano Franco que compareceu ao velório. Segundo Albano, Ribeirinho deixa uma marca na política sergipana. Para ele, Ribeirinho era inquieto, com estilo próprio e só pensava em ajudar o município de Lagarto. "Ribeirinho tinha visão e espírito público e é por isso que ele sempre foi um homem reconhecido como uma das maiores lideranças do estado de Sergipe", salientou
Colegas de parlamento, o empresário José Carlos Machado e Ribeirinho dividiram bons debates na casa. Machado  disse que foi um privilégio ter convivido com o ex- deputado. Ele disse que qualquer que fosse o assunto que Ribeirinho presenciasse, fazia com muita competência.
O superintendente do Sistema Atalaia de Comunicação,Walter Franco, esteve no velório, prestando condolências aos familiares. "Rosendo Ribeiro Filho era um chefe político de maior expressão, retidão de caráter, um homem que  cumpria com sua palavra", destacou Walter.
O desembargador Cezário Siqueira Neto ressaltou as qualidades do ex-deputado. Segundo Cesário, Ribeirinho foi uma pessoa extraordinária  que contribuiu muito para o estado de Sergipe e, principalmente, para a região de Lagarto, onde ele tinha um grande eleitorado e por quem tinha um amor muito grande. "Um político que teve um ciclo grandioso, um político à moda antiga", disse o desembargador.
O líder do governo na Casa Legislativa, o deputado estadual Zezinho Sobral,  também prestou condolências aos familiares do ex- deputado. Para ele, Ribeirinho, como era conhecido, foi um homem que dedicou a vida a fazer política com "P"maiúsculo, uma política antagonista em Lagarto.  "Seu legado foi de construir um Sergipe melhor, de construir uma região melhor e de trabalhar pelo seu município com amor e dedicação", destacou Zezinho Sobral.
Uma outra colega de Ribeirinho na Alese foi a ex-deputada estadual e hoje conselheira do Tribunal de Contas de Sergipe, Susana Azevedo. A conselheira credita a Ribeirinho um cuidado grande com a população do município de Lagarto e da região. "Ele fazia política com amor e muita dedicação".
Laços de amizade foram destacados pela deputada Maria Mendonça, ao lembrar da convivência, do carinho e do respeito vividos na Assembleia. "Na Alese, Ribeirinho foi colega do meu pai, do meu irmão José Teles e meu. E eu ainda fui colega do neto dele", disse Maria acrescentando que o ex-deputado era um homem de palavra e de muitos amigos.

Durante todo domingo,  autoridades, familia res e amigos estiveram na Assembleia Legislativa de Sergipe, participando do velório do ex- deputado estadual Rosendo Ribeiro Filho. No final da tarde, o corpo seguiu para o município de Lagarto, onde foi sepultado ontem de manhã, no Cemitério Senhor do Bonfim.
Representando a família, o deputado federal Gustinho Ribeiro, neto de Ribeirinho, falou que o momento é de dor e saudade, mas sobretudo de reconhecimento, valorização e orgulho do legado construído e deixado pelo avô.
 "Ribeirinho construiu sua trajetória política pautada no cuidado com os mais pobres. Ele carrega essa marca desde início da sua trajetória política, com mais de 50 anos de atuação", frisou Gustinho acrescentando "foi o único sergipano que exerceu todos os cargos da Mesa Diretora da Alese, um homem que construiu muitas amizades por onde passou. Coração bondoso, carismático e amigo. É gratificante ouvir as histórias dos amigos e de pessoas que conviveram com ele".
A inquietação do político Ribeirinho foi destacada pelo ex- governador Albano Franco que compareceu ao velório. Segundo Albano, Ribeirinho deixa uma marca na política sergipana. Para ele, Ribeirinho era inquieto, com estilo próprio e só pensava em ajudar o município de Lagarto. "Ribeirinho tinha visão e espírito público e é por isso que ele sempre foi um homem reconhecido como uma das maiores lideranças do estado de Sergipe", salientou
Colegas de parlamento, o empresário José Carlos Machado e Ribeirinho dividiram bons debates na casa. Machado  disse que foi um privilégio ter convivido com o ex- deputado. Ele disse que qualquer que fosse o assunto que Ribeirinho presenciasse, fazia com muita competência.
O superintendente do Sistema Atalaia de Comunicação,Walter Franco, esteve no velório, prestando condolências aos familiares. "Rosendo Ribeiro Filho era um chefe político de maior expressão, retidão de caráter, um homem que  cumpria com sua palavra", destacou Walter.
O desembargador Cezário Siqueira Neto ressaltou as qualidades do ex-deputado. Segundo Cesário, Ribeirinho foi uma pessoa extraordinária  que contribuiu muito para o estado de Sergipe e, principalmente, para a região de Lagarto, onde ele tinha um grande eleitorado e por quem tinha um amor muito grande. "Um político que teve um ciclo grandioso, um político à moda antiga", disse o desembargador.
O líder do governo na Casa Legislativa, o deputado estadual Zezinho Sobral,  também prestou condolências aos familiares do ex- deputado. Para ele, Ribeirinho, como era conhecido, foi um homem que dedicou a vida a fazer política com "P"maiúsculo, uma política antagonista em Lagarto.  "Seu legado foi de construir um Sergipe melhor, de construir uma região melhor e de trabalhar pelo seu município com amor e dedicação", destacou Zezinho Sobral.
Uma outra colega de Ribeirinho na Alese foi a ex-deputada estadual e hoje conselheira do Tribunal de Contas de Sergipe, Susana Azevedo. A conselheira credita a Ribeirinho um cuidado grande com a população do município de Lagarto e da região. "Ele fazia política com amor e muita dedicação".
Laços de amizade foram destacados pela deputada Maria Mendonça, ao lembrar da convivência, do carinho e do respeito vividos na Assembleia. "Na Alese, Ribeirinho foi colega do meu pai, do meu irmão José Teles e meu. E eu ainda fui colega do neto dele", disse Maria acrescentando que o ex-deputado era um homem de palavra e de muitos amigos.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS