Em solenidade, Belivaldo destaca reforço no efetivo da PM

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Aspecto da solenidade realizada ontem de manhã
Aspecto da solenidade realizada ontem de manhã

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/09/2019 às 00:07:00

 

Desde a última segunda-feira, os 330 aprovados no concurso da Polícia Militar foram recebidos no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, para o Curso de Formação de Soldados (CFSd) e o Curso de Formação de Oficiais (CFO). Ontem, eles participaram da solenidade de promoção de Oficiais e Praças, evento que contou com a presença do governador Belivaldo Chagas, do Secretário de Segurança Pública, João Eloy de Menezes, do comandante-geral da PM, coronel Marcony Cabral e demais autoridades.
O Curso de Formação de Soldados ocorrerá por um período de aproximadamente oito meses para o cumprimento de 1200 horas/aula, divididas em atividades em salas de aula, atividades extras, estágio supervisionado e palestras. Já o Curso de Formação de Oficiais funcionará em regime de semi-internato, inicialmente no prédio do SESI, localizado no bairro Santos Dumont, adaptado para receber os alunos de oficiais.
"É fato sim, que estamos enfrentando dificuldades, mas não poderíamos deixar de atender um apelo da sociedade convocando os mais de 300 jovens que estarão integrando essa força policial militar tão importante para o estado de Sergipe. Quando eu disse que era momento de comemorar e de agradecer é um agradecimento que faço pelos resultados que temos, porque sem essa força, sem essa dedicação exclusiva, atenta, sem esse trabalho da polícia, nós não estaríamos hoje mostrando isso para a sociedade sergipana", destacou Belivaldo em seu discurso durante a solenidade de promoção.
Ainda falando sobre os novos alunos, o comandante-geral solicitou que os alunos dos cursos de formação se dirigissem aos oficiais e praças promovidos. Um momento marcante da solenidade, que renovou a missão de todos que fazem a Polícia Militar de Sergipe. "Que esses heróis sejam a grande referência de vocês. Trilhem o mesmo caminho que eles têm trilhado, porque com a chegada dos senhores, a Corporação renasce, revive. Daqui a trinta anos, os senhores estarão saindo da Corporação, mas tenho certeza que, se seguirem os passos desses heróis, farão com que a Polícia Militar continue sendo uma instituição forte, patrimônio do povo sergipano", discursou.
Na ocasião, o governo promoveu 29 oficiais e 387 praças. Também houve a entrega simbólica dos instrumentos musicais ao corpo musical da PMSE. Um total de R$ 181.394,66 foram investidos nos equipamentos. Os vinte instrumentos musicais foram adquiridos por meio do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).
Durante a solenidade, foi realizada ainda a outorga da Medalha do Mérito Policial Militar, concedida a todos os militares que no desempenho da função policial militar prestaram relevantes serviços à Corporação Policial Militar, ou praticado atos de bravura visando à preservação da ordem pública, à defesa das instituições ou o salvamento de vidas humanas. Também foi entregue da Medalha Alferes Tiradentes - concedida a todas as autoridades civis, militares e eclesiásticas, que tenham prestado relevantes serviços ao Estado ou, em especial, à Corporação ou interesse desta.

Desde a última segunda-feira, os 330 aprovados no concurso da Polícia Militar foram recebidos no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, para o Curso de Formação de Soldados (CFSd) e o Curso de Formação de Oficiais (CFO). Ontem, eles participaram da solenidade de promoção de Oficiais e Praças, evento que contou com a presença do governador Belivaldo Chagas, do Secretário de Segurança Pública, João Eloy de Menezes, do comandante-geral da PM, coronel Marcony Cabral e demais autoridades.
O Curso de Formação de Soldados ocorrerá por um período de aproximadamente oito meses para o cumprimento de 1200 horas/aula, divididas em atividades em salas de aula, atividades extras, estágio supervisionado e palestras. Já o Curso de Formação de Oficiais funcionará em regime de semi-internato, inicialmente no prédio do SESI, localizado no bairro Santos Dumont, adaptado para receber os alunos de oficiais.
"É fato sim, que estamos enfrentando dificuldades, mas não poderíamos deixar de atender um apelo da sociedade convocando os mais de 300 jovens que estarão integrando essa força policial militar tão importante para o estado de Sergipe. Quando eu disse que era momento de comemorar e de agradecer é um agradecimento que faço pelos resultados que temos, porque sem essa força, sem essa dedicação exclusiva, atenta, sem esse trabalho da polícia, nós não estaríamos hoje mostrando isso para a sociedade sergipana", destacou Belivaldo em seu discurso durante a solenidade de promoção.
Ainda falando sobre os novos alunos, o comandante-geral solicitou que os alunos dos cursos de formação se dirigissem aos oficiais e praças promovidos. Um momento marcante da solenidade, que renovou a missão de todos que fazem a Polícia Militar de Sergipe. "Que esses heróis sejam a grande referência de vocês. Trilhem o mesmo caminho que eles têm trilhado, porque com a chegada dos senhores, a Corporação renasce, revive. Daqui a trinta anos, os senhores estarão saindo da Corporação, mas tenho certeza que, se seguirem os passos desses heróis, farão com que a Polícia Militar continue sendo uma instituição forte, patrimônio do povo sergipano", discursou.
Na ocasião, o governo promoveu 29 oficiais e 387 praças. Também houve a entrega simbólica dos instrumentos musicais ao corpo musical da PMSE. Um total de R$ 181.394,66 foram investidos nos equipamentos. Os vinte instrumentos musicais foram adquiridos por meio do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).
Durante a solenidade, foi realizada ainda a outorga da Medalha do Mérito Policial Militar, concedida a todos os militares que no desempenho da função policial militar prestaram relevantes serviços à Corporação Policial Militar, ou praticado atos de bravura visando à preservação da ordem pública, à defesa das instituições ou o salvamento de vidas humanas. Também foi entregue da Medalha Alferes Tiradentes - concedida a todas as autoridades civis, militares e eclesiásticas, que tenham prestado relevantes serviços ao Estado ou, em especial, à Corporação ou interesse desta.