Polícia prende segundo suspeito de homicídio em Itabaiana

Cidades

 

Policiais civis da Delegacia Regional de Itabaiana prenderam, na manhã de ontem, um suspeito de envolvimento com o assassinato de Alessandro de Santana, morto a tiros em 1º de agosto deste ano no bairro Oviedo Teixeira, periferia da cidade serrana. O acusado, identificado como Ricardo Elias de Jesus Almeida, teve a sua prisão temporária decretada pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Itabaiana. Durante a ação policial, também foram cumpridos mandados de busca domiciliar.
Segundo informações, a vítima teria praticado furto de animais na localidade, sendo essa a principal linha de investigação que motivou o crime. "Com base nas imagens de câmeras de segurança, identificamos veículos supostamente utilizados na prática do delito e chegamos aos nomes dos suspeitos", explicou o delegado Tarcísio Tenório, responsável pela Divisão de Homicídios de Itabaiana.
Ainda de acordo com a polícia, o primeiro suspeitoidentificado, Leonardo de Almeida, foi preso em flagrante e já responde a ação penal. Os suspeitos foram encaminhados à unidade policial e ficarão à disposição da Justiça para adoção das medidas cabíveis.
Latrocínio - Em Estância (Sul), na tarde de ontem, agentes da Delegacia Regional cumpriram o mandado de prisão expedido contra Filipe Rodrigues Santos Conceição, o 'Filipinho', 20 anos. A ação ocorreu no município de Umbaúba (Sul). Filipe é acusado pelo latrocínio praticado em 12 de maio deste ano, no conjunto Recanto Verde, bairro Cidade Nova, contra Rodrigo dos Santos, que foi executado com vários disparos de arma de fogo. 
Segundo informações, o autor dos disparos, identificado como Wendel Conceição Nunes dos Santos, já havia sido preso pela equipe da Polícia Civil, no município de Estância no mês de agosto. No ato da ação, também foram cumpridos os mandados de prisão expedidos contra Gustavo Bispo Correia e Dalvan de Jesus Santos. Ao todo, quatro suspeitos foram presos pela prática do crime.  
Filipe foi encaminhado à unidade policial de Umbaúba para adoção das medidas cabíveis. A polícia ressalta a importância do Disque-Denúncia (181), o sigilo é totalmente garantido.

Policiais civis da Delegacia Regional de Itabaiana prenderam, na manhã de ontem, um suspeito de envolvimento com o assassinato de Alessandro de Santana, morto a tiros em 1º de agosto deste ano no bairro Oviedo Teixeira, periferia da cidade serrana. O acusado, identificado como Ricardo Elias de Jesus Almeida, teve a sua prisão temporária decretada pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Itabaiana. Durante a ação policial, também foram cumpridos mandados de busca domiciliar.
Segundo informações, a vítima teria praticado furto de animais na localidade, sendo essa a principal linha de investigação que motivou o crime. "Com base nas imagens de câmeras de segurança, identificamos veículos supostamente utilizados na prática do delito e chegamos aos nomes dos suspeitos", explicou o delegado Tarcísio Tenório, responsável pela Divisão de Homicídios de Itabaiana.
Ainda de acordo com a polícia, o primeiro suspeitoidentificado, Leonardo de Almeida, foi preso em flagrante e já responde a ação penal. Os suspeitos foram encaminhados à unidade policial e ficarão à disposição da Justiça para adoção das medidas cabíveis.

Latrocínio - Em Estância (Sul), na tarde de ontem, agentes da Delegacia Regional cumpriram o mandado de prisão expedido contra Filipe Rodrigues Santos Conceição, o 'Filipinho', 20 anos. A ação ocorreu no município de Umbaúba (Sul). Filipe é acusado pelo latrocínio praticado em 12 de maio deste ano, no conjunto Recanto Verde, bairro Cidade Nova, contra Rodrigo dos Santos, que foi executado com vários disparos de arma de fogo. 
Segundo informações, o autor dos disparos, identificado como Wendel Conceição Nunes dos Santos, já havia sido preso pela equipe da Polícia Civil, no município de Estância no mês de agosto. No ato da ação, também foram cumpridos os mandados de prisão expedidos contra Gustavo Bispo Correia e Dalvan de Jesus Santos. Ao todo, quatro suspeitos foram presos pela prática do crime.  
Filipe foi encaminhado à unidade policial de Umbaúba para adoção das medidas cabíveis. A polícia ressalta a importância do Disque-Denúncia (181), o sigilo é totalmente garantido.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS