Alunos da Orquestra Jovem de Sergipe recebem doação de garrafinhas reutilizáveis

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/09/2019 às 23:54:00

 

Com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento sustentável, realizando ações de preservação do meio ambiente e minimização dos danos a ele causados em decorrência do hábito de consumo da população, o Instituto Banese entregou no último sábado, dia 31, garrafinhas para os alunos e profissionais do projeto Orquestra Jovem de Sergipe.
 A entrega tem o propósito de fazer com que os envolvidos não precisem mais utilizar copos descartáveis, visando a preservação ambiental. Até porque, se fizer uma conta de quantos copos são utilizados por dia, no final do mês o número de lixo descartado é alarmante. Além disso, é muito importante, transmitir desde a infância, uma consciência ambiental, que com pequenas ações formam cidadãos engajados na causa e disseminadores de boas práticas de sustentabilidade.
 O Instituto Banese vem desde 2018 promovendo diversas ações para contribuir com o desenvolvimento mais sustentável. Uma delas foi utilizar o Museu da Gente Sergipana Governador Marcelo Déda como ponto de coleta de descarte de pilhas e baterias, por exemplo. Fomentar atitudes de consciência individuais e coletivas sobre a melhor forma de descartar o lixo, e disseminar o conhecimento sobre coleta seletiva e descarte correto de resíduos, também são objetivos da instituição.
 De acordo com a Diretora Administrativa e Financeira, Leila Cruz, a distribuição da garrafinhas para Orquestra é mais uma ação importante. "O mundo vem passando por uma série de mudanças climáticas ligadas a degradação do meio ambiente, e nós precisamos nos conscientizar e fazer a nossa parte. A ideia das garrafinhas é uma parte de um trabalho para que cada um faça um pouco. Além disso, essa conscientização pode ser levada para casa, para que eles sejam multiplicadores transmitindo a ideia de sustentabilidade".
 
OJSE - A Orquestra Jovem de Sergipe é um projeto realizado pelo Instituto Banese e Governo de Sergipe, com o patrocínio das empresas ENERGISA e Thyssenkrupp Elevadores, através da Lei de Incentivo à Cultura, com recurso de Fomento do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, e com o apoio do Instituto Marcelo Déda e da Prefeitura Municipal de Aracaju.
 O projeto tem como principal objetivo proporcionar a mais de 100 crianças e adolescentes dos bairros Santa Maria e 17 de Março a iniciação e o aprimoramento musical por meio do estudo de instrumentos de corda, percussão e canto coral, promovendo um encontro com a música clássica, e abrindo portas para a profissionalização. O projeto oferece aulas de canto coral, violino, violoncelo, viola, contrabaixo, percussão e teoria musical, com aulas individuais e em grupo, de segunda a sexta-feira, e ensaios aos sábados, no CRAS e no Espaço Cuidar, no bairro Santa Maria.

Com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento sustentável, realizando ações de preservação do meio ambiente e minimização dos danos a ele causados em decorrência do hábito de consumo da população, o Instituto Banese entregou no último sábado, dia 31, garrafinhas para os alunos e profissionais do projeto Orquestra Jovem de Sergipe.
 A entrega tem o propósito de fazer com que os envolvidos não precisem mais utilizar copos descartáveis, visando a preservação ambiental. Até porque, se fizer uma conta de quantos copos são utilizados por dia, no final do mês o número de lixo descartado é alarmante. Além disso, é muito importante, transmitir desde a infância, uma consciência ambiental, que com pequenas ações formam cidadãos engajados na causa e disseminadores de boas práticas de sustentabilidade.
 O Instituto Banese vem desde 2018 promovendo diversas ações para contribuir com o desenvolvimento mais sustentável. Uma delas foi utilizar o Museu da Gente Sergipana Governador Marcelo Déda como ponto de coleta de descarte de pilhas e baterias, por exemplo. Fomentar atitudes de consciência individuais e coletivas sobre a melhor forma de descartar o lixo, e disseminar o conhecimento sobre coleta seletiva e descarte correto de resíduos, também são objetivos da instituição.
 De acordo com a Diretora Administrativa e Financeira, Leila Cruz, a distribuição da garrafinhas para Orquestra é mais uma ação importante. "O mundo vem passando por uma série de mudanças climáticas ligadas a degradação do meio ambiente, e nós precisamos nos conscientizar e fazer a nossa parte. A ideia das garrafinhas é uma parte de um trabalho para que cada um faça um pouco. Além disso, essa conscientização pode ser levada para casa, para que eles sejam multiplicadores transmitindo a ideia de sustentabilidade".
 OJSE - A Orquestra Jovem de Sergipe é um projeto realizado pelo Instituto Banese e Governo de Sergipe, com o patrocínio das empresas ENERGISA e Thyssenkrupp Elevadores, através da Lei de Incentivo à Cultura, com recurso de Fomento do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, e com o apoio do Instituto Marcelo Déda e da Prefeitura Municipal de Aracaju.
 O projeto tem como principal objetivo proporcionar a mais de 100 crianças e adolescentes dos bairros Santa Maria e 17 de Março a iniciação e o aprimoramento musical por meio do estudo de instrumentos de corda, percussão e canto coral, promovendo um encontro com a música clássica, e abrindo portas para a profissionalização. O projeto oferece aulas de canto coral, violino, violoncelo, viola, contrabaixo, percussão e teoria musical, com aulas individuais e em grupo, de segunda a sexta-feira, e ensaios aos sábados, no CRAS e no Espaço Cuidar, no bairro Santa Maria.