"A indústria da moda precisa repensar a maneira como produz e comercializa peças", defende Domenique Heidy

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/08/2019 às 23:23:00

 

A preocupação com o meio ambiente nunca foi tão urgente, e não atinge apenas a esfera governamental. Responsável por uma parcela significativa de emissão de poluentes, a indústria têxtil constantemente tem sido exigida quando o assunto é sustentabilidade. Prova disso é Fashion Pact, acordo assinado por grandes marcas da indústria da moda durante a última reunião do G7. 
A especialista em moda Domenique Heidy analisa que ações como essa reforçam uma mudança de consumo já presente nas grandes marcas. "A nova geração de consumidores tomou uma consciência de consumo que literalmente vem obrigando grandes marca a repensar sua forma de produção", pontua.

A preocupação com o meio ambiente nunca foi tão urgente, e não atinge apenas a esfera governamental. Responsável por uma parcela significativa de emissão de poluentes, a indústria têxtil constantemente tem sido exigida quando o assunto é sustentabilidade. Prova disso é Fashion Pact, acordo assinado por grandes marcas da indústria da moda durante a última reunião do G7. 
A especialista em moda Domenique Heidy analisa que ações como essa reforçam uma mudança de consumo já presente nas grandes marcas. "A nova geração de consumidores tomou uma consciência de consumo que literalmente vem obrigando grandes marca a repensar sua forma de produção", pontua.