Luno lança 'Valerie' em show de rock psicodélico nesta sexta-feira

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/08/2019 às 22:34:00

 

Nesta sexta-feira, 30 de agosto, tem rock psicodélico em Aracaju. Luno fará show inédito para lançar 'Valerie', primeiro single do seu disco de estreia, "Homo Pacificus".
O show acontecerá às 23h, no Che Music Bar e terá participações especiais de grandes músicos da cena musical sergipana - Julico (The Baggios), Taya, Yves Deluc (Cidade Dormitório), Renata Abreu e Werden. Influenciado pelo rock psicodélico, progressivo, jazz e música indiana, Luno inicia carreira solo representando Sergipe no movimento do rock psicodélico brasileiro.
"Convido o público para uma imersão no jardim do psíquico, numa atmosfera de transe sonoro proposta pelo rock psicodélico. No palco, teremos uma conexão musical em torno do 'Homo Pacificus', conceito do meu primeiro disco solo. A música 'Valerie' é o primeiro single desse disco, que reflete um novo ciclo que se inicia. É o primeiro disco em que assumo todas as composições e vocais, então há uma nova energia direcionada para este show", conta Luno.
Luno traz uma sólida bagagem na música sergipana e brasileira, sendo co-fundador de bandas como Plástico Lunar e A Banda dos Corações Partidos.
Baixista, cantor e compositor, Luno traz em seu primeiro disco solo, "Homo Pacificus", músicas que passeiam por viagens astrais, reflexões existenciais e leituras bem-humoradas das relações humanas, acompanhado pelos consagrados músicos Gabriel Perninha (bateria) e Leo AirPlane (teclados e sintetizadores).

Nesta sexta-feira, 30 de agosto, tem rock psicodélico em Aracaju. Luno fará show inédito para lançar 'Valerie', primeiro single do seu disco de estreia, "Homo Pacificus".
O show acontecerá às 23h, no Che Music Bar e terá participações especiais de grandes músicos da cena musical sergipana - Julico (The Baggios), Taya, Yves Deluc (Cidade Dormitório), Renata Abreu e Werden. Influenciado pelo rock psicodélico, progressivo, jazz e música indiana, Luno inicia carreira solo representando Sergipe no movimento do rock psicodélico brasileiro.
"Convido o público para uma imersão no jardim do psíquico, numa atmosfera de transe sonoro proposta pelo rock psicodélico. No palco, teremos uma conexão musical em torno do 'Homo Pacificus', conceito do meu primeiro disco solo. A música 'Valerie' é o primeiro single desse disco, que reflete um novo ciclo que se inicia. É o primeiro disco em que assumo todas as composições e vocais, então há uma nova energia direcionada para este show", conta Luno.
Luno traz uma sólida bagagem na música sergipana e brasileira, sendo co-fundador de bandas como Plástico Lunar e A Banda dos Corações Partidos.
Baixista, cantor e compositor, Luno traz em seu primeiro disco solo, "Homo Pacificus", músicas que passeiam por viagens astrais, reflexões existenciais e leituras bem-humoradas das relações humanas, acompanhado pelos consagrados músicos Gabriel Perninha (bateria) e Leo AirPlane (teclados e sintetizadores).