Prefeito acompanha início da recuperação das ciclovias

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O prefeito Edvaldo Nogueira observa o início dos trabalhos de recuperação das ciclovias
O prefeito Edvaldo Nogueira observa o início dos trabalhos de recuperação das ciclovias

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/08/2019 às 22:45:00

 

O prefeito Edvaldo Nogueira acompanhou, na manhã desta quinta-feira, o início da recuperação das ciclovias de Aracaju. O ponto de partida da ação, realizada pela Prefeitura e apresentada no começo desta semana pelo próprio gestor municipal, se deu na avenida Beira Mar, zona Sul, local em que o Plano de Mobilidade Urbana já está em plena execução e que possui grande fluxo de ciclistas cotidianamente.  As intervenções estão sendo concretizadas com recursos próprios da administração municipal, num investimento aproximado de R$ 100 mil.
"Estou muito feliz em poder iniciar a recuperação das ciclovias. Têm obras que são importantes não pelo valor financeiro delas, mas pelo o que representam para as pessoas e para a cidade, como é o caso desta. Quando começamos a construir as ciclovias, lá atrás, elas causaram um impacto positivo muito grande, por isso tenho a felicidade de ter sido o prefeito que mais investiu na malha cicloviária de Aracaju. Agora, diante da deterioração destas cinco grandes ciclovias, abandonadas na gestão que nos antecedeu, damos início ao plano de recuperação, com a certeza de que será muito importante para as pessoas que utilizam a bicicleta como meio de transporte ou para a prática esportiva", destacou Edvaldo.
O prefeito lembrou que a ação integra o Plano de Mobilidade Urbana de Aracaju. "É a prova do nosso compromisso com a cidade e faz parte do nosso projeto de mobilidade. Vejam que em todas as obras de infraestrutura que executamos nós construímos novas ciclovias. Quando começamos a construir ciclovias em Aracaju a ideia era estimular as pessoas a usarem esse modal como meio de locomoção, porque melhora a saúde, ajuda o meio ambiente e a vida financeira. Demos um salto muito grande neste sentido e tenho a esperança de que os aracajuanos se estimulem a andar de bicicleta após a recuperação das ciclovias", reforçou.
Edvaldo também ressaltou que a gestão municipal já busca recursos para que outra etapa do projeto seja executada: o de interligação das ciclovias. "É uma outra grande necessidade, mas como não temos condições de realizar com recursos próprios, estamos correndo atrás. Nós temos muitas ciclovias na cidade que precisam se conectar para que o ciclista possa ter ainda mais segurança ao usá-las. Um exemplo claro é a ciclovia da Tancredo Neves que, ao chegar próximo ao terminal, acaba e o ciclista precisa descer para encontrar outras ciclovias. O mesmo ocorre em outros pontos, então estamos buscando recursos para fazer essas interligações e poder tornar a mobilidade por bicicleta melhor em Aracaju", salientou.

O prefeito Edvaldo Nogueira acompanhou, na manhã desta quinta-feira, o início da recuperação das ciclovias de Aracaju. O ponto de partida da ação, realizada pela Prefeitura e apresentada no começo desta semana pelo próprio gestor municipal, se deu na avenida Beira Mar, zona Sul, local em que o Plano de Mobilidade Urbana já está em plena execução e que possui grande fluxo de ciclistas cotidianamente.  As intervenções estão sendo concretizadas com recursos próprios da administração municipal, num investimento aproximado de R$ 100 mil.
"Estou muito feliz em poder iniciar a recuperação das ciclovias. Têm obras que são importantes não pelo valor financeiro delas, mas pelo o que representam para as pessoas e para a cidade, como é o caso desta. Quando começamos a construir as ciclovias, lá atrás, elas causaram um impacto positivo muito grande, por isso tenho a felicidade de ter sido o prefeito que mais investiu na malha cicloviária de Aracaju. Agora, diante da deterioração destas cinco grandes ciclovias, abandonadas na gestão que nos antecedeu, damos início ao plano de recuperação, com a certeza de que será muito importante para as pessoas que utilizam a bicicleta como meio de transporte ou para a prática esportiva", destacou Edvaldo.
O prefeito lembrou que a ação integra o Plano de Mobilidade Urbana de Aracaju. "É a prova do nosso compromisso com a cidade e faz parte do nosso projeto de mobilidade. Vejam que em todas as obras de infraestrutura que executamos nós construímos novas ciclovias. Quando começamos a construir ciclovias em Aracaju a ideia era estimular as pessoas a usarem esse modal como meio de locomoção, porque melhora a saúde, ajuda o meio ambiente e a vida financeira. Demos um salto muito grande neste sentido e tenho a esperança de que os aracajuanos se estimulem a andar de bicicleta após a recuperação das ciclovias", reforçou.
Edvaldo também ressaltou que a gestão municipal já busca recursos para que outra etapa do projeto seja executada: o de interligação das ciclovias. "É uma outra grande necessidade, mas como não temos condições de realizar com recursos próprios, estamos correndo atrás. Nós temos muitas ciclovias na cidade que precisam se conectar para que o ciclista possa ter ainda mais segurança ao usá-las. Um exemplo claro é a ciclovia da Tancredo Neves que, ao chegar próximo ao terminal, acaba e o ciclista precisa descer para encontrar outras ciclovias. O mesmo ocorre em outros pontos, então estamos buscando recursos para fazer essas interligações e poder tornar a mobilidade por bicicleta melhor em Aracaju", salientou.