Duda será bolsista da Prefeitura de São Cristóvão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 20/08/2019 às 22:31:00

 

A superatleta Duda Lisboa será uma das contempladas pelo programa Bolsa Atleta da Prefeitura de São Cristóvão. Ela e mais 15 atletas são-cristovenses, assinam o termo de adesão nesta quarta-feira (21), às 10h, no Paço Municipal. Nascida na antiga capital sergipana, atleta dá nome à lei, que designa auxílio aos atletas de rendimento, que representam a cidade. Ela foi eleita a melhor do mundo na última temporada e lidera a corrida rumo Tóquio 2020. 
Este é o segundo ano do programa, que objetiva estimular o esporte na quarta cidade mais antiga do país, por meio de apoio aos atletas. O programa de auxílio financeiro para atletas atende 16 atletas de diversas modalidades esportivas, cujos valores variam de R$ 400 a R$ 1 mil.
Instituído com a sanção da lei Duda Lisboa (nº 312/2017), o Bolsa Atleta designa o auxílio-atleta, prioritariamente, aos atletas praticantes de esporte de rendimento e que estejam representando São Cristóvão.
O benefício contempla atletas e paratletas de desportos, tanto de modalidades individuais quanto coletivas (reconhecidas pelo Comitê Olímpico Brasileiro - COB) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Vale ressaltar que o atleta selecionado receberá o benefício durante 12 meses, sendo este não prorrogável.
Duda - Na base, Duda Lisboa já colecionou diversos títulos importantes, entre eles, a medalha de ouro nos Jogos Escolares da Juventude de Nanquim, na China, em 2014. Considerada um fenômeno do vôlei de praia, começou a receber atenção especial da Confederação Brasileira de Vôlei e participou do programa Vivência Olímpica nos Jogos Rio 2016, que teve o intuito de levar jovens promessas para o ambiente olímpico para dar a ele experiência e rápida adaptação.

A superatleta Duda Lisboa será uma das contempladas pelo programa Bolsa Atleta da Prefeitura de São Cristóvão. Ela e mais 15 atletas são-cristovenses, assinam o termo de adesão nesta quarta-feira (21), às 10h, no Paço Municipal. Nascida na antiga capital sergipana, atleta dá nome à lei, que designa auxílio aos atletas de rendimento, que representam a cidade. Ela foi eleita a melhor do mundo na última temporada e lidera a corrida rumo Tóquio 2020. 
Este é o segundo ano do programa, que objetiva estimular o esporte na quarta cidade mais antiga do país, por meio de apoio aos atletas. O programa de auxílio financeiro para atletas atende 16 atletas de diversas modalidades esportivas, cujos valores variam de R$ 400 a R$ 1 mil.
Instituído com a sanção da lei Duda Lisboa (nº 312/2017), o Bolsa Atleta designa o auxílio-atleta, prioritariamente, aos atletas praticantes de esporte de rendimento e que estejam representando São Cristóvão.
O benefício contempla atletas e paratletas de desportos, tanto de modalidades individuais quanto coletivas (reconhecidas pelo Comitê Olímpico Brasileiro - COB) e pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Vale ressaltar que o atleta selecionado receberá o benefício durante 12 meses, sendo este não prorrogável.

Duda - Na base, Duda Lisboa já colecionou diversos títulos importantes, entre eles, a medalha de ouro nos Jogos Escolares da Juventude de Nanquim, na China, em 2014. Considerada um fenômeno do vôlei de praia, começou a receber atenção especial da Confederação Brasileira de Vôlei e participou do programa Vivência Olímpica nos Jogos Rio 2016, que teve o intuito de levar jovens promessas para o ambiente olímpico para dar a ele experiência e rápida adaptação.