Nova UTI do Hospital Renascença abre ao público nesta terça-feira

Cidades

 

Uma nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foi inaugurada pelo Hospital Renascença e abre para atendimento ao público nesta terça-feira. Com 10 leitos, sendo um de isolamento (conforme RDC 07/2010), a UTI se destina ao atendimento de pacientes em pré e pós-operatório e serviços de UTI Clínica. Segundo a unidade hospitalar, a intenção é possibilitar uma boa experiência ao paciente, favorecendo a recuperação da sua saúde a partir da oferta de assistência multiprofissional, com o uso de equipamentos de última geração, e de tratamento humanizado e holístico ao paciente crítico.
De acordo com a responsável técnica (RT) da UTI, Janaína Feijó, a oferta de atendimento humanizado incluirá a atuação de uma equipe de psicologia para acompanhar os pacientes e seus familiares de maneira integral. "O capital humano da Renascença se preocupa em ser empático com os pacientes e familiares, inserindo-os no processo de cuidado e promovendo uma experiência positiva, ainda que o quadro seja crítico e de difícil resolução. Dentro desse contexto, temos a proposta de possibilitar ao paciente maior presença familiar durante o internamento, com visitas estendidas em dois momentos, com 1h de duração de segunda a sexta; e 2h nos fins de semana", revela. 

Uma nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foi inaugurada pelo Hospital Renascença e abre para atendimento ao público nesta terça-feira. Com 10 leitos, sendo um de isolamento (conforme RDC 07/2010), a UTI se destina ao atendimento de pacientes em pré e pós-operatório e serviços de UTI Clínica. Segundo a unidade hospitalar, a intenção é possibilitar uma boa experiência ao paciente, favorecendo a recuperação da sua saúde a partir da oferta de assistência multiprofissional, com o uso de equipamentos de última geração, e de tratamento humanizado e holístico ao paciente crítico.
De acordo com a responsável técnica (RT) da UTI, Janaína Feijó, a oferta de atendimento humanizado incluirá a atuação de uma equipe de psicologia para acompanhar os pacientes e seus familiares de maneira integral. "O capital humano da Renascença se preocupa em ser empático com os pacientes e familiares, inserindo-os no processo de cuidado e promovendo uma experiência positiva, ainda que o quadro seja crítico e de difícil resolução. Dentro desse contexto, temos a proposta de possibilitar ao paciente maior presença familiar durante o internamento, com visitas estendidas em dois momentos, com 1h de duração de segunda a sexta; e 2h nos fins de semana", revela. 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS