Cenário petista

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) recebeu ontem, em seu gabinete, a  visita da deputada estadual Janaína Pascoal (PSL-SP) que foi pedir apoio para o pedido de impeachment contra o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, por entender que teve il
O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) recebeu ontem, em seu gabinete, a visita da deputada estadual Janaína Pascoal (PSL-SP) que foi pedir apoio para o pedido de impeachment contra o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, por entender que teve il

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 13/08/2019 às 23:20:00

 

Não é novidade que a pretensão do PT 
hoje é ter candidato próprio a prefeito 
de Aracaju em 2020. Essa é a vontade da grande maioria das lideranças petistas no Estado, já externada publicamente.
Nesse sentido, dois nomes são citados para disputar a sucessão do ainda aliado Edvaldo Nogueira (PCdoB): a vice-governadora Eliane Aquino e o vice-presidente nacional do partido, Márcio Macedo.
Eliane não externa qualquer sentimento sobre a possibilidade de disputar a Prefeitura de Aracaju no próximo ano, indo para um confronto direto com Edvaldo, na qual foi eleita com ele, em 2016, como vice-prefeita da capital. Já Márcio não nega esse seu interesse e trabalha nessa direção.
O PRB já teve algumas conversas com o PT sobre uma aliança em 2020, inclusive, com Eliane Aquino. Só que percebeu que ela não demonstra "disposição" em disputar a prefeitura no próximo ano, entendendo que o interesse maior é com as eleições 2022.
Em sendo verdade, Eliane deixa para Márcio Macedo a responsabilidade do partido tentar retornar à Prefeitura de Aracaju, quando comandou de 2000 a 2006 com Marcelo Déda. E vai tentar consolidar seu nome para a sucessão de Belivaldo Chagas (PSD) em 2022.
Esse cenário político não será fácil, pois o senador Rogério Carvalho tem o interesse em ser candidato a governador.  Se concretizando o desejo de Eliane em concorrer ao governo, haverá uma disputa interna dentro do partido entre os dois petistas.
Rogério, no meio do mandato de governador, não vai querer perder a oportunidade de não ser candidato à sucessão de Belivaldo Chagas. Isso porque, perdendo o pleito em 2022, não ficará sem mandato. Seguirá com mandato de senador por mais quatro anos.
Já Eliane, se Belivaldo renunciar ao mandato em abril de 2022 para disputar o Senado, não deve querer abrir mão de concorrer a reeleição estando no comando do governo.
Se o governador concluir o mandato, ficará mais fácil para Rogério a disputa interna no PT sobre quem será o candidato já que Eliane não estará sentada na cadeira de governadora.
Sobre 2020, uma liderança petista avalia que o ex-presidente Lula é quem pode interferir para que a comadre Eliane Aquino possa disputar a Prefeitura de Aracaju.
Agora é aguardar as convenções partidárias do ano que vem, pois até lá tem muita água pra rolar por debaixo da ponte...
E não será surpresa se Márcio Macedo for o vice de Edvaldo Nogueira, mantendo-se, assim, a unidade do agrupamento político hoje liderado pelo governador Belivaldo Chagas.

Não é novidade que a pretensão do PT  hoje é ter candidato próprio a prefeito  de Aracaju em 2020. Essa é a vontade da grande maioria das lideranças petistas no Estado, já externada publicamente.
Nesse sentido, dois nomes são citados para disputar a sucessão do ainda aliado Edvaldo Nogueira (PCdoB): a vice-governadora Eliane Aquino e o vice-presidente nacional do partido, Márcio Macedo.
Eliane não externa qualquer sentimento sobre a possibilidade de disputar a Prefeitura de Aracaju no próximo ano, indo para um confronto direto com Edvaldo, na qual foi eleita com ele, em 2016, como vice-prefeita da capital. Já Márcio não nega esse seu interesse e trabalha nessa direção.
O PRB já teve algumas conversas com o PT sobre uma aliança em 2020, inclusive, com Eliane Aquino. Só que percebeu que ela não demonstra "disposição" em disputar a prefeitura no próximo ano, entendendo que o interesse maior é com as eleições 2022.
Em sendo verdade, Eliane deixa para Márcio Macedo a responsabilidade do partido tentar retornar à Prefeitura de Aracaju, quando comandou de 2000 a 2006 com Marcelo Déda. E vai tentar consolidar seu nome para a sucessão de Belivaldo Chagas (PSD) em 2022.
Esse cenário político não será fácil, pois o senador Rogério Carvalho tem o interesse em ser candidato a governador.  Se concretizando o desejo de Eliane em concorrer ao governo, haverá uma disputa interna dentro do partido entre os dois petistas.
Rogério, no meio do mandato de governador, não vai querer perder a oportunidade de não ser candidato à sucessão de Belivaldo Chagas. Isso porque, perdendo o pleito em 2022, não ficará sem mandato. Seguirá com mandato de senador por mais quatro anos.
Já Eliane, se Belivaldo renunciar ao mandato em abril de 2022 para disputar o Senado, não deve querer abrir mão de concorrer a reeleição estando no comando do governo.
Se o governador concluir o mandato, ficará mais fácil para Rogério a disputa interna no PT sobre quem será o candidato já que Eliane não estará sentada na cadeira de governadora.
Sobre 2020, uma liderança petista avalia que o ex-presidente Lula é quem pode interferir para que a comadre Eliane Aquino possa disputar a Prefeitura de Aracaju.
Agora é aguardar as convenções partidárias do ano que vem, pois até lá tem muita água pra rolar por debaixo da ponte...
E não será surpresa se Márcio Macedo for o vice de Edvaldo Nogueira, mantendo-se, assim, a unidade do agrupamento político hoje liderado pelo governador Belivaldo Chagas.

Continuar conversando

O PRB não chegou a um entendimento sobre voltar a aliança com o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB). Na reunião do partido, que analisou a conversa recente que o presidente estadual Jony Marcos e o pastor Eduardo Lima tiveram com Edvaldo, ficou estabelecido que a legenda não vai compor agora com ninguém. Irá conversar com todo mundo e só definir uma aliança mais na frente.

Quer a vice

Segundo o presidente de honra do PRB, ex-deputado federal Heleno Silva, o partido é forte em Aracaju e vai querer indicar Jony Marcos como vice em 2020. "O PRB tem tempo de TV, tem militância e um bom nome para compor a chapa majoritária. Tem uma militância que o MDB e PP não tem", afirmou, enfatizando que a legenda já conversou com Eliane Aquino (PT) e Gilmar Carvalho (PSC).

Valorização

Enfatiza Heleno que em 2018 o ex-governador Jackson Barreto (MDB) teve apenas três mil votos a mais que ele na disputa pelo Senado em Aracaju. E que Jony Marcos fez um bom mandato de deputado federal e sempre foi bem votado na capital, onde exerceu três mandatos de vereador.  Disse ainda que o ex-deputado já vai transferir seu título de eleitor de Nossa Senhora do Socorro para Aracaju.

Em Glória

No domingo passado o PRB voltou a conversar, em Nossa Senhora da Glória, com o vereador Manuel Marcos (PSDB-Aracaju) para que seja candidato a prefeito do município pela legenda. Segundo Heleno, o ex-deputado estadual Jairo de Glória participou da conversa e garantiu apoio ao vereador, que pediu até setembro [prazo que encerra transferência de domicílio eleitoral] para tomar uma posição.

Penhora de sede do PT 1 

Por não ter se manifestado sobre a penhora da sede do PT em Aracaju, após ação de cobrança movida pela Nordeste Comunicação Visual LTDA - ME, a 1ª Vara Cível de Aracaju decidiu penhorar o imóvel. O PT e o senador Rogério Carvalho são réus no processo proveniente de uma dívida contraída pelo petista quando disputou o Senado em 2014 e perdeu para Maria do Carmo Alves (DEM).

Penhora de sede do PT 2 

Diz a decisão judicial: "Diante do silêncio dos executados acerca da penhora do imóvel de fls 91/93, proceda a lavratura do auto de adjudicação   do referido imóvel, expedindo a respectiva carta e o mandado de imissão na posse, tudo na forma do art. 877, §1º, I do CPC. Não sendo o bem adjudicado suficiente para saldar a divida, intime-se o credor para trazer aos autos planilha atualizada de seu crédito, abatendo-se dele o valor da avaliação de fls.93. Prazo: 15 dias".

Arquivado

Na tarde de ontem o promotor Bruno Melo, do Ministério Público de Sergipe, decidiu pelo arquivamento do inquérito civil que apurava a participação do vereador Palhaço Soneca (Cidadania-Aracaju) em festa do mastro, em Capela, quando estava de licença médica por 120 dias da Câmara Municipal. Para ele, não houve indícios suficientes sobre a prática de ato de improbidade administrativa para que fosse proposta a sua responsabilização.

Volta a tramitar

A pedido dos conselheiros do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público), Erick Venâncio e Leonardo Accioly, foi desarquivado ontem um procedimento contra o procurador Deltan Dallagnol, levado ao órgão por causa das mensagens de Telegram publicadas pelo site The Intercept Brasil. Quem arquivou monocraticamente foi o corregedor, o sergipano Orlando Rochadel, sob o argumento de que as mensagens não tinham sua autenticidade comprovada.

Ida ao Senado

Com a reabertura da investigação contra Deltan Dallagnol por indícios de arbitrariedade, o senador Rogério Carvalho apresentou ontem requerimento convidando a procuradora geral Raquel Dodge para esclarecer ao Senado o dever constitucional do MPF e PGR de zelar pela instituição. Quer que ela fale da atuação do Ministério Público em ações inadequadas de alguns integrantes como mostram mensagens do Intercept. 

Defesa do consumidor 1

O deputado federal Fábio Reis (MDB/SE), coordenador da bancada de Sergipe na Câmara Federal, protocolou ontem o Projeto de Lei 4401/2019, que altera o Código de Defesa do Consumidor e possibilita ao contribuinte o ressarcimento, até três dias úteis, nos casos de pagamento em duplicidade.

Defesa do consumidor 2

Atualmente, o consumidor pode optar por ter o valor abatido na despesa seguinte ou creditado em conta corrente. Mas, ao optar pela devolução do dinheiro, há casos de demora de até 60 dias úteis. Com o PL apresentado pelo parlamentar, as empresas têm no máximo três dias para ressarcir o consumidor. "O projeto vai corrigir uma grande injustiça com quem paga a conta duplicada por erro", avalia.

Veja essa ...

Do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), autor do pedido de CPI da Lava Toga, que visa investigar condutas ímprobas, desvios operacionais e violações éticas por parte de membros do Supremo Tribunal Federal e de tribunais superiores do país: "Enfrentar a ditadura da toga é uma questão central hoje no Brasil".

Curtas

Em discurso na Câmara o deputado Fábio Reis (MDB/SE) cobrou dos governadores a isenção de ICMS para produtos agrícolas. Citou como exemplo o Estado de São Paulo, que zerou o imposto para os produtos hortifrutigranjeiros.

Segundo o parlamentar, produtos como abacaxi, acerola e fumo, que são culturas muito presentes na agricultura familiar do estado de Sergipe, caso fossem isentos do ICMS, trariam uma melhoria significativa para o negócio do pequeno agricultor.

Tão logo confirmou denúncia de que haviam dois servidores comissionados na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, que exerciam mandato de vereador no interior, o prefeito Edvaldo Nogueira mandou exonerá-los. Disse que não permite que situações como essas ocorram na sua gestão. A pasta é uma indicação política do deputado federal Laércio Oliveira (PP).

O suplente de deputado estadual, pastor Eduardo Lima (PRB), será um dos anfitriões da estreia do filme "Nada a Perder 2", do bispo Edir Macedo, que ocorrerá nessa quinta-feira, às 19h, no Cinemark do Riomar.