22ª Missa do Cangaço acontece domingo no Monumento Natural Grota do Angico

Cidades

 

No próximo dia 28 de julho será realizada a 22ª Missa do Cangaço, celebração que acontece no Monumento Natural Grota do Angico (Mona) ? unidade de conservação gerida pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedurbs) e administrada pela Superintendência do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SERHMA), na divisa dos municípios de Poço Redondo e Canindé de São Francisco, Sertão do Estado.
O evento que tem início às 8h, marca o 81º aniversário da morte de Virgulino Ferreira da Silva, popularmente conhecido como Lampião, que foi executado na grota ao lado de sua esposa, Maria Bonita, e de seu bando, depois de emboscada policial. A missa é organizada pela neta de Lampião, Vera Ferreira, e integrantes do Museu do Cangaço, com apoio do Governo do Estado por meio da SERHMA.
De acordo com o Superintendente Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, Ailton Rocha, o Estado apoia de forma logística a celebração. "Para receber as pessoas na celebração o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe, DER, já melhorou as estradas de acesso ao local do evento. Além disso recepcionamos a população que vem por terra, para isso melhoramos e identificamos as trilhas de acesso à Grota, além de há 12 anos fazermos a preservação ambiental da área com a gestão da Unidade de Conservação da Natureza", explica.

No próximo dia 28 de julho será realizada a 22ª Missa do Cangaço, celebração que acontece no Monumento Natural Grota do Angico (Mona) ? unidade de conservação gerida pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (Sedurbs) e administrada pela Superintendência do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SERHMA), na divisa dos municípios de Poço Redondo e Canindé de São Francisco, Sertão do Estado.
O evento que tem início às 8h, marca o 81º aniversário da morte de Virgulino Ferreira da Silva, popularmente conhecido como Lampião, que foi executado na grota ao lado de sua esposa, Maria Bonita, e de seu bando, depois de emboscada policial. A missa é organizada pela neta de Lampião, Vera Ferreira, e integrantes do Museu do Cangaço, com apoio do Governo do Estado por meio da SERHMA.
De acordo com o Superintendente Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, Ailton Rocha, o Estado apoia de forma logística a celebração. "Para receber as pessoas na celebração o Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe, DER, já melhorou as estradas de acesso ao local do evento. Além disso recepcionamos a população que vem por terra, para isso melhoramos e identificamos as trilhas de acesso à Grota, além de há 12 anos fazermos a preservação ambiental da área com a gestão da Unidade de Conservação da Natureza", explica.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS