Saúde realiza novo mutirão contra a dengue

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
AGENTES DA PREFEITURA DE ARACAJU INVADIRAM O BAIRRO OLARIA, UMA DAS ÁREAS COM MAIOR RISCO DE EPIDEMIA. TODOS OS IMÓVEIS FORAM VISTORIADOS
AGENTES DA PREFEITURA DE ARACAJU INVADIRAM O BAIRRO OLARIA, UMA DAS ÁREAS COM MAIOR RISCO DE EPIDEMIA. TODOS OS IMÓVEIS FORAM VISTORIADOS

Equipe que participou do mutirão no bairro Olaria
Equipe que participou do mutirão no bairro Olaria

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 20/07/2019 às 14:33:00

 

O bairro Olaria, na zona Norte de Aracaju, recebe neste final de semana as ações de monitoramento e combate aos focos reprodutores de mosquitos Aedes aegypti. O trabalho de mutirão realizado pela Prefeitura de Aracaju através da Secretaria Municipal da Saúde e da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), tem sido intensificado depois que a segunda análise anual do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) ter apresentado crescimento no índice de Dengue na capital sergipana. Na semana passada o bairro Santa Maria, na zona Sul, também já havia recebido os agentes de combate às endemias.
Dados da SMS inflictam ainda que somente nos seis primeiros meses deste ano 139 aracajuanos buscaram atendimento médico em postos de saúde se queixando da doença, sendo 89 casos confirmados e outros 39 ainda em fase de investigação. No ranking de notificações surgem os bairros: Santa Maria (104); Santos Dumont (48); São Conrado (44); Farolândia (39); Olaria (38); 17 de Março (36) e Cidade Nova (24). De acordo com a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, os mutirões serão realizados durante todos os finais de semana até a última quinzena de agosto.
 "Esse foi o terceiro mutirão realizado pela Prefeitura de Aracaju, o qual faz parte de um pacote de medidas operacionais o qual visa eliminar todas as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Desde que essa ação foi realizada nas ruas, avenidas e inúmera casas, percebemos a incrível boa recepção da população. Esperamos que o próximo levantamento do LIRAa possamos nos deparar com números positivos", disse. Assim como ocorre com frequência ao longo dos últimos 15 dias, a gestora enalteceu a necessidade de a comunidade manter os cuidados preventivos após o fim da ação unificada.
 "Depois que o mutirão sai desses bairros, é fundamental que as pessoas não deixem de realizar diariamente uma análise dentro de casa, no ambiente de trabalho e em diálogos com vizinhos. Apenas mantendo essa união funcional todos nós iremos vencer esse combate", concluiu. No próximo sábado, dia 27, será a vez do mutirão ser realizado no bairro José Conrado de Araújo; já no dia 03 de agosto o trabalho coletivo está agendado para ocorrer no bairro Santo Antônio; dia 10, bairro Industrial; dia 17 o bairro Dom Luciano, e no dia 24 de agosto o bairro Pereira Lobo. Ainda não foi divulgada a programação para o mês de setembro, quando encerra a terceira análise do LIRAa deste ano.

O bairro Olaria, na zona Norte de Aracaju, recebe neste final de semana as ações de monitoramento e combate aos focos reprodutores de mosquitos Aedes aegypti. O trabalho de mutirão realizado pela Prefeitura de Aracaju através da Secretaria Municipal da Saúde e da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), tem sido intensificado depois que a segunda análise anual do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) ter apresentado crescimento no índice de Dengue na capital sergipana. Na semana passada o bairro Santa Maria, na zona Sul, também já havia recebido os agentes de combate às endemias.
Dados da SMS inflictam ainda que somente nos seis primeiros meses deste ano 139 aracajuanos buscaram atendimento médico em postos de saúde se queixando da doença, sendo 89 casos confirmados e outros 39 ainda em fase de investigação. No ranking de notificações surgem os bairros: Santa Maria (104); Santos Dumont (48); São Conrado (44); Farolândia (39); Olaria (38); 17 de Março (36) e Cidade Nova (24). De acordo com a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, os mutirões serão realizados durante todos os finais de semana até a última quinzena de agosto.
 "Esse foi o terceiro mutirão realizado pela Prefeitura de Aracaju, o qual faz parte de um pacote de medidas operacionais o qual visa eliminar todas as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Desde que essa ação foi realizada nas ruas, avenidas e inúmera casas, percebemos a incrível boa recepção da população. Esperamos que o próximo levantamento do LIRAa possamos nos deparar com números positivos", disse. Assim como ocorre com frequência ao longo dos últimos 15 dias, a gestora enalteceu a necessidade de a comunidade manter os cuidados preventivos após o fim da ação unificada.
 "Depois que o mutirão sai desses bairros, é fundamental que as pessoas não deixem de realizar diariamente uma análise dentro de casa, no ambiente de trabalho e em diálogos com vizinhos. Apenas mantendo essa união funcional todos nós iremos vencer esse combate", concluiu. No próximo sábado, dia 27, será a vez do mutirão ser realizado no bairro José Conrado de Araújo; já no dia 03 de agosto o trabalho coletivo está agendado para ocorrer no bairro Santo Antônio; dia 10, bairro Industrial; dia 17 o bairro Dom Luciano, e no dia 24 de agosto o bairro Pereira Lobo. Ainda não foi divulgada a programação para o mês de setembro, quando encerra a terceira análise do LIRAa deste ano.