Previsão de novo temporal deixa equipes em alerta

Cidades

 

Milton Alves Júnior
Até o próximo domin-
go (21), equipes da 
Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Marinha do Brasil e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), seguem em estado de alerta diante da perspectiva de ventos com mais de 60 km/h e fortes rajadas de vento em todas as regiões do estado de Sergipe. Na capital, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), e da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), também segue intensificando os monitoramentos a fim de minimizar intercorrências negativas semelhantes às registradas na semana passada.
Com base em dados apresentados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), bem como pelo Centro de Meteorologia de Sergipe, a base da Marinha do Brasil emitiu o primeiro alerta na tarde da última quarta-feira (17). Esses estudos indicam que neste período os efeitos da natureza possam gerar precipitações de 30 mm à 45 mm por dia, o que pode resultar em um acumulado de 150 mm. Nos dez primeiros dias deste mês foram registrados 320 mm de volume de chuva em Sergipe. Índice três vezes superior ao previsto para todo o mês de julho. Com novas pancadas de chuva, a perspectiva é que este início de inverno seja apontado como um dos mais intensos dos últimos 30 anos.
Por meio da página oficial da gestão executiva municipal, o coordenador da Defesa Civil de Aracaju, o major Sílvio Prado, informou que atualmente: "todo o Plano de Contingência em funcionamento. O Comitê de Gerenciamento de Crise foi acionado pelo prefeito Edvaldo Nogueira e será utilizado todo o aparato da Prefeitura para minimizar os impactos das chuvas e dos ventos fortes que podem acontecer nos próximos quatro dias." Em caso de acidentes ou riscos, os órgãos de segurança pública solicitam que os sergipanos entrem em contato com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) 190.
 "Estamos trabalhando em plantão para mais rápido atender as pessoas em situação de vulnerabilidade. Pedimos que todos fiquem atentos, compreendam os riscos, e, em caso de ameaças contra a integridade física das pessoas, entrem em contato conosco", informou o major Luciano Queiroz, do Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência Social e do Trabalho (Depec/Seit). Situações de emergência podem ser informadas também pelo telefone 193. Na capital, intercorrências devem ser comunicadas pelo número 199.

Milton Alves Júnior

Até o próximo domin- go (21), equipes da  Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Marinha do Brasil e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), seguem em estado de alerta diante da perspectiva de ventos com mais de 60 km/h e fortes rajadas de vento em todas as regiões do estado de Sergipe. Na capital, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), e da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), também segue intensificando os monitoramentos a fim de minimizar intercorrências negativas semelhantes às registradas na semana passada.
Com base em dados apresentados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), bem como pelo Centro de Meteorologia de Sergipe, a base da Marinha do Brasil emitiu o primeiro alerta na tarde da última quarta-feira (17). Esses estudos indicam que neste período os efeitos da natureza possam gerar precipitações de 30 mm à 45 mm por dia, o que pode resultar em um acumulado de 150 mm. Nos dez primeiros dias deste mês foram registrados 320 mm de volume de chuva em Sergipe. Índice três vezes superior ao previsto para todo o mês de julho. Com novas pancadas de chuva, a perspectiva é que este início de inverno seja apontado como um dos mais intensos dos últimos 30 anos.
Por meio da página oficial da gestão executiva municipal, o coordenador da Defesa Civil de Aracaju, o major Sílvio Prado, informou que atualmente: "todo o Plano de Contingência em funcionamento. O Comitê de Gerenciamento de Crise foi acionado pelo prefeito Edvaldo Nogueira e será utilizado todo o aparato da Prefeitura para minimizar os impactos das chuvas e dos ventos fortes que podem acontecer nos próximos quatro dias." Em caso de acidentes ou riscos, os órgãos de segurança pública solicitam que os sergipanos entrem em contato com o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) 190.
 "Estamos trabalhando em plantão para mais rápido atender as pessoas em situação de vulnerabilidade. Pedimos que todos fiquem atentos, compreendam os riscos, e, em caso de ameaças contra a integridade física das pessoas, entrem em contato conosco", informou o major Luciano Queiroz, do Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência Social e do Trabalho (Depec/Seit). Situações de emergência podem ser informadas também pelo telefone 193. Na capital, intercorrências devem ser comunicadas pelo número 199.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS