Justiça manda fechar empresa que oferta serviços privativos da advocacia

Cidades

 

O juiz titular da 3ª Vara Federal de Sergipe, Edmilson Pimenta, acatou o pedido de tutela antecipada da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Sergipe (OAB/SE) para que a empresa Acreditti Consultoria e Negócios Ltda. suspenda suas atividades empresariais.
De acordo com o juiz federal, com base em documentos apresentados pelo autor do processo, constatou-se que a empresa exerce atividades privativas de advogado, ou pelo menos assegura aos seus clientes que os presta, fora da legislação de regência. Em sua decisão, o magistrado determinou, além do encerramento das atividades da empresa, a suspensão da divulgação de qualquer material de mídia televisiva, falada ou impressa, por meio eletrônico ou qualquer outro.
Da decisão, ainda cabe recurso de agravo de instrumento.

O juiz titular da 3ª Vara Federal de Sergipe, Edmilson Pimenta, acatou o pedido de tutela antecipada da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Sergipe (OAB/SE) para que a empresa Acreditti Consultoria e Negócios Ltda. suspenda suas atividades empresariais.
De acordo com o juiz federal, com base em documentos apresentados pelo autor do processo, constatou-se que a empresa exerce atividades privativas de advogado, ou pelo menos assegura aos seus clientes que os presta, fora da legislação de regência. Em sua decisão, o magistrado determinou, além do encerramento das atividades da empresa, a suspensão da divulgação de qualquer material de mídia televisiva, falada ou impressa, por meio eletrônico ou qualquer outro.
Da decisão, ainda cabe recurso de agravo de instrumento.

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS