"A Barragem do Poxim não corre o menor risco de rompimento", disse Belivaldo durante inspeção

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A BARRAGEM ESTÁ COMPLETAMENTE CHEIA E COMEÇOU A LIBERAR ÁGUA; AUMENTA O NÚMERO DE FAMÍLIAS DESABRIGADAS EM TODO O ESTADO
A BARRAGEM ESTÁ COMPLETAMENTE CHEIA E COMEÇOU A LIBERAR ÁGUA; AUMENTA O NÚMERO DE FAMÍLIAS DESABRIGADAS EM TODO O ESTADO

Aspecto da inspeção da barragem do Poxim Açu
Aspecto da inspeção da barragem do Poxim Açu

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/07/2019 às 23:02:00

 

"Quero tranquilizar a população e garantir que a Barragem Poxim Açu não corre o menor risco de rompimento. Recebemos diariamente um relatório da situação das barragens do Estado desde que as chuvas começaram e, até o momento, nenhuma apresenta qualquer risco". A afirmação é do governador Belivaldo Chagas, ao fazer uma inspeção à Poxim Açu, situada entre os municípios de São Cristóvão e Aracaju, na tarde desta sexta-feira, 12. Ele estava acompanhado da vice-governadora, Eliane Aquino, secretários de Estado, dirigentes de órgãos e técnicos em barragens.
Belivaldo Chagas lamentou o comportamento de algumas pessoas ao afirmarem que estariam sendo abertas comportas na barragem. "A Poxim Açu não tem comportas. Divulgar informações erradas não auxiliam num momento como esse. A barragem está sangrando e as águas estão saindo pelo vertedouro. Este é o comportamento normal de qualquer barragem que recebe um grande volume de água", explicou o governador.
"Fizemos questão de vir pessoalmente verificar a situação da barragem para tranquilizar a população sergipana. Não existe nenhum tipo de risco de rompimento da barragem. Ela está sendo monitorada diuturnamente por técnicos especialmente contratados pela Deso e especialistas em barragens. Portanto, podemos garantir, que não existe nenhum tipo de risco", reforçou ao informar que o governo está atento e acompanhando as chuvas em todo estado, com os órgãos emitindo relatórios diários sobre a situação dos municípios.
Belivaldo informou ainda, que todo o governo está mobilizado para atender as demandas que venham surgir. Ele também vem conversando com os prefeitos para saber como se encontram os municípios por conta das fortes chuvas. "Tenho ligado para os prefeitos, conversado sobre as condições de cada cidade e região, acompanhando diariamente todo o desdobramento das chuvas. Sabemos que já existem vários desabrigados e o estado já se colocou à disposição para auxiliar no que for necessário", ressaltou.
"Estamos conversando com os prefeitos, recebendo os relatórios dos municípios e, quando as chuvas cessarem, vamos fazer uma avaliação dos estragos e definir se vai ser preciso decretar estado de emergência ou não; contratar de forma emergencial o serviço para consertar de algumas rodovias que estão danificadas, mais ainda, por causa das chuvas, como é o caso da rodovia que liga o município de Santa Rosa de Lima a região de Riachuelo. Estamos acompanhando tudo. O que importa nesse momento era fazer essa visita in loco para que todos fiquem tranquilos", concluiu.
São Cristóvão - O prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana,  acompanhou o governador Belivaldo Chagas na visita técnica à barragem do Poxim Açu. Ele disse que já está com a situação estabelecida e as famílias que tiveram suas casas inundadas foram resgatadas e colocadas em abrigos. "Estamos com nossas equipes mobilizadas e atuando para auxiliar a população. Estamos tendo a ajuda da igreja católica e, no momento, tentamos locar outros imóveis para abrigar mais famílias que venham precisar. Procuramos  minimizar os transtornos provocados pelas fortes chuvas. Estamos com cerca de 50 famílias abrigadas, com alimentação, cobertores e colchões", disse.

"Quero tranquilizar a população e garantir que a Barragem Poxim Açu não corre o menor risco de rompimento. Recebemos diariamente um relatório da situação das barragens do Estado desde que as chuvas começaram e, até o momento, nenhuma apresenta qualquer risco". A afirmação é do governador Belivaldo Chagas, ao fazer uma inspeção à Poxim Açu, situada entre os municípios de São Cristóvão e Aracaju, na tarde desta sexta-feira, 12. Ele estava acompanhado da vice-governadora, Eliane Aquino, secretários de Estado, dirigentes de órgãos e técnicos em barragens.
Belivaldo Chagas lamentou o comportamento de algumas pessoas ao afirmarem que estariam sendo abertas comportas na barragem. "A Poxim Açu não tem comportas. Divulgar informações erradas não auxiliam num momento como esse. A barragem está sangrando e as águas estão saindo pelo vertedouro. Este é o comportamento normal de qualquer barragem que recebe um grande volume de água", explicou o governador.
"Fizemos questão de vir pessoalmente verificar a situação da barragem para tranquilizar a população sergipana. Não existe nenhum tipo de risco de rompimento da barragem. Ela está sendo monitorada diuturnamente por técnicos especialmente contratados pela Deso e especialistas em barragens. Portanto, podemos garantir, que não existe nenhum tipo de risco", reforçou ao informar que o governo está atento e acompanhando as chuvas em todo estado, com os órgãos emitindo relatórios diários sobre a situação dos municípios.
Belivaldo informou ainda, que todo o governo está mobilizado para atender as demandas que venham surgir. Ele também vem conversando com os prefeitos para saber como se encontram os municípios por conta das fortes chuvas. "Tenho ligado para os prefeitos, conversado sobre as condições de cada cidade e região, acompanhando diariamente todo o desdobramento das chuvas. Sabemos que já existem vários desabrigados e o estado já se colocou à disposição para auxiliar no que for necessário", ressaltou.
"Estamos conversando com os prefeitos, recebendo os relatórios dos municípios e, quando as chuvas cessarem, vamos fazer uma avaliação dos estragos e definir se vai ser preciso decretar estado de emergência ou não; contratar de forma emergencial o serviço para consertar de algumas rodovias que estão danificadas, mais ainda, por causa das chuvas, como é o caso da rodovia que liga o município de Santa Rosa de Lima a região de Riachuelo. Estamos acompanhando tudo. O que importa nesse momento era fazer essa visita in loco para que todos fiquem tranquilos", concluiu.

São Cristóvão - O prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana,  acompanhou o governador Belivaldo Chagas na visita técnica à barragem do Poxim Açu. Ele disse que já está com a situação estabelecida e as famílias que tiveram suas casas inundadas foram resgatadas e colocadas em abrigos. "Estamos com nossas equipes mobilizadas e atuando para auxiliar a população. Estamos tendo a ajuda da igreja católica e, no momento, tentamos locar outros imóveis para abrigar mais famílias que venham precisar. Procuramos  minimizar os transtornos provocados pelas fortes chuvas. Estamos com cerca de 50 famílias abrigadas, com alimentação, cobertores e colchões", disse.