Seleção feminina precisa apenas de um empate

Esporte


  • Marta treinou muito bem, nada sentiu e garantiu presença no importante jogo contra a Itália

 

A seleção feminina do Brasil enfrenta a Itália nesta terça-feira (18), partida válida pela terceira rodada da Copa do Mundo-2019, que está sendo disputada na França. O Brasil vai às oitavas de final com um empate contra a Itália, mas pode avançar mesmo com derrota, a depender da combinação de resultados.
O Brasil precisa de um empate contra a Itália na última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo Feminina. Isso, se quiser se classificar às oitavas de final sem depender de ninguém. Caso seja derrotado, no entanto, não estará necessariamente eliminado. A missão se tornou menos difícil para as brasileiras, porque os Grupos E e F corresponderam às expectativas de favoritismo e fecharam a 2ª rodada, sem que os terceiros lugares tenham chance de somar quatro pontos.
O regulamento permite que mesmo com duas derrotas o Brasil siga vivo, já que quatro dos seis terceiros colocados das chaves, também chegam à fase seguinte e apenas oito das 24 equipes são eliminadas. 
Brasil vence a Itália - Classificação às oitavas garantida.
Brasil empata com a Itália - Classificação às oitavas garantida.
Brasil perde para a Itália - Há muitas combinações possíveis. Tudo indica que uma derrota, de preferência não por muitos gols, mantenha o Brasil com possibilidades de classificação. 
O jogo será na próxima terça-feira e a Seleção teria de aguardar até quinta-feira, dia que termina a primeira fase, para saber se estaria ou não classificada. A possível espera para ir embora faz parte do planejamento das confederações junto à Fifa.
Dentro do grupo brasileiro (C), mesmo perdendo, há possibilidade de ficar em segundo, caso a Jamaica vença a Austrália e ambas fiquem com saldo inferior à Seleção, pois haveria empate triplo em pontos. Os saldos, hoje, são de +2 para o Brasil, 0 para a Austrália e -8 para a Jamaica.
Marta - No jogo mais importante da seleção brasileira na fase de grupos do Mundial Feminino, a meia-atacante Marta será titular. Nesta segunda-feira, o técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, confirmou que a craque começará jogando contra a Itália, nesta terça, em Valenciennes, na França, pela terceira e última rodada do Grupo C.
- Obviamente ela sai jogando. O tempo vai depender da intensidade dela. Não dá para prever. Atletas que tiveram lesão estamos tomando cuidado para prolongar o máximo possível. Esperamos que ela possa jogar um pouco mais (que 45 minutos). Não vamos fazer nenhum tipo de loucura -  afirmou Vadão.
Com relação à escalação, Vadão confirmou que Andressinha será a substituta de Formiga, que está suspensa por ter recebido dois cartões

A seleção feminina do Brasil enfrenta a Itália nesta terça-feira (18), partida válida pela terceira rodada da Copa do Mundo-2019, que está sendo disputada na França. O Brasil vai às oitavas de final com um empate contra a Itália, mas pode avançar mesmo com derrota, a depender da combinação de resultados.
O Brasil precisa de um empate contra a Itália na última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo Feminina. Isso, se quiser se classificar às oitavas de final sem depender de ninguém. Caso seja derrotado, no entanto, não estará necessariamente eliminado. A missão se tornou menos difícil para as brasileiras, porque os Grupos E e F corresponderam às expectativas de favoritismo e fecharam a 2ª rodada, sem que os terceiros lugares tenham chance de somar quatro pontos.
O regulamento permite que mesmo com duas derrotas o Brasil siga vivo, já que quatro dos seis terceiros colocados das chaves, também chegam à fase seguinte e apenas oito das 24 equipes são eliminadas. 

Brasil vence a Itália - Classificação às oitavas garantida.

Brasil empata com a Itália - Classificação às oitavas garantida.

Brasil perde para a Itália - Há muitas combinações possíveis. Tudo indica que uma derrota, de preferência não por muitos gols, mantenha o Brasil com possibilidades de classificação. 
O jogo será na próxima terça-feira e a Seleção teria de aguardar até quinta-feira, dia que termina a primeira fase, para saber se estaria ou não classificada. A possível espera para ir embora faz parte do planejamento das confederações junto à Fifa.
Dentro do grupo brasileiro (C), mesmo perdendo, há possibilidade de ficar em segundo, caso a Jamaica vença a Austrália e ambas fiquem com saldo inferior à Seleção, pois haveria empate triplo em pontos. Os saldos, hoje, são de +2 para o Brasil, 0 para a Austrália e -8 para a Jamaica.

Marta - No jogo mais importante da seleção brasileira na fase de grupos do Mundial Feminino, a meia-atacante Marta será titular. Nesta segunda-feira, o técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, confirmou que a craque começará jogando contra a Itália, nesta terça, em Valenciennes, na França, pela terceira e última rodada do Grupo C.
- Obviamente ela sai jogando. O tempo vai depender da intensidade dela. Não dá para prever. Atletas que tiveram lesão estamos tomando cuidado para prolongar o máximo possível. Esperamos que ela possa jogar um pouco mais (que 45 minutos). Não vamos fazer nenhum tipo de loucura -  afirmou Vadão.
Com relação à escalação, Vadão confirmou que Andressinha será a substituta de Formiga, que está suspensa por ter recebido dois cartões

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS