Bombeiro é investigado por suspeita de estuprar colega

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/06/2019 às 09:11:00

 

O Comando do Corpo de Bombeiros de Sergipe (CBMSE) confirmou ontem que está apurando uma denúncia de estupro que teria sido praticado por um militar da corporação. A vítima teria sido uma bombeira feminina, colega de serviço do acusado. A informação foi publicada inicialmente pelo blog 'Espaço Militar' e confirmada através de uma nota oficial. Os nomes e as patentes dos envolvidos não foram divulgados. Segundo o comunicado, o suposto estupro teria ocorrido em um condomínio na capital, onde um grupo de bombeiros comemorava a conclusão de um curso de aperfeiçoamento. 
O Comando informou que uma queixa foi prestada pela vítima no Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), que instaurou inquérito para apurar o caso. De acordo com o 'espaço Militar', a bombeira foi orientada a fazer um exame de corpo delito no Instituto Médico-Legal (IML). Outra investigação foi aberta pela Corregedoria dos Bombeiros, a fim de apurar se houve algum crime militar ou transgressão administrativa. 

O Comando do Corpo de Bombeiros de Sergipe (CBMSE) confirmou ontem que está apurando uma denúncia de estupro que teria sido praticado por um militar da corporação. A vítima teria sido uma bombeira feminina, colega de serviço do acusado. A informação foi publicada inicialmente pelo blog 'Espaço Militar' e confirmada através de uma nota oficial. Os nomes e as patentes dos envolvidos não foram divulgados. Segundo o comunicado, o suposto estupro teria ocorrido em um condomínio na capital, onde um grupo de bombeiros comemorava a conclusão de um curso de aperfeiçoamento. 
O Comando informou que uma queixa foi prestada pela vítima no Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), que instaurou inquérito para apurar o caso. De acordo com o 'espaço Militar', a bombeira foi orientada a fazer um exame de corpo delito no Instituto Médico-Legal (IML). Outra investigação foi aberta pela Corregedoria dos Bombeiros, a fim de apurar se houve algum crime militar ou transgressão administrativa.