Operação prende 11 envolvidos com roubos de carros

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/06/2019 às 23:27:00

 

A Polícia Civil deflagrou ontem de manhã a 'Operação Contagem Regressiva', que investiga a ação de uma quadrilha responsável por pelo menos 50 roubos de veículos realizados na Grande Aracaju. Equipes de várias unidades, sob o comando da Divisão de Combate a Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), foram destacadas para cumprir 35 mandados judiciais, sendo 20 de busca e apreensão e 15 de prisão. Nas buscas de ontem, sete pessoas foram presas em Aracaju e na cidade de Siriri. Outros quatro suspeitos de ligação com a quadrilha foram detidos ao longo da semana passada. 
Houve ainda a confirmação da morte de mais três investigados da operação, que foram localizados nesta segunda-feira em Laranjeiras (Vale do Cotinguiba) por agentes do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope). Houve confronto e os suspeitos foram baleados. Segundo a polícia, eles eram os responsáveis pela execução dos assaltos à mão armada, pelo desmanche dos carros roubados e pelo repasse das peças para alguns comerciantes de Aracaju.
Algumas das buscas aconteceram na Avenida Euclides Figueiredo, na zona oeste de Aracaju, onde costumam funcionar várias lojas de autopeças e oficinas apontadas como locais de desmanche de carros. A região já foi alvo de muitas outras operações da polícia. Nas buscas de ontem, os policiais localizaram alguns veículos roubados e peças de outros carros cuja procedência foi considerada suspeita.  Segundo o delegado Hugo Leonardo, a quadrilha também praticava, além dos roubos de veículos, crimes de tráfico de drogas e receptação de produtos roubados.
Outros detalhes sobre a 'Operação Contagem Regressiva' serão informados hoje, às 8h30, em uma entrevista coletiva na sede da DRFV. 

A Polícia Civil deflagrou ontem de manhã a 'Operação Contagem Regressiva', que investiga a ação de uma quadrilha responsável por pelo menos 50 roubos de veículos realizados na Grande Aracaju. Equipes de várias unidades, sob o comando da Divisão de Combate a Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), foram destacadas para cumprir 35 mandados judiciais, sendo 20 de busca e apreensão e 15 de prisão. Nas buscas de ontem, sete pessoas foram presas em Aracaju e na cidade de Siriri. Outros quatro suspeitos de ligação com a quadrilha foram detidos ao longo da semana passada. 
Houve ainda a confirmação da morte de mais três investigados da operação, que foram localizados nesta segunda-feira em Laranjeiras (Vale do Cotinguiba) por agentes do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope). Houve confronto e os suspeitos foram baleados. Segundo a polícia, eles eram os responsáveis pela execução dos assaltos à mão armada, pelo desmanche dos carros roubados e pelo repasse das peças para alguns comerciantes de Aracaju.
Algumas das buscas aconteceram na Avenida Euclides Figueiredo, na zona oeste de Aracaju, onde costumam funcionar várias lojas de autopeças e oficinas apontadas como locais de desmanche de carros. A região já foi alvo de muitas outras operações da polícia. Nas buscas de ontem, os policiais localizaram alguns veículos roubados e peças de outros carros cuja procedência foi considerada suspeita.  Segundo o delegado Hugo Leonardo, a quadrilha também praticava, além dos roubos de veículos, crimes de tráfico de drogas e receptação de produtos roubados.
Outros detalhes sobre a 'Operação Contagem Regressiva' serão informados hoje, às 8h30, em uma entrevista coletiva na sede da DRFV.