Governo e Unicef alinham ações de implementação do Programa Sergipe na Idade Certa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 05/06/2019 às 23:23:00

 

Por intermédio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), o Governo do Estado avança na construção do Programa Sergipe na Idade Certa, iniciativa desenvolvida em parceria com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) que visa assegurar que os alunos das escolas estaduais aprendam satisfatoriamente e concluam na idade adequada os estudos da educação básica.
Em reunião de trabalho realizada nesta terça-feira, o superintendente executivo da Seduc, professor José Ricardo de Santana, e a Oficial de Educação do Unicef para o Brasil, professora Júlia Ribeiro, juntamente com os novos diretores regionais de Educação da Rede Estadual de Ensino, discutiram e alinharam as etapas de implementação do Programa Sergipe na Idade Certa.
O foco central do Programa, explica o professor José Ricardo, é implementar estratégias inovadoras que permitam corrigir a distorção idade-série dos estudantes do ensino fundamental. Para isso, a Seduc aliou ao programa estadual a expertise do Unicef, instituição que desenvolve a iniciativa Trajetórias de Sucesso Escolar, uma estratégia de reversão do fracasso escolar e da distorção idade-série, que valoriza a aprendizagem permanente dos estudantes.
Segundo dados apresentados pela professora Kelly Valença, coordenadora do Serviço de Ensino Fundamental da Seduc - que representou na reunião a diretora do Departamento de Educação -, em seu primeiro ano de implementação, o Programa Sergipe na Idade Certa irá beneficiar cerca de 4.500 estudantes e 775 profissionais, entre professores, coordenadores, técnicos e gestores das Diretorias de Educação e das 54 escolas estaduais que serão contempladas, inicialmente, por esta iniciativa.
De acordo com Júlia Ribeiro, a reunião, além de alinhar as ações de implementação da estratégia Trajetórias de Sucesso, em Sergipe, serviu também para mobilizar os novos diretores regionais de Educação acerca das formações pelas quais passarão os profissionais envolvidos no processo de implementação do Programa Sergipe na Idade Certa.

Por intermédio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), o Governo do Estado avança na construção do Programa Sergipe na Idade Certa, iniciativa desenvolvida em parceria com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) que visa assegurar que os alunos das escolas estaduais aprendam satisfatoriamente e concluam na idade adequada os estudos da educação básica.
Em reunião de trabalho realizada nesta terça-feira, o superintendente executivo da Seduc, professor José Ricardo de Santana, e a Oficial de Educação do Unicef para o Brasil, professora Júlia Ribeiro, juntamente com os novos diretores regionais de Educação da Rede Estadual de Ensino, discutiram e alinharam as etapas de implementação do Programa Sergipe na Idade Certa.
O foco central do Programa, explica o professor José Ricardo, é implementar estratégias inovadoras que permitam corrigir a distorção idade-série dos estudantes do ensino fundamental. Para isso, a Seduc aliou ao programa estadual a expertise do Unicef, instituição que desenvolve a iniciativa Trajetórias de Sucesso Escolar, uma estratégia de reversão do fracasso escolar e da distorção idade-série, que valoriza a aprendizagem permanente dos estudantes.
Segundo dados apresentados pela professora Kelly Valença, coordenadora do Serviço de Ensino Fundamental da Seduc - que representou na reunião a diretora do Departamento de Educação -, em seu primeiro ano de implementação, o Programa Sergipe na Idade Certa irá beneficiar cerca de 4.500 estudantes e 775 profissionais, entre professores, coordenadores, técnicos e gestores das Diretorias de Educação e das 54 escolas estaduais que serão contempladas, inicialmente, por esta iniciativa.
De acordo com Júlia Ribeiro, a reunião, além de alinhar as ações de implementação da estratégia Trajetórias de Sucesso, em Sergipe, serviu também para mobilizar os novos diretores regionais de Educação acerca das formações pelas quais passarão os profissionais envolvidos no processo de implementação do Programa Sergipe na Idade Certa.