Brasil conquista mais um Sul-americano de GR

Esporte


  • A Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica comandada por Camila Ferezin, conquistou o Sul-Americano de GR na Bolívia

 

O Brasil foi o grande vencedor do Campeonato Sul-Americano de Ginástica Rítmica, que foi encerrado neste domingo (2), em Bogotá, na Colômbia. Tanto nas disputas do Individual como no Conjunto, a equipe brasileira foi soberana e confirmou o favoritismo, ficando com o título geral da competição. No total, foram 12 medalhas conquistadas, sendo sete de ouro, três de prata e duas de bronze.
No Individual, Natália Gaudio foi o grande destaque, com três medalhas de ouro e uma de prata, além de ter confirmado o heptacampeonato Sul-Americano Geral. Um dos grandes nomes do país da nova geração, Bárbara Domingos saiu da Colômbia com um ouro, duas pratas e dois bronzes.
A Seleção de Conjunto do Brasil, que tem Aracaju como base de treinamento, voltou a ter uma ótima performance, a exemplo do que havia ocorrido em sua última participação na Copa do Mundo de Guadalajara (ESP). O time brasileiro, representado na Colômbia por Deborah Medrado, Nicole Duarte, Camila Rossi, Morgana Gmach, Beatriz Pomini e Vitória Guerra, venceu todas as provas: individual geral, cinco bolas e prova mista (três arcos e duas maças).
Para Camila Ferezin, treinadora e Coordenadora das Seleções de Ginástica Rítmica da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica), a participação no Sul-Americano comprovou que a Seleção Brasileira segue em evolução. "Foi muito positiva nossa participação neste Sul-Americano. Conseguimos elevar ainda mais as nossas notas, inclusive alcançando a maior do ciclo, 22.700". 

O Brasil foi o grande vencedor do Campeonato Sul-Americano de Ginástica Rítmica, que foi encerrado neste domingo (2), em Bogotá, na Colômbia. Tanto nas disputas do Individual como no Conjunto, a equipe brasileira foi soberana e confirmou o favoritismo, ficando com o título geral da competição. No total, foram 12 medalhas conquistadas, sendo sete de ouro, três de prata e duas de bronze.
No Individual, Natália Gaudio foi o grande destaque, com três medalhas de ouro e uma de prata, além de ter confirmado o heptacampeonato Sul-Americano Geral. Um dos grandes nomes do país da nova geração, Bárbara Domingos saiu da Colômbia com um ouro, duas pratas e dois bronzes.
A Seleção de Conjunto do Brasil, que tem Aracaju como base de treinamento, voltou a ter uma ótima performance, a exemplo do que havia ocorrido em sua última participação na Copa do Mundo de Guadalajara (ESP). O time brasileiro, representado na Colômbia por Deborah Medrado, Nicole Duarte, Camila Rossi, Morgana Gmach, Beatriz Pomini e Vitória Guerra, venceu todas as provas: individual geral, cinco bolas e prova mista (três arcos e duas maças).
Para Camila Ferezin, treinadora e Coordenadora das Seleções de Ginástica Rítmica da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica), a participação no Sul-Americano comprovou que a Seleção Brasileira segue em evolução. "Foi muito positiva nossa participação neste Sul-Americano. Conseguimos elevar ainda mais as nossas notas, inclusive alcançando a maior do ciclo, 22.700". 

 


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS