Namorados e festejos juninos podem aquecer comércio em junho

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 21/05/2019 às 08:37:00

 

O dia 12 de junho é muito bem aguardado com expectativas de vendas para o comércio sergipano, em função do apelo existente entre os casais e dos costumes de, mesmo aqueles que já estão casados, ofertarem presentes e lembrancinhas para celebra a data: Dia dos Namorados.
O pensamento parte da FCDL/Sergipe, presidida por Edivaldo Cunha, que espera um crescimento nas vendas no início de junho por conta do Dia dos Namorados, fato já registrado em maio, por ocasião do Dia das Mães, que teve alta em 0,11% na vendas em comparação ao mesmo período do ano passado.
Para ele, o Dia dos Namorados aquece vários setores do comércio, como vestuário, joalharias, bijuterias, bares, restaurantes, eletro eletrônicos, "que ganham um pouco a mais por apresentarem produtos compatíveis com o momento. Estamos confiantes em boas vendas este ano", diz.
Festejos Juninos - A CDL/Aracaju, segundo Brenno Barreto, também vê bons motivos para o aquecimento da economia agora no início de junho em função do Dia dos Namorados e também dos festejos juninos.
Conforme seu relato, muitas lojas, armarinhos, sapatarias, setor de vestuário, "já estão faturando em função dessa grande festa que é o São João para nós sergipanos, onde todo o estado se movimenta e comemora, buscando nos vários segmentos do comércio os seus produtos, da maquiagem à bota junina", diz Brenno.

O dia 12 de junho é muito bem aguardado com expectativas de vendas para o comércio sergipano, em função do apelo existente entre os casais e dos costumes de, mesmo aqueles que já estão casados, ofertarem presentes e lembrancinhas para celebra a data: Dia dos Namorados.
O pensamento parte da FCDL/Sergipe, presidida por Edivaldo Cunha, que espera um crescimento nas vendas no início de junho por conta do Dia dos Namorados, fato já registrado em maio, por ocasião do Dia das Mães, que teve alta em 0,11% na vendas em comparação ao mesmo período do ano passado.
Para ele, o Dia dos Namorados aquece vários setores do comércio, como vestuário, joalharias, bijuterias, bares, restaurantes, eletro eletrônicos, "que ganham um pouco a mais por apresentarem produtos compatíveis com o momento. Estamos confiantes em boas vendas este ano", diz.

Festejos Juninos - A CDL/Aracaju, segundo Brenno Barreto, também vê bons motivos para o aquecimento da economia agora no início de junho em função do Dia dos Namorados e também dos festejos juninos.
Conforme seu relato, muitas lojas, armarinhos, sapatarias, setor de vestuário, "já estão faturando em função dessa grande festa que é o São João para nós sergipanos, onde todo o estado se movimenta e comemora, buscando nos vários segmentos do comércio os seus produtos, da maquiagem à bota junina", diz Brenno.