Tite convoca Seleção para a Copa América

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Tite convoca Seleção para a Copa América e se esquiva em falar sobre a situação da indisciplina de Neymar
Tite convoca Seleção para a Copa América e se esquiva em falar sobre a situação da indisciplina de Neymar

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 17/05/2019 às 22:42:00

 

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br
A Seleção Brasileira 
está convocada 
para a Copa América 2019. Nesta sexta-feira (17), na sede da CBF, o técnico Tite divulgou a lista dos jogadores, que vão em busca do nono título da competição para o país. Foram relacionados 23 jogadores para disputa, que começa no dia 14 de junho e vai até o dia 7 de julho.
Nesta edição da Copa América, que será realizada em solo brasileiro, a Seleção está no Grupo A, juntamente com Bolívia, Peru e Venezuela. O Grupo B da competição conta com Argentina, Catar, Colômbia e Paraguai, enquanto o Grupo C tem Chile, Equador, Japão e Uruguai.
A estreia do Brasil no torneio está marcada para o dia 14 de junho, contra a Bolívia, no Estádio Morumbi. Quatro dias depois, em 18 de junho, o adversário será a Venezuela, desta vez em Salvador, na Arena Fonte Nova. A Seleção encerra sua participação na primeira fase no dia 22 de junho, contra o Peru, na Arena Corinthians. 
Antes de iniciar sua caminhada na Copa América, a Seleção Brasileira ainda fará dois amistosos preparatórios para a competição. No dia 5 de junho, o técnico Tite comandará sua equipe contra o Catar, em Brasília, no Estádio Mané Garrincha. O último teste do time será no dia 9 de junho, contra Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.
Confira a lista de convocados:
Goleiros: Alisson - Liverpool (ING) - Ederson - Manchester City (ING) e Cássio - Corinthians.
Defensores: Dani Alves - Paris Saint Germain (FRA) - Fágner - Corinthians - Filipe Luís - Atlético de Madri (ESP) - Alex Sandro - Juventus (ITA) - Thiago Silva - Paris Saint Germain (FRA) - Marquinhos - Paris Saint Germain (FRA) - Miranda - Inter de Milão (ITA) e Éder Militão - Porto (POR).
Meias: Casemiro - Real Madrid (ESP) - Fernandinho - Manchester City (ING) - Allan - Napoli (ITA) - Lucas Paquetá - Milan (ITA) - Philippe Coutinho - Barcelona (ESP) e Arthur - Barcelona (ESP)
Atacantes: Neymar - Paris Saint Germain (FRA) - Richarlison - Everton (ING) - Roberto Firmino - Liverpool (ING) - Gabriel Jesus - Manchester City (ING) - David Neres - Ajax (HOL) e Everton - Grêmio.
Neymar - O atacante Neymar foi o jogador que mais despertou interesse dos jornalistas na entrevista coletiva, que se seguiu ao anúncio da lista feita pelo técnico Tite. E foi, ao mesmo tempo, o que mereceu as respostas mais evasivas por parte do treinador.
Alegando "respeito e educação", Tite não quis comentar a agressão do jogador a um torcedor após a final da Copa da França. "Neymar errou, Neymar errou. Por educação, eu enquanto técnico da seleção, vou ter uma conversa com ele. Assim como conversei com Douglas Costa e assim como vou conversar com Paquetá, por uma questão de conjunto", disse Tite. "Eu não vou ficar aqui aventando possibilidades. Eu não quero falar, eu não vou falar, porque eu quero falar com o Neymar antes", insistiu Tite. "Eu vou responder no momento oportuno."

A Seleção Brasileira  está convocada  para a Copa América 2019. Nesta sexta-feira (17), na sede da CBF, o técnico Tite divulgou a lista dos jogadores, que vão em busca do nono título da competição para o país. Foram relacionados 23 jogadores para disputa, que começa no dia 14 de junho e vai até o dia 7 de julho.
Nesta edição da Copa América, que será realizada em solo brasileiro, a Seleção está no Grupo A, juntamente com Bolívia, Peru e Venezuela. O Grupo B da competição conta com Argentina, Catar, Colômbia e Paraguai, enquanto o Grupo C tem Chile, Equador, Japão e Uruguai.
A estreia do Brasil no torneio está marcada para o dia 14 de junho, contra a Bolívia, no Estádio Morumbi. Quatro dias depois, em 18 de junho, o adversário será a Venezuela, desta vez em Salvador, na Arena Fonte Nova. A Seleção encerra sua participação na primeira fase no dia 22 de junho, contra o Peru, na Arena Corinthians. 
Antes de iniciar sua caminhada na Copa América, a Seleção Brasileira ainda fará dois amistosos preparatórios para a competição. No dia 5 de junho, o técnico Tite comandará sua equipe contra o Catar, em Brasília, no Estádio Mané Garrincha. O último teste do time será no dia 9 de junho, contra Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.
Confira a lista de convocados:
Goleiros: Alisson - Liverpool (ING) - Ederson - Manchester City (ING) e Cássio - Corinthians.
Defensores: Dani Alves - Paris Saint Germain (FRA) - Fágner - Corinthians - Filipe Luís - Atlético de Madri (ESP) - Alex Sandro - Juventus (ITA) - Thiago Silva - Paris Saint Germain (FRA) - Marquinhos - Paris Saint Germain (FRA) - Miranda - Inter de Milão (ITA) e Éder Militão - Porto (POR).
Meias: Casemiro - Real Madrid (ESP) - Fernandinho - Manchester City (ING) - Allan - Napoli (ITA) - Lucas Paquetá - Milan (ITA) - Philippe Coutinho - Barcelona (ESP) e Arthur - Barcelona (ESP)
Atacantes: Neymar - Paris Saint Germain (FRA) - Richarlison - Everton (ING) - Roberto Firmino - Liverpool (ING) - Gabriel Jesus - Manchester City (ING) - David Neres - Ajax (HOL) e Everton - Grêmio.

Neymar - O atacante Neymar foi o jogador que mais despertou interesse dos jornalistas na entrevista coletiva, que se seguiu ao anúncio da lista feita pelo técnico Tite. E foi, ao mesmo tempo, o que mereceu as respostas mais evasivas por parte do treinador.
Alegando "respeito e educação", Tite não quis comentar a agressão do jogador a um torcedor após a final da Copa da França. "Neymar errou, Neymar errou. Por educação, eu enquanto técnico da seleção, vou ter uma conversa com ele. Assim como conversei com Douglas Costa e assim como vou conversar com Paquetá, por uma questão de conjunto", disse Tite. "Eu não vou ficar aqui aventando possibilidades. Eu não quero falar, eu não vou falar, porque eu quero falar com o Neymar antes", insistiu Tite. "Eu vou responder no momento oportuno."