Confiança repatria Pingo, que passou por aqui

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 13/05/2019 às 23:10:00

 

Depois de disputar o Campeonato Carioca pelo Bangu, o atacante Pingo chegou a Aracaju para reforçar o Confiança na disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. A informação foi revelada pelo presidente Hyago França. Pingo já está em Aracaju e se reapresenta nesta terça-feira 14. O atleta deve ficar à disposição do treinador Daniel Paulista, para o jogo de sábado, contra o Imperatriz.
Pingo tem 28 anos, teve uma rápida passagem pelo próprio Confiança em 2016, quando fez sete partidas e marcou um gol com a camisa azulina. No início da atual temporada, fez cinco partidas e marcou um gol pelo Bangu durante a disputa do Campeonato Carioca. Natural de Paulista-PE, Pingo foi revelado pelo Campinense. Depois acumulou passagens por América-RN, CSP, Ceará, ABC, Santa Cruz, Red Bull Brasil, CRB, Botafogo da Paraíba, Resende, Ituano e CSA.
O atacante é o oitavo reforço do Dragão neste período de reformulação. Já foram anunciados Bruninho, Everton, Renan Gorne, Júnior Lopes, Ari Moura, Amaral e Thiago Ennes.
Depois de conquistar os primeiros três pontos na Série C ao vencer o ABC, o Confiança volta a campo às 19h00 deste sábado, quando visita o Imperatriz no Frei Epifânio, pela quarta rodada do Grupo A. a reapresentação do grupo está marcada para a tarde desta terça-feira, quando o treinador Daniel Paulista começa a trabalhar a equipe para encarar o time do Imperatriz.
Homenagem - Domingo antes do início da partida, torcedores e jogadores do Confiança homenagearam o jovem designer Neto Brito, que faleceu na última quinta-feira, aos 30 anos. Neto, além de ter prestado serviços como marketing do clube, também se tornou torcedor azulino e sempre que tinha oportunidade, estava nas cadeiras azuis do Batistão. 
As homenagens que começaram nas arquibancadas, se estenderam ao gramado com um minuto de silêncio, antes do apito inicial, dado pelo árbitro do encontro. Os jogadores proletários entraram em campo com uma faixa alusiva ao falecimento do grande torcedor proletário. 

Depois de disputar o Campeonato Carioca pelo Bangu, o atacante Pingo chegou a Aracaju para reforçar o Confiança na disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. A informação foi revelada pelo presidente Hyago França. Pingo já está em Aracaju e se reapresenta nesta terça-feira 14. O atleta deve ficar à disposição do treinador Daniel Paulista, para o jogo de sábado, contra o Imperatriz.
Pingo tem 28 anos, teve uma rápida passagem pelo próprio Confiança em 2016, quando fez sete partidas e marcou um gol com a camisa azulina. No início da atual temporada, fez cinco partidas e marcou um gol pelo Bangu durante a disputa do Campeonato Carioca. Natural de Paulista-PE, Pingo foi revelado pelo Campinense. Depois acumulou passagens por América-RN, CSP, Ceará, ABC, Santa Cruz, Red Bull Brasil, CRB, Botafogo da Paraíba, Resende, Ituano e CSA.
O atacante é o oitavo reforço do Dragão neste período de reformulação. Já foram anunciados Bruninho, Everton, Renan Gorne, Júnior Lopes, Ari Moura, Amaral e Thiago Ennes.Depois de conquistar os primeiros três pontos na Série C ao vencer o ABC, o Confiança volta a campo às 19h00 deste sábado, quando visita o Imperatriz no Frei Epifânio, pela quarta rodada do Grupo A. a reapresentação do grupo está marcada para a tarde desta terça-feira, quando o treinador Daniel Paulista começa a trabalhar a equipe para encarar o time do Imperatriz.

Homenagem - Domingo antes do início da partida, torcedores e jogadores do Confiança homenagearam o jovem designer Neto Brito, que faleceu na última quinta-feira, aos 30 anos. Neto, além de ter prestado serviços como marketing do clube, também se tornou torcedor azulino e sempre que tinha oportunidade, estava nas cadeiras azuis do Batistão. 
As homenagens que começaram nas arquibancadas, se estenderam ao gramado com um minuto de silêncio, antes do apito inicial, dado pelo árbitro do encontro. Os jogadores proletários entraram em campo com uma faixa alusiva ao falecimento do grande torcedor proletário.