Sessão especial traz para Aracaju lideranças sindicais nacionais

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/05/2019 às 15:08:00

 

Uma Sessão Especial alusiva aos "50 anos da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe (Feebbase)" e "Em Defesa dos Bancos Públicos" será realizada nesta segunda-feira (6), às 17h, na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese). A iniciativa do evento é do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) e do gabinete do deputado estadual Luciano Pimentel (PSB).
Para a sessão confirmaram presenças o presidente nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo e de outras cinco entidades nacionais ligadas à categoria bancária: presidente da Feebabase, Hermelino Souza Meira Neto; presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Jair Pedro Ferreira; presidenta da Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (AFBNB), Rita Josina Feitosa e a coordenadora do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, Rita Serrano.
Da bancada sergipana no Congresso Nacional, o deputado federal João Daniel (PT) confirmou participação. Também estarão na solenidade a vice-presidenta da OAB/SE, Ana Lúcia Dantas e os (as) presidentes(as) de sindicatos classistas.
Desmonte - A presidenta do SEEB/SE, Ivânia Pereira afirma que em especial as presenças das lideranças sindicais nacionais em Aracaju "demonstram a unidade da classe trabalhadora em momento crucial pelo que passa o país, de graves ameaças por parte do governo federal de desmonte dos bancos públicos e de novas retirada de direitos contidas na PEC 06/2019, da reforma da Previdência".
"Estamos honrados com as confirmações das presenças dessas lideranças que nacionalmente têm contribuindo de forma decisiva para denunciar o projeto de privatização dos bancos públicos. Instituições como Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDS), a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco do Nordeste, assim como Banco do Estado de Sergipe (Banese), são instituições fundamentais para o desenvolvimento econômico, regional e social do Brasil", afirma Ivânia Pereira.
Para Ivânia Pereira, a sessão será mais um espaço de diálogo com a sociedade de reflexão sobre a importância da defesa da soberania nacional e do patrimônio público. "Para defendermos a soberania e as instituições públicas históricas _como os bancos públicos_ é preciso participar dessa batalha contra a privatização e entreguismo patrocinado pelo atual governo federal. Essas medidas de 'vende-pátria' prejudicará a economia do país e refletirá diretamente na qualidade de vida do povo brasileiro", alerta a sindicalista.

Uma Sessão Especial alusiva aos "50 anos da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe (Feebbase)" e "Em Defesa dos Bancos Públicos" será realizada nesta segunda-feira (6), às 17h, na Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe (Alese). A iniciativa do evento é do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) e do gabinete do deputado estadual Luciano Pimentel (PSB).
Para a sessão confirmaram presenças o presidente nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo e de outras cinco entidades nacionais ligadas à categoria bancária: presidente da Feebabase, Hermelino Souza Meira Neto; presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), Jair Pedro Ferreira; presidenta da Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (AFBNB), Rita Josina Feitosa e a coordenadora do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, Rita Serrano.
Da bancada sergipana no Congresso Nacional, o deputado federal João Daniel (PT) confirmou participação. Também estarão na solenidade a vice-presidenta da OAB/SE, Ana Lúcia Dantas e os (as) presidentes(as) de sindicatos classistas.

Desmonte - A presidenta do SEEB/SE, Ivânia Pereira afirma que em especial as presenças das lideranças sindicais nacionais em Aracaju "demonstram a unidade da classe trabalhadora em momento crucial pelo que passa o país, de graves ameaças por parte do governo federal de desmonte dos bancos públicos e de novas retirada de direitos contidas na PEC 06/2019, da reforma da Previdência".
"Estamos honrados com as confirmações das presenças dessas lideranças que nacionalmente têm contribuindo de forma decisiva para denunciar o projeto de privatização dos bancos públicos. Instituições como Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDS), a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco do Nordeste, assim como Banco do Estado de Sergipe (Banese), são instituições fundamentais para o desenvolvimento econômico, regional e social do Brasil", afirma Ivânia Pereira.
Para Ivânia Pereira, a sessão será mais um espaço de diálogo com a sociedade de reflexão sobre a importância da defesa da soberania nacional e do patrimônio público. "Para defendermos a soberania e as instituições públicas históricas _como os bancos públicos_ é preciso participar dessa batalha contra a privatização e entreguismo patrocinado pelo atual governo federal. Essas medidas de 'vende-pátria' prejudicará a economia do país e refletirá diretamente na qualidade de vida do povo brasileiro", alerta a sindicalista.